Temer precisa urgentemente de um assessor que domine a língua portuguesa

O presidente Michel Temer tem um bando de analfabetos em seu redor, a julgar pelo convite que foi expedido pelo Cerimonial do Palácio do Planalto para comemoração, nesta terça-feira (15), dos dois anos de mandato do peemedebista.

O convite tinha a seguinte frase: “O Brasil voltou, 20 anos em 2”. O que o presidente queria dizer é que o Brasil avançou 20 anos em dois, mas da forma como a mensagem foi redigida deu a impressão de que o país, em apenas dois anos, retrocedeu 20.

Mesmo assim, os dois anos do governo Temer foram comemorados no Palácio do Planalto numa cerimônia que contou com a presença de quase todos os ministros.

O presidente fez um discurso ufanista, comparando-se (vejam só!) ao ex presidente Juscelino Kubitschek, cujo lema de governo era “50 anos em 5”. Mas Juscelino era Juscelino”.