Irmão intervém e inquérito sobre acidente com Eduardo Campos continua

Coluna Fogo Cruzado – 27 de abril de 2019

  1. O advogado Antonio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, é duro na queda.
  2. Graças a sua insistência, o inquérito da Polícia Federal conduzido pelo delegado Rubens José Maleiner, com 64 páginas, para apurar o acidente aéreo que matou o ex-governador não será arquivado.
  3. Esta semana, foi publicado despacho do Juiz da 5ª Vara Federal de Santos concedendo vistas por 10 dias ao irmão do ex-governador para se pronunciar sobre o caso.
  4. “Estarei peticionando com base em fatos, argumentos jurídicos e pareceres técnicos, o equívoco do MPF pelo arquivamento do caso”.
  5. O advogado quer que os autos sejam devolvidos à Polícia Federal para continuidade da investigação e novas diligências.
  6. Ele também já solicitou a requisição de bens e peças acauteladas no inquérito para ficarem à disposição da ação cível de produção de provas sobre o acidente, que promove perante a 4ª Vara Federal de Santos, “que está com regular andamento sobre o caso”.
  7. Antonio Campos esteve presente na apresentação do inquérito feita pelo delegado federal, no Recife, na qual ele declarou não ser possível esclarecer o verdadeiro motivo do acidente.
  8. Na ocasião, indagado pelo advogado sobre o por quê da demora de 4 anos para concluir o inquérito, o delegado respondeu que o acidente que vitimou Eduardo Campos foi o mais complexo que investigou em toda sua vida profissional.
  9. “Verifica-se que o inquérito que apurou a causa do acidente aéreo que vitimou Eduardo Campos, embora descarte falha humana, é inconclusivo, pelo que foi com surpresa que recebi o parecer do Ministério Público Federal, pelo arquivamento, visto que deveria ter pedido novas diligências”, disse o advogado.
  10. E concluiu: “É de se registrar que o inquérito desmonta a tese do Cenipa de falha humana e não podemos descartar a possibilidade de um acidente aéreo programado para acontecer, até porque o inquérito da Polícia Federal não é conclusivo e uma das hipóteses é de falha mecânica, que pode ser programada para ocorrer, o que caracterizaria sabotagem e homicídio”.

É isso aí.

GLEISI HOFFMANN NO RECIFE

A deputada Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, virá ao Recife na próxima segunda-feira (29) para uma troca de opiniões com a militância petista. O encontro será na sede do Sindicato dos Bancários (Av Manoel Borba, 564 – Boa Vista), a partir das 18h. Antes ela participará de uma audiência pública na Assembleia Legislativa sobre a reforma da previdência e almoça no Palácio das Princesas com o governador Paulo Câmara. 

 FRENTE EM DEFESA DO BNB

Surgiu mais uma frente parlamentar no Congresso Nacional, deste vez para lutar contra a absorção do Banco do Nordeste pelo BNDES.Os parlamentares, especialmente do Ceará, resolveram cair em campo depois que o secretário geral de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar, dono da locadora Localiza, criticou numa entrevista à revista “Veja” a resistência de setores do próprio governo à sua política de privatizações. 

ORGÃOS REGIONAIS

A frente parlamentar que se opõe à extinção do BNDES luta também pela manutenção da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs).

NOVO MINISTRO DO TSE

O presidente Jair Bolsonaro nomeou nesta sexta-feira (26) o advogado Sérgio Silveira Banhos para compor o quadro do TSE em substituição ao ministro Admar Gonzaga Neto. Banhos é mestre e doutor em direito pela PUC-SP e mestre em políticas públicas pela Universidade de Sussex, na Inglaterra. A posse será marcada pela presidente Rosa Weber para o próximo mês de maio.

FAKE NEWS E ELEIÇÕES

Dias 16 e 17 de maio, o TSE reunirá especialistas nacionais e estrangeiros em seu auditório para um debate sobre “Fake News” e Eleições. As informações sobre o evento estão disponíveis no hotsite criado para a sua divulgação. As inscrições poderão ser feitas na mesma página, mas, devido à limitação de espaço, os que se inscreveram depois do dia 25/4 serão direcionados, no dia do encontro, para o Auditório III, onde poderão acompanhar a transmissão dos debates, ao vivo, por meio de um telão. Um dos palestrantes deverá ser o ministro Sérgio Moro (Justiça).  

