0

Governador autoriza retomada das obras das UPAEs de Palmares e Escada

Durante encerramento da quarta rodada do seminário “Pernambuco em ação” realizada na cidade de Palmares (Mata Sul), no último sábado (13), o governador Paulo Câmara autorizou a retomada das obras das Unidades de Pronto Atendimento dos municípios de Palmares e Escada.

As obras foram iniciadas em 2015 e posteriormente paralisadas por falta de recursos. A previsão é que sejam concluídas até o final de 2017, beneficiando 22 municípios da Mata Sul.

“Vamos concluir e entregar à população essas duas obras que vão fazer a diferença e ampliar os serviços de saúde aqui na Mata Sul. Sabemos que a saúde é uma questão importante e que precisa melhorar muito ainda. Mas os pernambucanos podem ficar cientes de que estamos trabalhando diariamente para fazer de Pernambuco um Estado melhor para todos”, disse o governador.

Ao todo, R$ 6,2 milhões serão investidos para a conclusão das obras físicas das duas Unidades. A de Palmares beneficiará os municípios de Água Preta, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Quipapá, São Benedito do Sul e Xexéu).

Já a de Escada favorecerá os moradores de Amaraji, Cortês, Escada, Gameleira, Primavera, Ribeirão, Rio Formoso, São José da Coroa Grande, Sirinhaém e Tamandaré.

O Governo promete dotar essas duas UPAEs com atendimento nas áreas de dermatologia, cardiologia, endocrinologia, otorrinolaringologia, urologia, oftalmologia, nefrologia, e gastroenterologia. Hoje, Pernambuco já conta com 10 UPAEs em funcionamento.

A primeira foi inaugurada no município de Garanhuns em julho de 2013. Seguiram-se as de Petrolina, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Salgueiro, Arcoverde, Caruaru, Belo Jardim, Limoeiro e Ouricuri.

0

Inscrições para o “Chapéu de Palha” terão início nesta segunda-feira

Terão início nesta segunda-feira, dia 8, as inscrições de trabalhadores rurais da Zona da Mata para se habilitarem a receber os benefícios do programa “Chapéu de Palha”, criado no governo de Miguel Arraes (1987-1990) para socorrer trabalhadores da palha da cana nos períodos de entressafra.

O cadastramento na Zona da Mata Norte ocorrerá de 8 a 12 de maio e, na Mata Sul, de 22 a 26. O interessado que quiser saber mais detalhes sobre os locais de cadastro ou tirar qualquer outra dúvida poderá ligar para o número 0800.282.5158.

Segundo a assessoria do secretário do Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni, para ser beneficiário do “Chapéu de Palha” o trabalhador precisa ter mais de 18 anos e ter trabalhado na última safra por pelo menos trinta dias seguidos, além de morar em um dos municípios da região.

Também pode se inscrever quem foi dispensado do emprego entre 1º de Janeiro a 20 de abril de 2017.

Os interessados precisam comparecer a um dos pontos de cadastro com a seguinte documentação: originais e cópia da carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, rescisão do contrato de trabalho, comprovante de residência ou declaração do sindicato de comprovação de residência e o cartão cidadão ou o cartão do programa Bolsa Família (número do NIS ou PIS). Este é o 11º ano consecutivo do programa após ter sido recriado por Eduardo Campos em 2007.

Durante o período da entressafra da cana, os trabalhadores inscritos receberão um auxílio financeiro complementar ao programa federal Bolsa Família de até R$ 256,42.

“O Chapéu de Palha é uma das prioridades do governo Paulo Câmara, que considera este programa essencial para os trabalhadores pernambucanos da palha da cana, da pesca artesanal e da fruticultura irrigada. Só nos dois primeiros anos do atual governo, ele já beneficiou cerca de 100 mil pessoas”, disse o secretário do Planejamento.

0

Humberto faz proselitismo contra a reforma da previdência em municípios da Mata Norte

O senador Humberto Costa (PT-PE) aproveitou uma visita que fez nesta sexta-feira (5) à Zona da Mata Norte para endurecer suas críticas ao governo Michel Temer e à reforma da previdência proposta por ele ao Congresso Nacional.

O senador passou pelos municípios de Nazaré da Mata e Itaquitinga, onde participou de reuniões com lideranças locais visando às eleições do próximo ano. Ele “está” em pré-campanha para deputado federal, sua primeira alternativa se não for candidato à reeleição.

“Essa é uma luta incansável. Não me calarei diante de tanta maldade que esse governo sem voto quer fazer aqui no Brasil. Precisamos mostrar às pessoas, inclusive do interior do Estado, todos os direitos perdidos caso essas reformas nefastas sejam aprovadas no Congresso”, disse o líder da Oposição referindo-se às reformas trabalhista e previdenciária.

A primeira parada do senador foi na Rádio Naza FM em Nazaré da Mata, onde deu entrevista para falar sobre a conjuntura política nacional e estadual.

