Romário sugere a Bolsonaro que “recrie” a Sudene de maneira adequada

O deputado Romário Dias (PSD) sugeriu ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (29), em pronunciamento na Assembleia Legislativa, que “recrie a Sudene” de outra forma, transformando-a, de fato, num órgão de desenvolvimento regional.

A Sudene foi extinta no governo de FHC a pretexto de que havia se transformado num “antro de corrupção”. O presidente Lula a recriou mas não lhe deu os instrumentos necessários para desenvolver o Nordeste.

O discurso de Romário foi feito um dia após Bolsonaro anunciar que Gustavo Henrique Rigodanzo Canuto será o novo ministro do Desenvolvimento Regional. Ele é servidor efetivo do Ministério do Planejamento e atualmente é secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional.

Gustavo Canuto é formado em Engenharia de Computação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB).
Nos últimos dois anos, foi chefe de gabinete do Ministro da Integração Nacional. Também já trabalhou nas Secretarias de Aviação Civil e Geral da Presidência da República, além da Agência Nacional de Aviação Civil.