0

Compesa fará nova adutora para atender os municípios do Pólo de Confecções do Agreste

O governador Paulo Câmara deu autorização à Compesa nesta quinta-feira (25) para construir a Adutora do Alto Capibaribe, que vai captar água no Estado da Paraíba para abastecer os 8 municípios do Agreste Setentrional que formam o “Pólo de Confecções”.

A Adutora está orçada em R$ 70 milhões , terá 51 quilômetros de extensão e captará água no rio Paraíba entre a cidade de Barra de São Miguel e o Açude Boqueirão. A água virá do Eixo Leste da transposição do rio São Francisco.

O anúncio foi feito no Palácio do Campo das Princesas durante reunião do governador com prefeitos dos municípios beneficiados.

“A obra definitiva para resolver a questão hídrica do Agreste Pernambucano é a Adutora do Agreste, que infelizmente ficou praticamente parada entre 2015 e 2016, só voltando a ter recursos liberados pelo Governo Federal em meados do ano passado. Mas o nosso Governo não ficou parado. Com planejamento, anunciamos diversas obras como a Adutora do Moxotó, a Adutora do Siriji, a Adutora do Pirangi e, agora, a Adutora do Alto Capibaribe”, declarou Paulo Câmara.

Estavam na solenidade os prefeitos Renato Sales (Vertente do Lério) , Adriana Assunção (Frei Miguelinho), Mário Mota (Riacho das Almas), Antônio Cordeiro (Jataúba) e Edson Vieira (Santa Cruz do Capibaribe), além do deputado estadual Diogo Moraes (PSB), do secretário estadual de Agricultura, Nilton Mota e do presidente da Compesa, Robert Tavares.

A Adutora beneficiará diretamente os municípios de Santa Cruz do Capibaribe, Jataúba, Toritama, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Taquaritinga do Norte e Frei Miguelinho e, por tabela, os municípios de Riacho das Almas, Cumaru, Passira e Salgadinho.

Além do anúncio da Adutora, o governador entregou simbolicamente 32 novas viaturas ao Corpo de Bombeiros. A ação faz parte do Plano de Segurança de Pernambuco, lançado em abril deste ano, que prevê investimentos de cerca de R$ 300 milhões na área.

Os veículos vão atender às unidades da instituição localizadas nos municípios de Recife, Olinda, Vitória de Santo Antão, Carpina, Caruaru, Garanhuns, Surubim, Serra Talhada, Petrolina, Salgueiro, Arcoverde e Petrolândia.

0

BNB amplia crédito para comércio varejistas começando pelo Ceará

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) vai lançar nesta quarta-feira (24), em sua sede, em Fortaleza (CE), o programa “Giro BNB Digital”.

O produto foi desenvolvido com base em plataforma digital para ser oferecido às empresas varejistas indicadas por atacadistas que formalizaram previamente parcerias com a instituição.

Segundo a assessoria do Banco, “o novo produto propiciará aos varejistas mais conveniência, mais segurança e mais rapidez nas compras dos atacadistas e trará vantagens para ambos”.

“A nova plataforma combina o diferencial dos prazos e das taxas de juros exclusivos, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), bem como a conveniência do crédito automatizado e simplificado, rotativo e pré-aprovado”, acrescenta.

De acordo ainda com a assessoria do BNB, “os varejistas poderão recompor seus estoques de mercadorias com as vantagens do pagamento à vista aos atacadistas, com prazos de reembolsos mais estendidos, o que possibilita aumento das vendas e melhor acesso ao crédito”.

“O modelo de crédito favorece o fortalecimento dos mercados varejistas e atacadistas e deverá contribuir para a expansão dos negócios das empresas da nossa região”, garante o superintendente de Negócios de Varejo e Agronegócio do BNB, Luiz Sérgio Machado.

Na quarta-feira, disse ele, serão formalizados os primeiros  acordos de cooperação entre o Banco e três atacadistas cearenses: Jotujé Distribuidora, JA Distribuidora e Empório Cearense, pioneiras no Estado e que oferecerão condições diferenciadas aos seus clientes, possibilitando aos varejistas adquirir mercadorias com crédito rotativo e pré-aprovado, prazos mais cômodos e com taxas de juros atrativas do FNE, além de contar com bônus de 15%, no caso de pagamento em dia.

O lançamento do “Giro BNB Digital” será no auditório do gabinete da presidência (Avenida Doutor Silas Munguba, 5.700, no bairro Passaré).

0

Ex-governador Lomanto Júnior recebe homenagem de senador pernambucano

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) prestou homenagem no Senado ao ex-governador da Bahia, Lomanto Júnior, morto em 2015 aos 91 anos de idade.

