Rands pede aos seus adversários que falem a verdade

O candidato do PROS a governador, Maurício Rands, cobrou hoje de Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) que “falem a verdade” quando forem se dirigir aos pernambucanos.

“As grandes coligações faltaram com verdade ao surfar na onda da popularidade de Lula. Paulo Câmara e Armando Monteiro não representam os valores que Lula representa no imaginário político popular”, afirmou o ex-deputado sobretudo o fato de ambos terem dito durante muito tempo que votariam em Lula para presidente, mesmo sabendo que ele não seria candidato.

“Todos dois sabiam que o candidato seria o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, mas ficaram dizendo que votariam em Lula para surfar na popularidade do ex-presidente”, declarou Maurício Rands.

Ele defende para a presidência da República o candidato Ciro Gomes (PDT), “um político que fala a verdade e com clareza”.

Quando era estudante de Direito, Rands foi estagiário da Comissão de Justiça e Paz, liderada por dom Hélder Câmara. E, como advogado, foi defensor dos sindicatos de trabalhadores no tempo da ditadura militar.