Lula completa neste domingo um ano de prisão em Curitiba

Coluna Fogo Cruzado – 6 de abril de 2019

1 – O ex-presidente Lula completará neste domingo, dia 7, um ano de encarceramento numa sala da Polícia Federal, em Curitiba. Ele foi preso pela Operação Lava Jato por sentença do então juiz Sérgio Moro, confirmada posteriormente pela segunda e a terceira instâncias.

2- Ele continua dizendo que é inocente e que não cometeu nenhuma irregularidade, mas não é esta a opinião da Polícia Federal nem do Ministério Público, que o denunciou por corrupção passiva e lavagem de dinheiro..

3= O ex-presidente continua sendo o maior líder popular do país, mas o seu prestígio está em queda dentro do próprio PT.

4- O Partido dos Trabalhadores ensaiou recentemente a retomada da campanha “Lula livre”, mas parece ter desistido por falta de aderentes.

5- O ex-presidente realizou muito pelos pobres do Brasil, mas também cometeu muitos erros, sendo o mais grave deles a indicação de Dilma Rousseff como candidato à sua sucessão em 2010.

6- Dilma fez um governo desastroso, tanto que não conseguiu reunir sequer um terço dos deputados federais para evitar o seu impeachment.

7- Atirou o Brasil na maior recessão de sua história, legando ao seu vice, Michel Temer, uma economia estagnada e 11 milhões de desempregados.

8- Temer começou a consertar os erros de sua antecessora, porém foi denunciado por corrupção e nunca mais acertou o passo. Já é réu em quatro processos.

9- Logo, logo, o STF irá decidir se mantém Lula preso em Curitiba ou se o transfere para prisão domiciliar em São Bernardo do Campo (SP).

10- Em casa, ele terá oportunidade de, pelo menos, conviver com filhos e netos, regalia que já foi concedida e outros réus da Lava Jato, entre eles o delator Antonio Palocci.

É isso ai.

ELE NÃO ESTAVA LÁ

Não está encerrada a discussão sobre se houve ou não golpe militar no Brasil em 31 de março de 64. Vejam o que escreveu, hoje (5), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso: “O presidente atual (Bolsonaro) disse que não houve golpe. É que ele não estava lá”. O comentário foi feito na Universidade de Harvard. De fato, Bolsonaro não era militar naquela época. Tinha apenas 10 anos de idade de morava no interior de SP.

DESCRENÇA NA DEMOCRACIA

FHC também declarou que a democracia representativa está em crise não apenas no Brasil, mas no mundo todo. E citou o que houve entre nós de 1989 para cá. “Ocorreu o impeachment do ex-presidente Fernando Collor, o ex-presidente Lula está na cadeia e houve o impeachment da ex-presidente Dilma. Alguma coisa está mal, pois não conseguimos que os governos fossem capazes de processar as demandas políticas e sociais”.

CANAL DE COMUNICAÇÃO

Com atraso de alguns anos, o Palácio do Planalto inaugurou nesta sexta-feira (5) a sua Ouvidoria para receber sugestões e críticas dos brasileiros. Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro fez um desabafo: “Não nasci para ser presidente, nasci para ser militar”.

CAFÉ COM A IMPRENSA

Bolsonaro ofereceu um café da manhã, nesta sexta-feira (5), a chefes de redação e colunistas de jornais e emissoras de TV de várias partes do Brasil. A apresentadora Luciana Gimenez roubou a cena e fez várias perguntas ao presidente sobre a reforma previdenciária. Em seguida, lembrou que o presidente, quando ainda era deputado federal, participou diversas vezes do programa “Superpop” que apresenta na Rede TV.

NOVA DIREÇÃO

A partir da próxima segunda (8), a Secretaria de Comunicação da Presidência da República terá novo comando. O novo chefe será o empresário Fábio Wajngarten em lugar do publicitário Floriano Amorim, que acompanha Bolsonaro desde os tempos em que ele era deputado. Esta Secom só funcionou de fato quando esteve sob o comando de jornalistas, entre eles Franklin Martins (ex-TV Globo).

ADEUS, MAJOR!

Bolsonaro está-se dando conta de que cometeu um erro bobo ao escolher um deputado de primeiro mandato – Major Vitor Hugo (PSL-GO) – para ser o líder do governo na Câmara Federal. O major não tem diálogo com os outros lideres dos partidos que não estão na oposição e por isso deverá ser substituído. A oposição é feita pelo PT, PCdoB, PSOL, PDT e PSB.

EMISSORA OFICIAL

No momento em que a Rádio Frei Caneca se consolida, no Recife, com uma excelente programação musical, o governo de Minas decide fechar a Rádio Inconfidência AM, segundo informou o secretário da Cultura Marcelo Matte. A Inconfidência AM é a rádio mais antiga de Minas. Tem 82 anos e um sinal que alcança todos os municípios do Estado. A Frei Caneca foi colocada no ar pelo prefeito Geraldo Júlio (PSB).

TODOS DESPROVIDOS

Os advogados do ex-presidente Lula andam meio desanimados, porque até agora todos os recursos que ajuizaram no Superior Tribunal de Justiça e no STF (cerca de 50) foram desprovidos. E olha que Lula e Dilma nomearam a maioria dos ministros da Suprema Corte, entre eles Luiz Fux, Rosa Weber e Édson Fachin.

CONSELHO POLÍTICO

Todo governo quando começa a perder apoio parlamentar inventa de criar um “conselho político” para dar voz a seus aliados. É que o Bolsonaro estaria também pretendendo fazer após receber no Palácio do Planalto os presidentes do PSDB, DEM, PSD, PP, PRB e MDB. De todos, o que mais recebeu carinho do presidente foi o prefeito de Salvador, ACM Neto, presidente nacional do Democratas.

BILHETE AZUL

Se até a próxima segunda-feira (8) o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues, não pedir exoneração, o presidente Jair Bolsonaro deverá exonerá-lo. O “bobo da corte” é o pior ministro do atual governo e o que fez mais trapalhadas até agora. Os melhores são, segundo o deputado Daniel Coelho (Cidadania-PE), Paulo Guedes (Economia) e Tarcísio Freitas (Infraestrutura). “Está bastante claro que não está dando certo o ministro Vélez. Na segunda-feira, vamos tirar a aliança da mão direita, ou vai para a esquerda ou vai para a gaveta”, disse o presidente nesta sexta-feira (5).

DÉCIMO TERCEIRO

Bolsonaro deve anunciar na próxima semana que está confirmado o pagamento do décimo terceiro salário aos beneficiários do Bolsa Família. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, que fez esta promessa durante a campanha, garante que o dinheiro já está garantido. “Resolvemos aqui pelo Executivo e o décimo terceiro será anunciado na semana que vem para atingir diretamente os mais necessitados”, afirmou o presidente ao lado dos ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública).