0

Dória defende eleição de Tasso para o lugar de Aécio

O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), voltou a defender neste final de semana a escolha do senador Tasso Jereissati (CE) para substituir Aécio Neves (MG) na presidência nacional do PSDB.

O partido já decidiu que fará uma convenção extraordinária no mês de agosto para renovação de sua executiva, embora Aécio Neves ainda não esteja admitindo o afastamento definitivo da direção nacional do partido.

Aécio foi flagrado pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista e isso motivou o procurador geral da República, Rodrigo Janot, a pedir a prisão preventiva dele. O pedido foi negado pelo ministro Edson Fachin (STF), o qual, no entanto, suspendeu-o do exercício de suas funções parlamentares.

“efendo que o senador Tasso Jereissati seja o presidente efetivo, desde já. E que ele conduza uma convenção nacional em agosto, em Brasília, abrindo espaço para a nova geração de prefeitos da ‘onda azul’ de 2016. Os prefeitos tucanos não têm nenhuma representação no diretório nacional. Isso não é correto”, afirmou João Doria, um dos pré-candidatos do partido à sucessão de Michel Temer em 2018.

Com o afastamento de Aécio de suas funções, posteriormente anulado por outra decisão do ministro Marco Aurélio Mello, Tasso Jereissati assumiu o comando do partido, interinamente e passou a defende que o PSDB entregue os cargos que ocupa no governo Michel Temer.

Deixe uma resposta

Inaldo Sampaio