Os 100 dias do governo Paulo Câmara segundo sua assessoria

Coluna Fogo Cruzado – 10 de abril de 2019

O governador Paulo Câmara (PSB) completa nesta quarta-feira (10) os 100 primeiros dias do seu segundo mandato, mas nem pôde conversar com a imprensa sobre o fato porque viajara a Brasília para uma audiência com o ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional).

À sua falta, a assessoria de imprensa encarregou-se de fazer o balanço desse período, enumerando os fatos que achou relevantes destacar. Ei-los:

Gestão marcada “por um intenso ritmo de trabalho, com o início de obras, entregas de novos equipamentos e a realização de ações que promovem a melhoria da qualidade de vida da população”.

Os destaques, segundo a assessoria de imprensa, foram “a geração de empregos, recursos hídricos, educação, infraestrutura, segurança e assistência social”, além da garantia da 13ª parcela dos beneficiários do Bolsa Família.

“Pernambuco deu passos importantes para a geração de emprego e renda, com uma série de anúncios e abertura de operações. A rede supermercadista Novo – Atacado e Varejo – divulgou o investimento de R$ 500 milhões para a implantação de lojas do grupo em diferentes cidades pernambucanas, o que vai contribuir para a geração de 4,5 mil empregos (até este investimento privado entrou na contabilidade governamental).

“Empresas áreas como a Azul e a Gol lançaram novos vôos e outras, como a Aché Laboratórios, Camil Alimentos e o Grupo Petrópolis estão investindo em ampliações e novas instalações. Esses empreendimentos vão possibilitar a criação de aproximadamente 600 novos postos de trabalho” (mais investimentos privados na conta do governo).

“A segurança pública seguiu apresentando expressivas reduções nos números da violência. Os primeiros meses de 2019 mostram uma queda superior a 23,2% no número de homicídios, em relação ao mesmo período do ano anterior. Isso representa a maior diminuição nos registros de Crimes Violentos Letais Intencionais desde a criação do Programa ‘Pacto Pela Vida’, em 2007”.

Agora o carnaval: “Foi neste início de 2019 que Pernambuco registrou o Carnaval mais seguro dos últimos anos, com uma redução de 42% nos Crimes Violentos Contra o Patrimônio em relação a 2018. A partir de um investimento de R$ 9,5 milhões de recursos extras para a segurança no período carnavalesco, a Secretaria de Defesa Social disponibilizou mais de 52 mil postos de trabalho, assegurando a tranquilidade dos foliões”.

“No setor de recursos hídricos, o governo inaugurou a Adutora do Moxotó e a 1ª etapa da Adutora do Agreste, favorecendo o abastecimento das cidades de Arcoverde, Pedra, Venturosa, Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Caetano e São Bento do Una com águas do Rio São Francisco”. (nenhum crédito ao governo federal, de onde veio a maioria dos recursos).

Início da construção da adutora que vai abastecer o município de Custódia, a partir do Reservatório do Moxotó, e do Sistema de abastecimento de água do distrito de Rio da Barra, município de Sertânia. O investimento é da ordem de R$ 36 milhões.

Início da distribuição de água nos distritos de Igrejinha, em Tacaimbó, e de Cabanas, em Cachoeirinha, ambos no Agreste do Estado. Três mil habitantes serão beneficiados. O sistema contemplou a implantação de 9 km de adutoras e rede de distribuição, com um investimento de R$ 1 milhão.

Na área da Saúde, o governo “recepcionou” 1.373 novos residentes que irão atuar nas unidades da rede estadual. Ao todo, serão investidos pela administração R$ 81 milhões na formação especializada dos profissionais.

Na Educação, foi anunciada a construção de 24 novas escolas de tempo integral, elevando para 410 as unidades de ensino nessa modalidade, sendo 366 Escolas de Referência em Ensino Médio e 44 Escolas Técnicas Estaduais.

O programa “Ganhe o Mundo” enviou 656 alunos da rede estadual para intercâmbio no exterior. Além disso, o governo garantiu 1.000 vagas para estudantes no programa de acesso ao ensino superior e bancou passagens aéreas para 16 atletas e paratletas participarem de disputas fora do Estado

Criação de mais três Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher e suspensão ou restrição do porte de armas de agressores enquadrados na Lei Maria da Penha.

