Governo de Pernambuco vai pagar os funerais da estudante de medicina assassinada em Manágua

O secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, garantiu nesta quinta-feira (25) que o Governo de Pernambuco vai pagar as despesas de traslado do corpo da estudante de medicina Raynéia Gabrielle Lima, de 30 anos, assassinada na noite da última segunda-feira (2307) na cidade de Manágua, capital da Nicarágua, provavelmente por um grupo paramilitar.

Raynéia nasceu em Vitória de Santo Antão e sua mãe, Maria José da Costa, reside em Garanhuns. O secretário disponibilizou um psicólogo para acompanhá-la até a chegada do corpo a Pernambuco.

Ele também entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores, que disse não dispor de recursos para arcar com as despesas do funeral.