PRISCILA TENTA BARRAR REAJUSTE TARIFÁRIO DA COMPESA

5A deputada estadual Priscila Krause apresentou hoje (5) uma manifestação à ARPE contestando pontos que considera equivocados e que deveriam ser reformados no reajuste tarifário solicitado pela Compesa. Confira:

  1. É desarrazoada e até injusta perante os consumidores pernambucanos a solicitação da referida revisão tarifária por parte da Compesa, controlada pelo Governo de Pernambuco, tendo em vista que a própria administração estadual mantém milhares de faturas de água e esgoto dos seus prédios públicos sem pagamento, a maior parte delas ainda do exercício de 2018, somando até esta quinta-feira (4) um débito de mais de R$ 31,0 milhões. Enquanto a Companhia segue rigidamente o seu Regulamento perante os clientes “comuns”, aplicando sanções aos devedores, ao cliente especial “governo de Pernambuco” nada ocorre além de infrutíferas “cartas de cobrança”. 
  2. Apenas ao não aplicar as multas e juros decorrentes do atraso, a Companhia deixa de arrecadar milhões de reais, pressionando o seu caixa. A insuficiência de caixa da Companhia Pernambucana de Saneamento, decorrente diretamente da intervenção do seu acionista controlador, fica comprovada pela não quitação aos cofres estaduais, no mês de maio, dos R$ 93,4 milhões de Juros Sobre Capital Própria referentes ao Exercício de 2018. Prédios públicos como o Centro de Convenções (R$ 1,00 milhão de dívida) e o próprio Palácio das Princesas (R$ 77,0 mil) mantém débitos relevantes, por exemplo, simbolizando o desrespeito às normas e às boas práticas empresariais
  3. Ao desrespeitar as normas legais que definem esse processo, adiando em mais de um ano, por solicitação da Compesa, a referida Revisão Tarifária, a Compesa determina ao consumidor pernambucano um prejuízo objetivo: ele deixará de receber agora em 2019 o benefício de redução de 0,50% na conta, antes previsto, por decorrência de a prestadora não ter alcançado as metas pactuadas em 2014, sobretudo no parâmetro “Atendimento de Esgoto”. Nesse quesito, enquanto a meta era alcançar 38% até o fim de 2017, temos atualmente o índice de 27%. Faz-se, necessário, portanto, que seja aplicada na atual Revisão Tarifária a justa subtração dos 0,50% anteriormente pactuados, visto que o consumidor não pode pagar pela decisão unilateral da Compesa de ter solicitado o adiamento da referida Revisão;  
  4. A nota técnica que embasa a decisão da ARPE afrouxa as metas impostas à Compesa, repassando ao consumidor a responsabilidade de pagar parcela maior pela frustração dos resultados, quando na verdade caberia à Compesa essa responsabilização. No quesito “Metas Regulatórias de Incentivo à Eficiência”, que incidem diretamente nos cálculos da Receita Requerida (RR) e da Receita Atual (RA) e, portanto, da Insuficiência Tarifária que justifica o reajuste, a Arpe permitiu que se reduzisse a meta de redução de custos operacionais da prestadora de 1,5%, vigente no ciclo passado, para 1,2%, enquanto permitiu que fossem registrados nível de perdas de água acima do que foi acertado há cinco anos, quando a meta era 45,89%. Na atual Revisão, esse objetivo subiu para 47,69%, uma incoerência tanto do ponto de vista administrativo quanto ambiental. 
  5. Sobre as Metas Regulatórias de Incentivo à Melhoria dos Serviços, que por sua vez influenciam nos reajustes tarifários que serão praticados entre 2020 e 2022, a manutenção do índice de 38% para Atendimento de Esgoto, mesmo número proposto em 2014, ressalta a admissão do insucesso da política de saneamento público adotada, bem como são negativas aos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário pernambucanos a exclusão do Índice de Eficiência no Atendimento a Vazamentos na Rede de Distribuição de Água (IEAVA) e a não inclusão do Índice de Continuidade de Água (ICA), também previstos em 2014. Ambos índices atestam a existência de problemas que afetam diariamente os pernambucanos, espectadores do vazamento e da consequente perda de 52% (2017) da água produzida, bem como são vítimas diariamente, como sabe a ARPE, das seguidas interrupções no fornecimento de água.