Determinação ao DER para a retomada das obras de recuperação de um trecho da BR 101, numa extensão de 30,7 Km. E início das obras para o embutimento da iluminação pública do Sítio Histórico de Igarassu, investimento de R$ 1,7 milhão.

Agenda do governador com os embaixadores de países europeus, americanos e asiáticos, encontros com os ministros do Desenvolvimento Regional, Educação, Infraestrutura e Economia e participação em debates sobre a reforma da previdência com colegas de todas as regiões e, em São Luís (MA), com outros governadores do Nordeste, compartilhando do movimento que resultou na criação do “Consórcio Nordeste”.

Reuniões de trabalho com os parlamentares pernambucanos para “realinhar” as prioridades do Estado para os próximos quatro anos. Entre as pautas, os Portos do Recife e de Suape, a manutenção e a ampliação dos projetos de irrigação no Sertão, a Adutora e o Ramal do Agreste e a requalificação de estradas.

Por fim, reunião com os integrantes do novo secretariado para “apresentar o modelo de gestão e metas do novo governo”.

É isso aí.

DA MESMA ESCOLA DE OLAVO

Empossado nesta terça-feira (9), o novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, é da mesma escola do seu antecessor: fã assumido do pensador de ultra direita Olavo de Carvalho. Ele disse em seu discurso de posse que não é “radical” e que tem “experiência em gestão”, já tendo visitado várias universidades estrangeiras, inclusive na China. Tomara que dê certo, mas está mais para “Veléz 2” do que para Paulo Renato Souza, o excelente ministro de FHC e criador do ENEM.

SEM PARTIDO

O novo ministro, que era assessor de Onix Lorenzoni (Casa Civil), fez questão de deixar claro que não tem filiação partidária e até fez elogios ao antecessor dizendo o seguinte: “Velez é muito inteligente, mas, dadas as circunstâncias, a gente não está conseguindo entregar (os resultados) no ritmo esperado”. Disse também que um técnico de futebol dificilmente “não fazer uma ou outra modificação, não porque (o jogador) seja ruim ou seja bom, mas simplesmente porque naquele momento ele não está adequado para aquela função.”

CRENÇA NO FUTURO

Do presidente Jair Bolsonaro na posse do novo ministro da Educação: “No final do nosso mandato, se Deus quiser, em 2022, (que) nós possamos ter uma garotada que não esteja ocupando os últimos lugares do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos), uma prova internacional que se faz com a molecada desde a nova série do ensino fundamental, na faixa dos 15 anos de idade. Nós queremos que não mais 70% dessa garotada não saiba fazer regra de três simples, não saiba interpretar texto, não saiba perguntas básicas de ciências”.

PACTO PARA BOI DOMIR

Ontem, na Marcha dos Prefeitos a Brasília, Bolsonaro e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), defenderam um novo “pacto federativo” para que haja em nosso país “mais Brasil e menos Brasília”. O presidente da Amupe, José Patriota (PSB), que estava lá, não gostou do discurso do presidente. Além de curto (8 minutos), foi vago.

EM QUEDA LIVRE

Pesquisa realizada pela XP Investimentos, divulgada nesta terça-feira (9), revela que o presidente Bolsonaro está perdendo prestígio no Congresso Nacional. Segundo o levantamento, 55% dos deputados, entre eles o pernambucano André de Paula (PSD), consideram ruim/péssima a relação da Câmara com o Palácio do Planalto. Em fevereiro esse percentual era de apenas 12%. Foram ouvidos 201 deputados entre os dias 26 de março e 4 de abril. A mesma pesquisa constatou que apenas 16% dos parlamentares consideram essa relação ótima ou boa. Em fevereiro o percentual era 57%.

GRANDES FORTUNAS

O prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), encampou a ideia de que a instituição de um “imposto sobre grandes fortunas” resolveria o problema fiscal do Brasil. Esquece que o dono da “grande fortuna” pode transferir seu dinheiro para um paraíso fiscal com um simples toque no celular. 


MAIS UM NO ARQUIVO

Raquel Dodge pediu ontem o arquivamento de um inquérito que investigou o senador Renan Calheiros (MDB-AL) por suposto recebimento de propina num contrato de alienação da companhia elétrica argentina Transener. Em 2006, a Petrobras fechou um acordo para vender metade de sua participação na Citelec, sociedade que controla 52,65% da Transener, ao fundo de investimento americano Eton Park. O governo argentino não aprovou a operação e a Petrobras vendeu o seu pedaço à estatal Enarsa e à Electroingeniería por US$ 54 milhões. O inquérito foi instaurado com base na delação de Fernando Antonio Soares, o “Fernando Baiano”. E, assim, o senador alagoano livrou-se de mais uma.

