Humberto Costa diz que PT não tem compromisso com o PSB para 2020

Coluna Fogo Cruzado – 25 de abril de 2019

1- O senador Humberto Costa (PT) disse a um “pool” de emissoras de rádio do Agreste que o fato de o PT estar participando dos governos de Geraldo Júlio (Prefeitura do Recife) e de Paulo Câmara (Governo do Estado) não o obriga a marchar com o candidato do PSB nas eleições do próximo ano.

2- Segundo ele, o debate sobre 2020 “vai ter que ser feito pelo PT”, primeiro, internamente, discutindo a própria estratégia que for tirada de nível nacional, e depois, com os partidos aliados.

3- “Acho que, no momento adequado, até o final de ano, logo depois que tivermos a renovação da nossa direção, devemos começar a discutir com nossos aliados esse processo de ocupação das administrações municipais”, afirmou.

4- De fato, no acordo que fez com o PSB em 2018 para apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara, o PT deixou 2020 fora do pacote.

5- A troca foi a mais pragmática possível: o PT apoiaria Paulo Câmara e o PSB apoiaria a reeleição de Humberto Costa, colocando-o na chapa majoritária da Frente Popular.

6- A aliança deu certo e os dois se elegeram.

7- Agora, mesmo que o PT sonhe com candidato próprio à prefeitura do Recife, a fim de não deixar o “lulismo” morrer em Pernambuco, isso dificilmente ocorrerá.

8- Por que? Primeiro, porque o PT ocupa a Secretaria de Agricultura no governo Paulo Câmara, além de diversos cargos no governo Geraldo Júlio, e não pretende botar fora esses espaços. Em segundo lugar, porque seu único nome competitivo, Marília Arraes, só seria candidata numa aliança com o PSB, algo que ela descarta por completo.

9- Além do mais, até as pedras de Fazenda Nova sabem que o PSB já definiu o seu candidato à prefeitura do Recife, que é o deputado federal João Campos, e quem se recusar a apoiá-lo será expulso da Frente Popular.

10- Ou alguém esquece de que o DEM e o PSDB foram expulsos da Frente Popular em 2016 porque não quiseram apoiar a reeleição do prefeito Geraldo Júlio? O DEM marchou com Priscila Krause e o PSDB com Daniel Coelho. Portanto, todo cuidado é pouco!

É isso aí.

NOVO MINISTRO DO TSE

O STF definiu nesta quarta-feira (24) a lista tríplice da qual sairá o nome para o cargo de ministro do Tribunal Superior Eleitoral na quota dos advogados. A lista é formada por Grace Mendonça, Sérgio Banhos e Carlos Horbach. Esses dois últimos são ministros substitutos. A lista será enviada ao presidente Jair Bolsonaro, a quem compete escolher um dos três. O último pernambucano a fazer parte do TSE foi Walter Costa Porto, professor aposentado da UNB.

COMISSÃO ESPECIAL

Menos de 24 horas após a aprovação pela CCJ da Câmara Federal do projeto da reforma previdenciária, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) criou nesta quarta-feira a comissão especial que vai analisar o mérito da PEC. Ela terá 34 titulares e 34 suplentes. A PEC passou na CCJ com 48 votos a favor e 18 contra. O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), esperava que o governo teria cerca de 40 votos.

ALVO DA CRÍTICA

Entrevistado nesta quarta-feira pela Rádio CBN do Recife, o ex-governador Joaquim Francisco (PSDB), sem citar nomes, criticou a posição de “deputados do PSB” quanto à reforma previdenciária. Tudo bem que sejam contra a aprovação do projeto, disse ele. “Mas qual é a alternativa?” Ouvintes da rádio acham que o ex-governador fazia referência a Danilo Cabral, que botou a cabeça e o corpo fora para tentar derrotar a reforma.

CONDIÇÃO SINE QUA NON

O ex-governador Gustavo Krause (DEM), também entrevistado pela mesma emissora, recomendou aos deputados que são contra a reforma da previdência a leitura de um livro sobre a matéria escrito pelo economista Paulo Tafner. Krause lamenta que por má fé ou desinformação muitos deputados, inclusive de Pernambuco, estejam encarando a PEC da reforma previdenciária com algo “absolutamente trivial”, e não é. Trata-se, disse ele, de um projeto relevante que mexe com a vida dos 210 milhões de brasileiros. E foi mais além: enquanto essa reforma não for aprovada, investidor algum fará investimento no Brasil, o que agravará o desemprego.

APESAR DAS TRAPALHADAS

Pesquisa do Ibope/CNI divulgada nesta quarta-feira (24) revela que 35% dos
brasileiros consideram “ótimo ou bom” o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), ante 27% que o consideram “ruim ou péssimo”. Já 31% dos entrevistados consideram o governo “regular”. A pesquisa ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios de 24 estados entre os dias 12 e 15 deste mês. Apesar das trapalhadas quase diárias do presidente, 51% dos brasileiros continuam acreditando nele e aprovando sua maneira de governar.

TODOS NO MESMO BARCO

Do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), no Fórum dos Governadores, em Brasília, na última terça-feira (23), ao qual também compareceu o governador Paulo Câmara: “Tudo tem de caminhar em conjunto. A União não pode querer resolver o problema dela e deixar estados e municípios sem resolver os seus”. Paulo Câmara e Fátima Bezerra (RN) concentraram suas falas na manutenção do Fundeb, previsto para acabar em 2020. Eles defendem não apenas a manutenção do Fundo, mas também a elevação gradativa dos repasses feitos pela União, que hoje é de apenas 10%.