FIEPE PROMOVE EM PETROLINA OFICINA DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

A Unidade da Federação das Indústrias de Pernambuco, localizada em Petrolina, promoverá no próximo dia 24 uma oficina de planejamento tributário com vistas a proporcionar conhecimento aos profissionais que desejam entender como funcionam os regimes de tributação (lucro presumido, lucro real e simples nacional).

O evento acontecerá das 8h às 17h, sendo que o curso será ministrado pelo bacharel em Ciências Contábeis Gláucio Frazão, que tem mais de 20 anos de experiência no segmento corporativo e já atuou em empresas nacionais e internacionais em cargos de gestão.

Destinado aos profissionais de Ciências Contábeis, Administração de Empresas, Economia e Direito, a oficina vai tirar dúvidas de como funcionam os regimes de tributação e as modalidades de tributos federais, estaduais e municipais, bem como orientar a melhor forma de fazer um planejamento tributário nas empresas, cumprindo as obrigações fiscais e evitando perdas financeiras.

Durante o encontro, os participantes poderão ampliar os conhecimentos sobre abordagem do lucro presumido e lucro real, além de adquirirem uma maior noção sobre o funcionamento do Simples Nacional (forma de apuração).

De acordo com o diretor da unidade regional da FIEPE, Albânio Nascimento, a oficina irá trabalhar o tema de forma objetiva, levando para a prática situações do dia a dia que causam dúvidas no setor produtivo.

“Nós identificamos que muitas vezes o empresário busca fazer seu planejamento tributário célere, obedecendo à legislação, mas esbarra em dúvidas e gargalos burocráticos. Então essa oficina vem para trazer conhecimento ao empresariado e evitar problemas fiscais das empresas”, disse ele.

ELEITORES DE CINCO MUNICÍPIOS VOLTARÃO ÀS URNAS NESTE DOMINGO

Neste primeiro domingo (7) de julho, eleitores de cinco municípios brasileiros voltarão às urnas para escolher prefeitos em novas eleições.

Essas eleições foram marcadas pelos respectivos Tribunais Regionais Eleitorais após a cassação dos mandatos dos candidatos eleitos em outubro de 2016. Em Pernambuco, onde o TRE é presidido pelo desembargador Agenor Ferreira Lima Filho, não haverá eleições.

Em Minas Gerais, serão realizadas novas eleições em três municípios: Aguanil, Elói Mendes e Nova Porteirinha. Também voltarão às urnas eleitores de Candeias do Jamari, em Rondônia, e de Palmares do Sul, no Rio Grande do Sul.

A votação terá início às 8h e será encerrada às 17h, conforme o horário de cada localidade. As resoluções que disciplinam o processo eleitoral em cada um dos municípios estão disponíveis no Portal do TSE.

As informações sobre cada candidato também podem ser acessadas no DivulgaCandContas.

Os resultados das eleições poderão ser conhecidos pouco após o horário de votação, diretamente no sistema de Divulgação de Resultados de Eleições, o Divulga.

MINISTÉRIO LIBERA MAIS R$ 75 MILHÕES PARA O RAMAL DO AGRESTE

O Ministério do Desenvolvimento Regional autorizou nesta sexta-feira (5) a liberação de mais R$ 75 milhões para as obras do Ramal do Agreste que levará água a quase 2 milhões de pessoas em 68 cidades no interior de Pernambuco.

Segundo a assessoria do ministro Gustavo Canuto, com mais este aporte os investimentos do Governo Federal no empreendimento somam R$ 275 milhões somente eeste ano. Além disso, 2.600 trabalhadores estão empregados nesta etapa do projeto.

Com mais de 70 quilômetros de extensão, o Ramal do Agreste terá 13 trechos de canais, cinco aquedutos e sifões, seis túneis, uma estação de bombeamento, uma adutora e duas barragens. As obras receberão, ao todo, R$ 1,1 bilhão em investimentos federais.

Para abastecer parte do Agreste e Sertão do Estado, o Ramal levará as águas do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, que hoje já atendem a mais de um milhão de pessoas em 38 cidades da Paraíba e de Pernambuco, mesmo em fase pré-operacional.

