PSD libera André de Paula para votar em Bolsonaro

O PSD decidiu nesta quarta-feira (10) pela neutralidade no segundo turno das eleições presidenciais, informou o presidente Gilberto Kassab.

Segundo ele, o partido chegou a essa posição após consultas aos seus líderes nacionais, estaduais e municipais, entre eles o deputado federal reeleito por Pernambuco, André de Paula.

No primeiro turno, André votou em Geraldo Alckmin (PSDB) que teve menos de 3% dos votos dos pernambucanos.

“O PSD reafirma ainda seu compromisso, como um partido de centro, de continuar defendendo os interesses do país e da democracia, bem como de seus princípios e valores, seja no Poder Executivo, nos Estados ou nos municípios em que atua, seja nos diversos níveis do Poder Legislativo nos quais tem representantes eleitos”, diz nota assinada pelo presidente nacional do partido, Alfredo Cotait Neto.

O PSD elegeu 34 deputados federais, quatro senadores, 58 deputados estaduais e o governador do Paraná, Ratinho Júnior. E está no segundo turno com Gelson Merísio, em Santa Catarina, e Belivaldo Chagas, em Sergipe.