PARALISAÇÃO DE TAPACURÁ

O presidente da Compesa, Roberto Tavares, anunciou para a próxima segunda-feira (29) uma paralisação no Sistema Adutor do Tapacurá. A interrupção vai durar 48 horas para realização de serviços de manutenção eletromecânica em suas  unidades operacionais. A Adutora abastece 35% da Região Metropolitana do Recife. Em função da paralisação, haverá falta de água em bairros do Recife, Jaboatão dos Guararapes e em toda cidade de Camaragibe.

DEBATE CAPILARIZADO

O debate sobre a reforma previdenciária está presente no país inteiro. Nesta sexta-feira (26), a Câmara Municipal do Paulista realizou uma audiência pública para debater as principais mudanças previstas na PEC 06/2019. A audiência foi convocada pelo presidente Fábio Barros (PSB) e teve a participação do deputado federal Túlio Gadelha (PDT) e do deputado estadual João Paulo (PCdoB).

GIGANTES DA SAÚDE INVESTEM NO RECIFE

Nesta sexta-feira (26), foi confirmada a construção do Hospital Oncológico Premium Memorial Star, da Rede D’Or São Luiz, na capital pernambucana, investimento de R$ 263 milhões. Juntamente com a ampliação do Hospital Santa Joana, anunciada recentemente pelo Grupo UnitedHealth, que o controla, são mais de R$ 400 milhões a serem investidos em Pernambuco na área de saúde. O anúncio foi feito no gabinete do prefeito Geraldo Júlio (PSB). As obras, que serão iniciadas em janeiro de 2020, deverão durar 24 meses. A Rede D’Or São Luiz é atualmente o segundo maior grupo hospitalar do país e em Pernambuco é proprietária dos Hospitais Esperança, São Marcos, Esperança Olinda e Memorial São José. O novo empreendimento ficará localizado ao lado do Memorial.

PROGRAMAÇÃO JUNINA

Próxima terça-feira (30), a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) e o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Rubens Júnior, farão o anúncio oficial da programação junina do município. O anúncio será feito às 19h na Praça do Artesão, localizada no Alto do Moura. Artistas locais receberão os convidados ao som de forró pé de serra.

 LÍDER É CONTRA O SISTEMA DE CAPITALIZAÇÃO

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), está convicto de que a Comissão Especial da Câmara que analisa a reforma previdenciária vai manter as regras do Benefício de Prestação Continuada e da aposentadoria dos trabalhadores rurais. Mas acha que o sistema de capitalização proposto pelo governo depende de uma ampla discussão com a sociedade. “Ainda há muitas perguntas a serem respondidas, pois a capitalização não pode ser feita apenas com a contribuição do trabalhador. É preciso que haja também a contribuição patronal e pisos mínimos de pagamentos de aposentadorias”, disse o senador.

DESEJO DE LULA É “DESMASCARAR O MORO”

Autorizado pelo STF, o ex-presidente Lula concedeu nesta sexta-feira (26) sua primeira entrevista, depois de preso, aos jornais “Folha de São Paulo” e “El País”. A entrevista durou duas horas e 10 minutos e continua repercutindo no Brasil inteiro. Lula disse entre outras coisas que o Brasil está sendo governado por um “bando de malucos”, que não tem problema se terminar os seus dias de vida na cadeia e que sua obsessão é “desmascarar o (Sérgio) Moro, o (Deltan) Dellagnol e a sua turma, e todos aqueles que me condenaram”.  

SEM ÓDIO E SEM MEDO

Lula disse também na entrevista que não guarda “mágoa” ou “ódio” de ninguém, até porque espera viver até os 120 anos para provar sua “inocência” e a “farsa” montada pelo Ministério Público Federal e o Poder Judiciário. “Na minha idade, quando a gente fica com ódio, a gente morre antes”, disse o ex-presidente. E aproveitou a ocasião para ironizar Sérgio Moro por sua agressão do português. Disse ele: “Sempre riram de mim porque eu falava ‘menas’. Agora, o (Sérgio) Moro falar ‘conje’ é uma vergonha”. Ele se referia ao fato de o ministro da Justiça, numa audiência pública na Câmara dos Deputados, ter pronunciado incorretamente a palavra “cônjuge”. Moro foi o juiz que condenou Lula na primeira instância após denúncia feita contra o ex-presidente pelo procurador Deltan Dallagnol.