De lá ele seguiu para Itaquitinga a fim de se reunir com lideranças locais. É nesta cidade que o Governo do Estado está construído um complexo penitenciário, que deveria ter sido construído por meio de uma PPP mas a empresa baiana que tocava o projeto foi à falência, deixando o “pepino” no colo do secretário Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos).

0

Inscrições para o “Chapéu de Palha” terão início na próxima segunda

Terão início na próxima segunda-feira, dia 8, as inscrições de trabalhadores rurais da Zona da Mata para se habilitarem a receber os benefícios do programa “Chapéu de Palha”

O cadastramento na Zona da Mata Norte ocorrerá de 8 a 12 de maio e, na Mata Sul, de 22 a 26. O interessado que quiser saber mais detalhas sobre os locais de cadastro ou tirar qualquer outra dúvida poderá ligar para o número 0800.282.5158.

Segundo a assessoria do secretário do Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni, para ser beneficiário do “Chapéu de Palha” o trabalhador precisa ter mais de 18 anos e ter trabalhado na última safra por pelo menos trinta dias seguidos, além de morar em um dos municípios da região.

Também pode se inscrever quem foi dispensado do emprego entre 1º de Janeiro a 20 de abril de 2017.

Os interessados precisam comparecer a um dos pontos de cadastro com a seguinte documentação: originais e cópia da carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, rescisão do contrato de trabalho, comprovante de residência ou declaração do sindicato de comprovação de residência e o cartão cidadão ou o cartão do programa Bolsa Família (número do NIS ou PIS).

Este é o 11º ano consecutivo do programa, que começou no governo Miguel Arraes e foi retomado pelo Governo do Estado em 2007.

Durante o período da entressafra da cana, os trabalhadores inscritos receberão um auxílio financeiro complementar ao programa federal Bolsa Família de até R$ 256,42.

“O Chapéu de Palha é uma das prioridades do governo Paulo Câmara, que considera este programa essencial para os trabalhadores pernambucanos da palha da cana, da pesca artesanal e da fruticultura irrigada. Só nos dois primeiros anos do atual governo, ele já beneficiou cerca de 100 mil pessoas”, disse o secretário do Planejamento.

0

Prefeito de Igarassu libera alunos para participaram de passeata pela paz

O prefeito de Igarassu, Mário Ricardo (PTB), liberou os alunos do turno da tarde da rede municipal de ensino para participarem nesta quarta-feira (19) de uma grande caminhada pelas ruas do centro da cidade intitulada “Todos pela paz”.

O evento teve a adesão dos comerciantes, industriais, clubes de serviço, associações e sindicatos, igrejas, prefeitura e Câmara Municipal devido ao aumento da violência no município.

A concentração ocorreu na Praça da Vila Saramandaia, às 15h, de onde os manifestantes saíram em caminhada portando cartazes e bandeiras em defesa da paz.

Segundo o prefeito, o objetivo da caminhada foi sensibilizar a Secretaria de Defesa Social a reforçar o policiamento no município, uma vez que, em 2015, ele ficou em 2° lugar no “ranking” de assaltos no Estado.

Já em 2016, acrescentou, ocorreram 1.971 crimes contra o patrimônio público, 374 casos de violência doméstica, 24 estupros e 63 assassinatos.

0

Candidata do PTB vence disputa pela prefeitura de Ipojuca

A candidata do PTB, Célia Sales, foi eleita neste domingo (2) para o cargo de prefeita de Ipojuca, derrotando o candidato do PSDB, Carlos Santana, por 8.085 votos de vantagem.

Ela obteve 31.010 votos (55,20%), ante 23.925 (42,58%) do ex-prefeito Carlos Santana. O candidato do PMN, Olavo Aguiar, obteve pouco mais de mil votos.

Os 67 mil eleitores inscritos no município tiveram que voltar às urnas para esta eleição suplementar porque a anterior, realizada em outubro de 2016, foi anulada pela Justiça Eleitoral. Ficou respondendo pela prefeitura o vereador e presidente da Câmara, Irmão Ricardo (PTC).

Romero foi o candidato mais votado nas eleições de outubro (derrotou Carlos Santana por 8.700 votos), mas teve uma condenação pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, por improbidade administrativa, foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e ficou inelegível. Para substituí-lo, indicou a mulher, Célia, que teve o apoio de 18 partidos.

A campanha de Ipojuca foi encerrada na última sexta-feira (31) com a voz do ex-presidente Lula pedindo votos para Célia e a ausência do governador Paulo Câmara (PSB) do palanque de Carlos Santana (PSDB). O PSB apoiou o tucano, mas os principais líderes do partido ficaram ausentes da campanha.

O senador Armando Monteiro (PTB) esteve no comício de encerramento da petebista e saiu de lá absolutamente convencido de que ela venceria a eleição.

0

Ipojuca escolhe neste domingo o seu futuro prefeito

Os 67 mil eleitores inscritos em Ipojuca (PE) deverão voltar às urnas neste domingo (2 de abril) para escolher o substituto do prefeito interino Irmão Ricardo (PTC).

