Dircon interdita 22 imóveis no Recife que seriam usados como camarotes do Galo da Madrugada

Através da Diretoria Executiva de Controle Urbano (Dircon), a prefeitura do Recife realizou mais uma vistoria nos camarotes do percurso do Galo da Madrugada, desta vez na Rua Imperial e na Avenida Sul, com o intuito de garantir segurança aos foliões.

Nesta segunda-feira (25), por ordem do prefeito Geraldo Júlio (PSB), cinco imóveis foram interditados por falta de alvará de eventual funcionamento e 17 por haver risco estrutural de desabamento, de acordo com laudos técnicos da Secretaria Executiva de Defesa Civil (Sedec).

O trabalho de fiscalização vai continuar até o dia do desfile do bloco, agora seguindo pelas avenidas Sul, Guararapes, Dantas Barreto e Bairro do Recife.

Além disso, cerca de 20 marquises receberam adesivos que alertam para o risco de serem ocupadas, já que elas foram projetadas para sombrear e não para receber pessoas.

A ação foi realizada em parceria com a CTTU e a Gerência de Operações (Geop). “O objetivo do nosso trabalho é alertar os responsáveis pelos camarotes sobre o perigo de não estarem licenciados, uma vez que a documentação solicitada não é uma questão burocrática e, sim, de segurança. Aos foliões, orientamos que eles estejam atentos a essas questões antes de comprarem os seus ingressos”, disse a diretora executiva de Controle Urbano, Cândida Bomfim.

Ela lembra que, até o dia do desfile, os imóveis que têm pendências na documentação poderão ser licenciados, desde que deem entrada na Regional Centro-Oeste e tenham condições de abrigar um camarote.

Outras vistorias e ações de ordenamento serão realizadas no percurso do Galo da Madrugada até o sábado (2), com o objetivo de garantir a segurança do folião.

Desde janeiro, equipes da Dircon realizam um trabalho constante para identificar os camarotes não licenciados. Ao todo, cerca de 700 imóveis já foram vistoriados nos bairros de São José e Bairro do Recife.

No dia do evento, uma nova força-tarefa será feita para coibir o comércio informal irregular, a instalação de obstáculos à mobilidade no percurso e para verificar os camarotes.