DURA NA QUEDA

Mesmo ameaçada de expulsão de Petrolina pelo prefeito Miguel Coelho (PSB), a Compesa continua fazendo investimentos no município. Os moradores do bairro Cidade Universitária já estão usufruindo de esgotamento sanitário realizado pela companhia. Foram implantados 4 mil metros de rede coletora e de rede condominial, com investimento de R$ 200 mil. O prefeito continua dizendo que a empresa investe pouco no município, fato que é negado pelo presidente Roberto Tavares.

BOAS VINDAS

Deputados da bancada federal pernambucana fizeram questão de recepcionar em Brasília, nesta terça-feira (9), os prefeitos que participaram da XII “Marcha” organizada pela CNI para defender a “pauta municipalista”. Um dos gabinetes mais visitados foi o do deputado Fernando Monteiro (PP), que tem aliança com mais de uma dezena de prefeitos.

CONSÓRCIO NORDESTE

Caiu para a deputada Fabíola Cabral (PSB), na Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, a relatoria do projeto de autoria do governador Paulo Câmara que ratifica o protocolo de intenções firmado entre os Estados Pernambuco, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe para constituição de Consórcio Nordeste. Seu objetivo é compartilhar a compra de serviços e a realização de obras. O Consórcio foi criado no dia 14 do mês passado durante o Fórum de Governadores do Nordeste que se realizou em São Luís (MA). O protocolo tem que ser ratificado pelas Assembleias Legislativas dos nove Estados.

FRENTE DA SEGURANÇA

A Alepe instalou nesta terça-feira (9) a Frente Parlamentar da Segurança Pública que tem como presidente o deputado Fabrízio Ferraz (PHS). Seu objetivo é oferecer sugestões para aprimorar o programa “Pacto pela vida”. O deputado, que é tenente-coronel da PM, considera importante o monitoramento das ações de prevenção e combate à violência, inserindo o parlamento estadual nesse debate.

MAIS AMBULÂNCIAS

A prefeita Raquel Lyra (PSDB) entregou aos moradores de Caruaru neste início de semana 11 novas ambulâncias, além dois novos equipamentos de saúde bucal aos moradores do bairro Maria Auxiliadora. A expectativa é que sejam atendidos, em média, 500 pacientes por mês numa área que tem 8.600 pessoas atendidas pelas Unidades de Saúde da Família do bairro.

PROTESTO CONTRA PÁDUA

Por não estar conseguindo ser recebido pelo secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua,  o vereador recifense Chico Kiko (PP) fez um discurso de protesto na Câmara Municipal e recebeu a solidariedade dos colegas Maguari (PSB) e Almir Fernando (PCdoB). Kiko disse que há 90 dias tenta uma reunião com o secretário e não consegue ser atendido. “Ele se tornou inacessível. Em fevereiro, eu tinha uma reunião marcada mas um dia antes ele cancelou dizendo que tinha uma viagem para Salvador”.

PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO

Ao ser indicado como novo líder do PSB na Assembleia Legislativa, o deputado Sivaldo Albino recebeu mais um empurrão do partido para construir sua candidatura a prefeito de Garanhuns no próximo ano, em oposição ao candidato do prefeito Izaías Régis (PTB). Ele já foi vereador em sua cidade e presidente da Câmara e também é vice-líder da bancada governista na Alepe.

PARA O AMIGO ZECA

Bilhete do ex-presidente Lula ao deputado Zeca Dirceu (PT-PR) por ter chamado o ministro da Economia, Paulo Guedes, de “tchutchuca”, numa reunião da CCJ da Câmara Federal: “Querido Zeca, estou muito orgulhoso da sua bancada do PT, que teve um papel extraordinário no debate sobre a previdência com o Guedes, ‘o destruidor dos pobres’. Zeca, parabéns por compará-lo a uma ‘tchutchuca’ na relação dele com os empresários. Eu fiquei tão orgulhoso de você, que vou aprender a música da ‘tchutchuca e o tigrão’. Kkkk. Abraços, Lula”.