Vice-presidente responsabiliza governador pelo clima de violência no Ceará

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), responsabilizou hoje (2) o governador Camilo Santana (PT) pelo clima de violência e medo que tomou conta do Ceará nas últimas 72 horas, com explosão de agências bancárias, incêndio numa concessionária de veículos e até tentativa de derrubar um viaduto.

“O problema é do governador, que sempre tratou mal a PM. E pelas informações que recebemos, 40% do efetivo da polícia está de férias agora. Como ele pode deixar isso?”, afirmou o vice-presidente segundo o site “O antagonista”.

“Ele quer jogar (a crise) no colo da gente (governo federal).É a velha tática do PT”, acrescentou o vice-presidente.

Em nota divulgada logo em seguida, o comando da PM do Ceará desmentiu a afirmação do vice-presidente da República.

Confira:

Seria irresponsabilidade do Comando da Corporação liberar 40% do seu efetivo para gozar férias em um único mês.

A Coordenadoria de Gestão de Pessoas da PMCE confirmou que de acordo com a Portaria 014/2018 – CAD/CCP/CGP, publicada em Boletim do Comando Geral, nº 163, de 30 de agosto de 2018, apenas 8,33% do efetivo da Corporação pode gozar de férias durante cada mês.

A Polícia Militar do Ceará enfatiza ainda, que na manhã de hoje (4) 371 novos Policiais Militares foram empregados para reforçar a segurança pública do estado, inclusive, todos os dias, estão sendo empregados policiais militares no serviço extra (Indenização de Reforço Operacional / IRSO), além do efetivo administrativo que está sendo convocado para reforçar o policiamento em todo o Estado.