No outro eixo do Projeto São Francisco, o Norte, as obras apresentam 97% de execução física. No entanto, todas as grandes estruturas para condução da água aos estados beneficiados estão prontas – estações elevatórias, túneis, aquedutos e outras. A expectativa do MDR é concluir os trabalhos no Eixo Norte no segundo semestre deste ano.

JARBAS PERMANECE COM O CONTROLE ABSOLUTO DO MDB PERNAMBUCANO

O MDB de Pernambuco realizará neste sábado (6), a partir das 9h, sua convenção estadual, que manterá o partido sob controle absoluto do senador Jarbas Vasconcelos.

A chapa única será encabeçada pelo deputado federal Raul Henry, que deverá ser reeleito presidente do partido.

Suplente do senador Jarbas Vasconcelos, Fernando Dueire ocupará a primeira vice-presidência. Já os senadores Jarbas e Fernando Bezerra Coelho serão primeiro e segundo vogais, respectivamente. O deputado estadual Tony Gel ficará como terceiro vogal.

A entrada do senador Fernando Bezerra não alterou a correlação de forças no partido, que vai permanecer nas mãos de um presidente conciliador.

Confira a chapa:

Presidente: Raul Henry
1º Vice-presidente: Fernando Dueire
2º Vice-presidente: Alexandre Férrer de Moraes
3º Vice-presidente: Marta Guerra
Secretário-geral: Bruno Lisboa
Secretário-geral adjunto: Murilo Cavalcanti
1º Tesoureiro: Gustavo Carneiro Leão
2º Tesoureiro: Gabriel Cavalcante
1º Vogal: Jarbas Vasconcelos
2º Vogal: Fernando Bezerra Coelho
3º Vogal: Tony Gel
4º Vogal: Petrônio Siqueira

MARCOS FREIRE FILHO SE FILIA À REDE E PODE DISPUTAR A PREFEITURA DE OLINDA


O Médico Marcos Freire Júnior, filho do ex-senador e ex-ministro Marcos Freire, vai se filiar neste sábado à Rede Sustentabilidade em Olinda e poderá disputar as próximas eleições em oposição ao prefeito Professor Lupércio (SD).

A filiação ocorrerá ocasião da segunda roda de conversa, intitulada “Olinda: Construindo um Projeto Sustentável” na calçada da sede do Bloco Motorista em Folia na PE-15 (saída da Avenida Joaquim Nabuco, na altura da entrada do 7o. RO).

Haverá uma visita guiada no canteiro da PE-15 onde um grupo de moradores plantou 1.500 árvores frutíferas e ornamentais. “A ideia da roda de conversa é construir, coletivamente, um programa de governo, dentro da lógica da sustentabilidade, para a cidade de Olinda”, disse Clécio Araújo, porta-voz da Rede Sustentabilidade em Pernambuco.

Marcos Freire, pai, elegeu-se prefeito de Olinda em 1968, porém renunciou ao mandato em protesto contra a cassação do seu vice.

TERCEIRO COMPAZ DO RECIFE FICARÁ NO BAIRRO DO COQUE

O prefeito Geraldo Júlio e o governador Paulo Câmara autorizaram nesta sexta-feira (5) a conclusão do Compaz Dom Hélder Câmara, localizado na comunidade do Coque, na Ilha de Joana Bezerra, no Recife.

O novo Compaz vai atender aos bairros da área central da cidade. O investimento é de R$ 3.9 milhões, com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2020.

O secretário municipal de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti, que trouxe esse equipamento para Pernambuco, copiado da Colômbia, esteve presente à solenidade. 

O novo Compaz foi projetado dentro do mesmo conceito das outras duas unidades existentes, que são os Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro, e  Compaz Governador Eduardo Campos, no bairro do Alto Santa Terezinha. Os dois equipamentos em atividade, além de garantir cidadania, oportunidades e transformar a realidade das regiões onde estão inseridos, já demonstram resultados efetivos na redução dos índices de violência.

O Ariano Suassuna registrou 40% de redução nos homicídios no seu entorno, enquanto o bairro do Alto Santa Terezinha, onde fica o Compaz Eduardo Campos, não registrou nenhum homicídio em 2018. 

