Governador do Maranhão nega propósito de isolar o PT

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou neste sábado (22) que “não há nenhum propósito de isolar o PT” co comentar a formação de um bloco parlamentar na Câmara Federal constituído pelo PSB, PDT e PCdoB.

Segundo ele, essa ideia seria “absurda” pelo fato de o PT ter elegido a maior bancada na Câmara Federal nas últimas e ser o maior partido do campo de esquerda.
O bloco PDT, PCdoB e PSB foi oficializado na última sexta-feira para fazer oposição na Câmara ao governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

O PT ficou excluído desse bloco, embora pretenda fazer oposição do mesmo jeito.

Juntos, PDT, PCdoB e PSB elegeram 69 deputados federais em outubro, ao passo que o PT elegeu 56.