Temer vai a Boa Vista discutir situação de imigrantes venezuelanos

Cerca de 40 mil venezuelanos entraram nos últimos meses, no Estado de Roraima, para tentar fugir da crise econômica e política pela qual passa o seu país. Com a intenção de tentar encontrar soluções para o problema, o presidente Michel Temer viajou hoje (12), para Boa Vista, onde agendou reunião com a prefeita Teresa Surita e a governadora do Estado, Suely Campos.

Temer embarcou na base aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro. Segundo o Palácio do Planalto, ele foi acompanhado pelos ministros da Defesa, Raul Jungmann; do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen; da Justiça, Torquato Jardim, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. Após a reunião, o presidente volta para a base naval da Restinga da Marambaia, no Rio de Janeiro, onde passa o carnaval com a família.

Na última sexta (09), Temer disse que a posição do Brasil é uma atuação “diplomática, responsável e contestadora” em relação ao que está ocorrendo na Venezuela e que o Brasil busca ajuda humanitária aos imigrantes que atravessam a fronteira.

Na semana passada, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, anunciou um projeto-piloto para tentar aproveitar a mão de obra de venezuelanos que entram no Brasil pela fronteira com Roraima.

Por Fabiana Gonçalves