O Governo do Estado segue como parceiro do empreendimento. Do valor total a ser investido, R$ 3.5 milhões são verba do Estado de Pernambuco e R$ 399 mil é contrapartida da Prefeitura.

“Esse equipamento do Coque tem um simbolismo muito grande. O Coque foi estigmatizado como uma área muito violenta, quando na verdade foi uma área violentada nos seus direitos. Agora o prefeito Geraldo Julio resgata esse braço cultural e pedagógico do Coque, ofertando um equipamento de altíssima qualidade, que vai transformar a vida das pessoas. Consolidado em Recife, um modelo que o Brasil inteiro tem vindo aqui se inspirar no que estamos fazendo. E o que queremos e o que estamos  fortalecendo  é a relação social da prefeitura com as comunidades que mais precisam”, declarou Murilo Cavalcanti.

CÂMARA DO RECIFE ENTRARÁ EM RECESSO A PARTIR DE SEGUNDA
 
A partir da próxima segunda-feira (7), a Câmara Municipal do Recife estará em recesso parlamentar previsto no artigo 12 da Lei Orgânica do Município.

A paralisação temporária das atividades ocorrerá também em todas as câmaras municipais do país, segundo a assessoria do vereador-presidente Eduardo Marques (PSB).

O recesso parlamentar ocorre duas vezes ao ano, em julho e no final de dezembro. O diretor do Departamento Legislativo da Câmara Municipal, Paulo Rogério Nascimento, disse que durante a paralisação não haverá atividades no plenário.

“Ficarão suspensas as reuniões ordinárias e das Comissões Temáticas, audiências públicas e solenidades. Mas todos os serviços e departamentos do legislativo municipal estarão funcionando normalmente, inclusive para recebimento de projetos de lei, resoluções, decretos legislativos e requerimentos”, disse o diretor.

A Câmara Municipal do Recife retomará seu trabalhos no dia primeiro de agosto e primeira reunião ordinária deste semestre está prevista para acontecer no dia cinco.

OPOSIÇÕES DE SERTÂNIA EXIGE RESPEITO AO EX-PREFEITO GUGA LINS

A propósito da prisão, ontem (4), em Maceió, pela Polícia Federal, do ex-prefeito Guga Lins (PSDB), as Oposições de Sertânia divulgaram hoje (5) a seguinte nota oficial:

  1. As oposições de Sertânia vêm de público esclarecer que como um grupo político que acredita nas instituições democráticas e que luta com entusiasmo para fortalecê-las, também igualmente acredita que a execração pública contra qualquer cidadão apenas acusada de um possível crime não deve ocorrer, já que a culpabilidade ainda não está comprovada, haja vista, segundo apurado, tudo ainda se encontra em fase de investigação.
  2. A espetacularização nas prisões e o desrespeito na invasão, pela madrugada das casas de pessoas e políticos reconhecidamente idôneos, inclusive de um casal de idoso, pai e mãe do ex-prefeito Guga Lins, causou espanto e horror a todos, já que se trata de pessoas de famílias tradicionais de Sertânia com  emprego e residências fixas e até onde se sabe, jamais iriam interferir nessa tal investigação, portanto não se atrapalha ou interfere no que não se conhece. Todos foram pegos de surpresa e certamente como citamos acima, acreditamos no poder da justiça, que de forma sapiente e isenta julgará.  
  3. É preciso deixar claro a toda população que nada justifica a violência aplicada para concretizar uma operação policial contra cidadãos, nada, ainda mais quando as investigações estão passíveis de conclusão, sendo assim, todos são inocentes até que se prove o contrário, todos. Já que para se comprovar culpabilidade há de se exceder todas s instâncias legais, transitando assim em julgado, enquanto isso não acontecer, não há culpados. Condenar e execrar todos publicamente com antecedência da apuração dos fatos parece-nos leviano e politicamente incorreto, sendo, portanto cruel e vil, jamais podendo fazer parte de qualquer jogo político. Que o ódio não cegue o bom senso.
  4. Vamos aguardar os resultados com a mesma responsabilidade que tivemos ao denunciar outros fatos igualmente graves que ocorreram em Sertânia no âmbito da administração pública municipal e certamente também serão alvos de duras investigações, se também terão a espetacularização que vimos nesta que culminou na prisão do ex-prefeito Guga e outros integrantes do nosso grupo, só o tempo dirá.
  5. Quanto aos nossos pares, homens de bem, de valor e com serviços prestados a Sertânia, acreditamos firmemente na presunção de Inocêncio de todos eles, inocência que certamente virá no final das apurações.
  6. Reiteramos mais uma vez que estamos como sempre estivemos do lado da legalidade e da justiça, que cega e isenta fará suas vezes, mas reafirmamos aqui com veemência, não concordamos com nenhuma forma de violência no intuito de promover esta própria justiça.

