0

Mansur prevê que Temer terá na CCJ entre 39 e 42 votos

Aliado do Palácio do Planalto, o deputado federal Beto Mansur (PRB-SP) prevê que a segunda denúncia do Ministério Público Federal contra o presidente Michel Temer por organização criminosa e obstrução à justiça deverá ser rejeitada na Comissão de Constituição e Justiça.

Segundo ele, dos 66 membros da Comissão, entre 39 e 42 deverão votar a favor do relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que recomendou ao plenário a rejeição da denúncia.

“Podemos ter entre 39 e 42 votos favoráveis ao governo. Isso porque se a líder do PSB, deputada Tereza Cristina (MS), deixar a liderança e o partido bandear-se para a esquerda, nós vamos perder dois votos (Danilo Forte e Fábio Garcia). Se ela permanecer, até porque é o líder que indica, nós manteremos dois votos dos quatro do PSB. Também existe a possibilidade de termos votos do PSDB, que compõe a comissão, em função do trabalho que foi feito pelo relator”, declarou Beto Mansur.

Esta é a segunda vez que o presidente da República é denunciado ao STF em decorrência de investigações na Operação Lava Jato. Da primeira vez, ele foi denunciado por corrupção passiva. Mas a denúncia foi recusada pela maioria do plenário.

O parecer foi de autoria do deputado Paulo Abi Ackel (PSDB-MG).

Deixe uma resposta

Inaldo Sampaio