Prefeito de Serra Talhada critica governador que pertence ao seu partido

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), pronunciou-se por meio de nota sobre a chacina de Milagres (CE), na última sexta-feira, que resultou na morte, pela Polícia cearense, de 14 pessoas, cinco das quais do município sertanejo. Elas foram feitas reféns e acabaram assassinadas pela PM do cearense junto com bandidos que arrombaram uma agência bancária da cidade.

Confira a nota do prefeito:

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), agiu de forma equivocada ao falar sobre a tragédia que vitimou o empresário João Batista Magalhães e mais quatro pessoas da sua família, inclusive o seu filho de 14 anos. 

Como foi amplamente noticiado, João Batista e sua família retornavam do aeroporto de Juazeiro do Norte, trajeto feito por muitos de nós sertanejos, que fazemos uso dos voos que decolam e pousam no município cearense. 

Repudio com indignação e veemência as insinuações do Governador do Ceará, e informo-lhe que as pessoas que foram vítima deste trágico e lamentável episódio eram cidadãos de bem e muito queridos em Serra Talhada. 

O Governador devia buscar informar-se melhor dos fatos antes de tecer um comentário tão infeliz, que causou revolta em todos os serra-talhadenses, chocados e consternados com essa tragédia que nos deixou profundamente abalados. 

Espero, sinceramente, que o Governador do Ceará, Camilo Santana, se retrate com a família e com o nosso povo, e tenha mais sensibilidade quando for expor suas opiniões.