BOLSONARO ESCOLHE FILHO DE EX-MINISTRO DO STF PARA MINISTRO DO TSE

O presidente Jair Bolsonaro nomeou ontem o advogado Carlos Mário Velloso Filho para ocupar o cargo de ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral representando a classe dos juristas. O pai, Carlos Velloso, foi ministro do Supremo Tribunal Federal

A nomeação, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira,  visa ao preenchimento da vaga deixada pelo ministro Sérgio Banhos ao se tornar ministro efetivo em abril deste ano.

Carlos Mário Velloso Filho é formado em Direito pela Universidade de Brasília (UnB) e já atuou como conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB 1995/1998) e como vice-presidente da OAB/DF (2001-2003). Atualmente integra o Conselho Superior do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) e o Conselho Curador do Instituto Victor Nunes Leal (IVNL). 

Também é autor de diversas publicações e é palestrante regular em temas relacionados com a prática do Direito perante Tribunais Superiores brasileiros.

O Tribunal Superior Eleitoral é composto por sete ministros titulares, sendo que três são provenientes do Supremo Tribunal Federal, dois são do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois são da classe dos advogados. Cada um desses últimos nomeados pelo presidente da República a partir de lista tríplice elaborada e encaminhada pelo STF.

FAUSTÃO ATUOU COMO “MEDIA TRAINING” DE SÉRGIO MORO

A revista “Veja” noticiou em seu site nesta sexta-feira (5) que o apresentador de TV Fausto Silva, o “Faustão”, atuou como “media training” do então juiz Sérgio Moro e para que ele pudesse se comunicar melhor com os brasileiros durante a Operação Lava Jato.

A matéria foi feita em parceria com o site “The Intercept Brazil”, que teve acesso a diálogos do juiz com os procuradores, entre eles Deltan Dallagnol.

O trecho publicado revela que no dia 7 de maio de 2016, Moro contou ao procurador Dallagnol ter sido procurado por Faustão, que o cumprimentou pelo trabalho e lhe deu conselhos. 

“Ele disse que vcs nas entrevistas ou nas coletivas precisam usar uma linguagem mais simples. Para todo mundo entender. Para o povão. Disse que transmitiria o recado. Conselho de quem está a (sic) 28/anos na TV. Pensem nisso”, escreveu Moro. Procurado pela revista, Fausto Silva confirmou o encontro com Moro e o teor da conversa.

De acordo ainda com a revista, Moro orientou os procuradores a anexar provas para fortalecer a parte acusatória num processo. Uma troca de mensagens mostra Dallagnol avisando à procuradoraLaura Tessler que Moro o teria avisado sobre a falta de uma informação na acusação contra um réu acusado de ser um dos principais operadores de propina no esquema de corrupção da Petrobras. O réu era Zwi Skornicki, representante da Keppel Fels, estaleiro que tinha contratos com a estatal. 

“No caso do Zwi, Moro disse que tem um depósito em favor do (Eduardo) Musa (ex-funcionário da Petrobras) e, se for por lapso que não foi incluído, ele disse que vai receber amanhã e dá tempo. Só é bom avisar ele”, escreveu Dallagnol. “Ih, vou ver”, escreveu a procuradora.

No dia seguinte, o MPF incluiu um comprovante de depósito de US$ 80 mil feito por Skornicki a Musa e Moro, logo depois, aceita a denúncia e cita o documento que havia pedido na decisão.

A revista revela também mensagens enviadas na noite do dia 12 de junho de 2017, nas quais o procurador Ronaldo Queiroz cria um grupo no aplicativo para avisar que foi procurado pelo advogado do ex-deputado Eduardo Cunha para iniciar uma negociação de delação premiada. 