Por decisão do Tribunal Regional Eleitoral, confirmada pelo TSE, o município deve realizar uma nova eleição para prefeito no dia 2 de abril.

Dois candidatos concorrem com chance: Célia Sales (PTB), casada com o ex-vereador Romero Sales, que foi o mais votado nas últimas eleições, e o ex-prefeito Carlos Santana (PT).

Romero foi o candidato mais votado nas eleições de outubro. No entanto, teve uma condenação no Tribunal de Justiça de Pernambuco por improbidade administrativa, foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa e ficou inelegível. Para substituí-lo, indicou a mulher, Célia, apoiado pelo 40 (socialistas).

Poderão votar nesta nova eleição todos os eleitores que se alistaram até 2 de novembro de 2016.

Além de Ipojuca, farão eleição suplementar nessa mesma data os seguintes municípios: Bom Jardim da Serra e Sangão (SC); Carmópolis (SE), Guajará-Mirim (RO), Foz do Iguaçu (PR) e mais três cidades paranaenses.

A campanha de Ipojuca foi encerrada nesta sexta-feira (31) com a voz do ex-presidente Lula pedindo votos para Célia Sales e a ausência do governador Paulo Câmara (PSB) do palanque de Carlos Santana (PSDB), que é o candidato do governo no município.

0

Carlos Santana vence mais uma batalha no TRE-PE

O candidato do PSDB à prefeitura de Ipojuca, Carlos Santana, venceu mais uma batalha no Tribunal Regional Eleitoral contra a candidata do PTB, Célia Sales.

É que o TRE determinou a suspensão pela candidata petebista de todo material contendo o CNPJ de uma gráfica que está em situação irregular perante o fisco, tendo inclusive requerido falência. O relator do processo foi o desembargador Luiz Carlos Figueiredo.

Célia Sales, esposa do ex-vereador Romero Sales, que foi o mais votado nas eleições de outubro mas foi impedido de tomar posse porque a Justiça Eleitoral anulou o pleito, tem até 48 horas para recolher o material impresso que já foi distribuído.

Recentemente, o mesmo TRE determinou à candidata do PTB que se abstenha de utilizar em sua campanha fotografias do seu marido porque isso vinha confundindo a cabeça do eleitor. Muitos pensavam que o candidato era ele de novo, e não ela.

0

Esquenta disputa em Ipojuca entre Carlos Santana e Célia Sales

Advogados de Carlos Santana, candidato do PSDB à prefeitura de Ipojuca, ajuizaram nesta quinta-feira (16) uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra a candidata do PTB, Célia Sales, por suposto abuso de poder econômico, e pedem a cassação do registro da candidatura dela.

A AIJE questiona o fato de o material de campanha da candidata petebista (bottons, adesivos, santinhos, panfletos, bandeiras e adesivos veiculares perfurados) conter o CNPJ de uma gráfica que interrompeu suas atividades no dia 1º de fevereiro deste ano.

Nesta data, segundo o advogado Márcio Alves, que dá assistência jurídica a Carlos Santana, a Gráfica Tavares LTDA, sediada no Recife, ingressou perante a  7ª Vara Cível da Capital com um pedido de falência, afirmando encontrar-se “à bancarrota, com atividades interrompidas, em completa falência”.

A empresa encontra-se com a inscrição municipal suspensa e, de acordo com Márcio Alves, não pode emitir notas fiscais para a necessária comprovação de despesas exigidas pela Justiça eleitoral.

Além da cassação do registro da candidata, a ação ajuizada pelos tucanos pede a busca e apreensão de todo material de campanha da candidata do PTB, onde conste o CNPJ, por se encontrar em desacordo com a legislação eleitoral.

0

Célia Sales não vai mais poder usar o rosto do marido na campanha de Ipojuca

O Tribunal Regional Eleitoral decidiu nesta segunda-feira (13) que a candidata do PTB à prefeitura de Ipojuca, Célia Sales (PTB), não vai mais poder usar a imagem do seu marido, Romero Sales, na campanha deste ano.

Romero foi o candidato mais votado nas eleições de outubro, porém foi impedido de tomar posse por estar enquadrado na Lei da Ficha Limpa.

Ele lançou a candidatura da mulher, que vinha utilizando a imagem do marido como forma de ganhar votos.

O TRE determinou a retirada de circulação de todo o material onde o rosto e o nome de Romero estejam associados ao da candidata, bem como da expressão “por respeito à decisão do povo” ou qualquer outra frase que ponha em dúvida a lisura e a legitimidade da decisão da Justiça Eleitoral, que indeferiu a candidatura do petebista em 2016.

O TRE também ordenou a retirada de qualquer propaganda que não deixe claro que a candidata a prefeita do partido é Célia Sales e não seu marido. Em dezembro de 2016, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou o indeferimento do registro de candidatura de Sales e o considerou inelegível, devido a uma condenação por improbidade administrativa.

As propagandas deverão ser retiradas em até 72 horas, sob pena de multa diária para Célia Sales e seu partido no valor de R$ 5.000,00 reais.