Prefeito de Camaragibe será investigado pelo Ministério Público

O prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB), será investigado pelo Ministério Público de Pernambuco por ter obrigado os ocupantes de cargos em comissão na prefeitura a assistirem a um show da cantora Taty Dantas, que é sua namorada.

O MPPE decidiu investigá-lo após o vazamento de um áudio em que o prefeito determina aos seus assessores de confiança que comparecessem a uma prévia carnavalesca realizada no último domingo (18) na qual sua “futura esposa” se apresentaria.

Ele disse no áudio que iria mandar filmar o local do evento para ver quem cumpriu e deixou de cumprir sua determinação. Quem não comparecesse ao show seria exonerado. O MPPE vai investigar possível prática de improbidade administrativa.

A noiva do prefeito se apresentou no bloco carnavalesco “Canário Elétrico”, idealizado pelo advogado e secretário municipal de Educação Denivaldo Freire.

No áudio convocando os ocupantes de cargos em comissão para participarem do evento, o prefeito afirma: “Vou fazer um cordão de isolamento ao redor do trio (elétrico) só para ficarem os cargos comissionados. Então, por favor, divulguem e multipliquem. A gente vai filmar e eu vou contar quantos cargos comissionados foram”.

E conclui: “Eu sei que tem gente que não gosta de carnaval, mas minha noiva vai cantar, a minha futura esposa. Depois que ela cantar as músicas dela, está todo mundo liberado, mas eu quero todo mundo a partir de meio-dia”.