Humberto diz que Bolsonaro está perdido na área do meio ambiente 

O senador reeleito Humberto Costa (PT) criticou hoje (5) a postura do prefeito eleito Jair Bolsonaro em relação ao meio ambiente.

Ele disse que enquanto o Brasil participa da 24ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 24), na Polônia, o mundo desconfia da postura do presidente eleito em relação ao meio ambiente.

“Temos a maior floresta tropical e o maior rio do mundo, mas, entre tantas nomeações de ministros, ainda não temos um para cuidar da pasta do Meio Ambiente”, disse o senador.

Humberto acredita que o presidente eleito ainda não indiciou ninguém para essa pasta “porque quer encontrar uma pessoa que não contrarie o interesse dos ruralistas e que coordene um processo de modelo econômico expandindo as fronteiras agrícolas sobre áreas de preservação ambiental para a produção de commodities agrícolas, como soja e carne”.

“Num cenário assim, o Ibama e o ICMBio, outros dois inimigos escolhidos por Bolsonaro, serão completamente desmontados para evitar que sigam cumprindo a lei e usando rigor no controle de licenças e na aplicação de multas para evitar e punir o desmatamento ilegal”, observou.