Queiroz afirma que as revelações poderiam ser de interesse dos procuradores de Curitiba, Rio de Janeiro e Natal, onde corriam ações relacionadas ao político. Queiroz afirma esperar que Cunha entregue no Rio de Janeiro, pelo menos, um terço do Ministério Público estadual, 95% dos juízes do Tribunal da Justiça, 99% do Tribunal de Contas e 100% da Assembleia Legislativa.

Pouco tempo depois, Moro enviou uma mensagem a Dallagnol questionando a delação. Esceveu: “Rumores de delação do Cunha… Espero que não procedam”. Dallagnol responde que são “só rumores que não procedem”, e ainda diz a Moro que, “sempre que quiser, vou te colocando a par”. O ex-juiz responde que é contra a delação de Cunha e agradece se o procurador o mantiver informado. 

“Veja” também revela um trecho no qual Dallagnol, em 13 de julho de 2015, comenta com os colegas do MPF que se encontrou com o ministro Edson Fachin (STF). “Caros, conversei 45 minutos com o Fachin. Aha, uhu, o Fachin é nosso”, escreveu o procurador.

Por meio de nota, o ministro Sergio Moro diz que “não reconhece a autenticidade de supostas mensagens obtidas por meios criminosos e que podem ter sido adulteradas total ou parcialmente”. E lamenta que a revista não tenha encaminhado cópia das mensagens antes da publicação.

“Mais uma vez, não se reconhece a autenticidade das supostas mensagens atribuídas ao então juiz. Repudia-se ainda a divulgação distorcida e sensacionalista de supostas mensagens obtidas por meios criminosos e que podem ter sido adulteradas total ou parcialmente, sem que previamente tenha sido garantido direito de resposta dos envolvidos e sem checagem jornalística cuidadosa dos fatos documentados, o que, se tivesse sido feito, demonstraria a inconsistência e a falsidade da matéria. Aliás, a inconsistência das supostas mensagens com os fatos documentados indica a possibilidade de adulteração do conteúdo total ou parcial delas”, diz a nota do Ministério da Justiça.

ASSOCIAÇÃO DOS PROCURADORES ENTREGA LISTA TRÍPLICE A BOLSONARO

O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta sexta-feira (5) a lista com os nomes dos três procuradores mais votados na eleição para a escolha do substituto da procuradora geral da República Raquel Dodge.

Durante conversa com o presidente da Associação Nacional de Procuradores da República, o paraibano Fábio George Cruz da Nóbrega, Bolsonaro não se comprometeu a indicar um nome da lista, tradição que se mantém desde o governo do presidente Lula.

A lista é composta pelos subprocuradores Mário Bonsaglia e Luiza Frischeisen e o procurador-regional da República Blal Dalloul, mas o presidente não é obrigado a respeitá-la.

PSDB DE SÃO PAULO DEFENDE EXPUSLÃO DE AÉCIO NEVES

O PSDB de São Paulo aprovou uma moção nesta sexta-feira (5) defendendo a expulsão do deputado Aécio Neves (MG) dos quadros do partido. A moção será encaminhada ao diretório nacional que tem como presidente o ex-deputado pernambucano Bruno Araújo.

Aécio é alvo investigado desde 2017 quando vieram à tona gravações de conversas dele com o empresário goiano Joesley Batista. O então senador teria pedido R$ 2 milhões ao empresário para pagar a advogados que faziam sua defesa. 

Horas depois da decisão do PSDB de São Paulo, o diretório da legenda em Belo Horizonte divulgou nota criticando a aprovação da moção e questionando a situação do prefeito de SP, Bruno Covas, que também responde a denúncias de irregularidades. 

“O diretório do PSDB de BH manifesta sua indignação com a manifestação oportunista do diretório do PSDB de São Paulo e sugere que antes de apontar seu dedo para membros do partido de outro estado, cuja atuação desconhecem, se preocupem em pedir sanções para os membros do partido em SP envolvidos em denúncias extremamente graves. Em especial em relação ao prefeito Bruno Covas, réu por improbidade administrativa”, diz a nota dos tucanos mineiros.