PELO DOBRO DO REPASSE

A governadora Fátima Bezerra (RN) sugere que a partir de 2020 a União aumente gradativamente a sua participação no Fundeb. Saltaria de 10% para 20% no primeiro ano, e, a partir daí, 2% a cada ano. “Com isso, em 2020, o valor dos repasses se elevaria dos atuais R$ 14 bilhões para R$ 28 bilhões”. Dia 8 de maio próximo, os governador vão entregar aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, a chamada “pauta dos estados”. No dia seguinte serão recebidos pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

AINDA MUITO BEM AVALIADO

Prestes a sair do controle da Infraero para a iniciativa privada, o Aeroporto Internacional dos Guararapes (Recife) continua muito bem avaliado pelos seus usuários. Ele alcançou 4,40 pontos na pesquisa de satisfação do passageiro e desempenho aeroportuário no primeiro trimestre deste ano. A pesquisa foi realizada pela Secretaria de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura envolvendo 38 indicadores. O ministro Tarcísio Freitas é um dos melhores do governo Bolsonaro. Foram avaliados positivamente a facilidade de embarque e desembarque, limpeza, cordialidade dos funcionários, check-in, tempo
de espera na fila de inspeção, disponibilidade de transporte público e disponibilidade de assentos na sala de embarque.

PELO NOVO PACTO FEDERATIVO

O deputado Silvio Costa Filho (PRB-PE) foi recebido em São Paulo pelo governador João Doria (PSDB) a quem solicitou apoio à Frente Parlamentar pelo novo Pacto Federativo, da qual é presidente. Doria recebeu o parlamentar, educadamente, porque sonha com o Palácio do Planalto em 2022 e tem que receber todos que o procuram. Até se declarou “municipalista”, mas sabe muito mais do que Silvinho, porque é mais velho, que essas frentes não servem para nada. O governador estava acompanhado pelo secretário da Fazenda, Henrique Meirelles e pelo ex-deputado Bruno Araújo (PE), futuro presidente nacional do PSDB.

FIM DO HORÁRIO DE VERÃO

O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, participará nesta quinta-feira (25), no Palácio do Planalto, da solenidade de assinatura do decreto que revoga o “Horário Brasileiro de Verão”. Esse horário foi instituído a pretexto de economizar energia, mas dados do próprio ministério atestam que não economizou absolutamente nada nos últimos três anos. O Pernambuco Fernando Coelho Filho (DEM) teve a chance de acabar com esse horário inútil quando esteve à frente da pasta, mas não teve coragem.

PELA PRORROGAÇÃO DO ATENDIMENTO

A Câmara Municipal de Paulista fez audiência pública nesta quarta-feira (24) para discutir a ampliação do horário de atendimento bancário no âmbito do município. Participaram do evento representantes dos Poderes Executivo e Legislativo, do comércio, da indústria e dos próprios bancos. O autor do requerimento, vereador Camelo do Seguro, pretende que os bancos funcionem das 10h às 16h (como na capital) e não das 10h às 15h como ocorre hoje. “Uma hora a mais no atendimento bancário representa muito para o município, seja na economia, seja na comodidade das pessoas e no lucro dos comerciantes. É que quando um munícipe se desloca para outra cidade que possui atendimento até às 16h, para realizar uma transação bancária, não volta mais para comprar”, disse o vereador. O prefeito Júnior Matuto (PSB) não compareceu.

CURSO SOBRE FINANÇAS PÚBLICAS

Prefeitos e secretários municipais de finanças participaram nesta quarta-feira (24) no auditório da Amupe, no Recife, de um curso sobre gestão pública oferecido pela própria Amupe em parceria com a CNM (Confederação Nacional de Municípios). Segundo o presidente da Amupe, José Patriota (PSB), “os gestores foram capacitados para utilizar técnicas e mecanismos que ajudem os municípios a incrementarem suas receitas tributárias”. O curso foi ministrado pelo professor Eudes Sippel,que falou sobre IPTU, ISS, ITBI, ICMS e IPVA.

PROJEÇÃO NACIONAL

A prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida (PSB), recebeu convite para proferir uma palestra sobre habitação num seminário para os novos integrantes da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS) no próximo sábado, dia 27, na Casa Pompeia, em São Paulo. A estrela do evento será o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que fará uma palestra sobre “Crise e a reinvenção da política brasileira”.

PISADA DE BOLA

Por 24 votos contra 12, a Assembleia Legislativa de Pernambuco rejeitou nesta quarta-feira (23) um requerimento de autoria da deputada Priscila Krause (DEM) pela realização de uma audiência pública, no dia 20 de maio, sobre a situação da assistência farmacêutica no Estado. A rejeição ao requerimento foi comandada pelo líder governista Isaltino Nascimento (PSB). A falta de medicamentos na Farmácia do Governo do Estado para doenças crônicas e graves como diabetes e câncer já foi alvo de várias matérias este ano na TV Globo local.

FESTIVAL DE QUADRILHAS

A prefeita de Arcoverde, Madalena Brito (PSB), determinou às Secretarias de Cultura, Turismo e Comunicação que disponibilizem até o dia 10 de maio o período de inscrições para o edital de convocatória do “3º Festival de Quadrilhas Juninas Capital do São João”. Nesta edição, que está programada para ocorrer no dia 25 de maio no Pólo Multicultural, no máximo oito quadrilhas poderão participar, sejam elas de Pernambuco ou de Estados vizinhos. As inscrições poderão ser feitas na Secretaria de Turismo (Avenida Conselheiro João Alfredo) com o próprio secretário Albérico Pacheco, segundo quem o festival é muito prestigiado “porque marca o final do São João e o início do São Pedro”.