Lembrou que à frente do Governo da Bahia Lomanto Júnior muito contribuiu para o desenvolvimento do Vale do São Francisco ao levar o asfalto de Salvador, capital da Bahia, até a cidade de Juazeiro (BA), que é vizinha de Petrolina (PE).

“Ele tinha uma determinação muito grande na vida que era unir Petrolina e Juazeiro. Porque ele entendia que aquela ponte e aquele rio (São Francisco) não separavam as duas cidades. Unia as duas comunidades em defesa do Vale do São Francisco”, disse o senador pernambucano.

Acrescentou que precisava fazer um discurso no Senado “para dar o testemunho de como Lomanto Júnior marcou a história da minha cidade e também a minha história”.

A sessão especial em homenagem a Lomanto Júnior foi presidida pelo senador Otto Alencar (PSD-BA) e contou com a presença de familiares e amigos do ex-governador, a exemplo do ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA).

“Que ele (Lomanto) sirva de exemplo e de inspiração para os que, hoje, marcham na vida pública, para servir ao seu povo e à sua gente”, declarou Fernando Bezerra.

Lomanto Júnior nasceu em Jequié (BA) em 1924 e faleceu em novembro de 2015, em Salvador, aos 91 anos de idade. Foi vereador, três vezes prefeito de sua cidade, deputado estadual, deputado federal (duas vezes), governador da Bahia e senador.

0

Fernando Bezerra presta homenagem a ex-governador da Bahia Lomanto Júnior

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) prestou ontem (4) uma homenagem ao ex-governador da Bahia, Lomanto Júnior, pelos seus 49 anos de vida pública.

Ele disse que à frente do governo do vizinho Estado Lomanto contribuiu para o desenvolvimento do Vale do São Francisco ao levar o asfalto de Salvador, capital da Bahia, até à cidade de Juazeiro (BA), que é vizinha de Petrolina (PE).

“Ele tinha uma determinação muito grande na vida que era unir Petrolina e Juazeiro. Porque ele entendia que aquela ponte e aquele rio (São Francisco) não separavam as duas cidades. Unia as duas comunidades em defesa do Vale do São Francisco”, disse o senador pernambucano.

Acrescentou que precisava fazer um discurso “para dar o testemunho de como este governador da Bahia, este senador, este homem público marcou a história da minha cidade e marcou também a minha história”.

A sessão especial em homenagem a Lomanto Júnior foi presidida pelo senador Otto Alencar (PSD-BA) e contou com a presença de familiares e amigos do ex-governador, a exemplo do ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA).

“Que ele (Lomanto) sirva de exemplo e de inspiração para os que, hoje, marcham na vida pública, para servir ao seu povo e à sua gente”, declarou Fernando Bezerra.

Lomanto Júnior nasceu em Jequié (BA) em 1924 e faleceu em novembro de 2015, em Salvador, aos 91 anos de idade.

Foi vereador, três vezes prefeito de sua cidade, deputado estadual, deputado federal (duas vezes), governador da Bahia e senador.

0

Nordeste perdeu 29.495 postos de trabalho no mês de março

Dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho na última quinta-feira (20) revelam que a região Nordeste perdeu 29.495 postos de trabalho no último mês de março.

No entanto, o desempenho da economia foi um pouco melhor do que em março de 2016, quando a região perdeu 46.269 postos de trabalho.

“Se não foi possível aumentar o número de postos de trabalho no último mês de março, os indicadores apontam pelo menos uma diminuição no ritmo de desemprego”, disse o ministro Ronaldo Nogueira (Trabalho).

Segundo ele, em março deste ano o Brasil perdeu 63 mil postos de trabalho, ante 118 mil de março de 2016.

Na região Nordeste, de acordo com os dados do Caged, o setor de serviços industriais de utilidade pública registrou variações positivas em quase todos os estados.

0

Lula continua dando entrevistas a emissoras de rádio do Nordeste

Em sua luta para se tornar o candidato do PT à Presidência da República em 2018, o ex-presidente Lula continua dando entrevistas a emissoras de rádio do Nordeste.

Nesta quinta-feira (20) ele disse a uma emissora de rádio de Aracaju (SE) que, “se puder”, disputará a sucessão do presidente Michel Temer em 2018.

“Vamos esperar o tempo passar para a gente saber quem é que pode ser candidato, se eu posso ser candidato, se seu não posso ser candidato”, declarou o ex-presidente que responde a cinco processos na Justiça por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio.

“Já perdi a cota de eleições que tinha para perder. Depois, eu aprendi a ganhar”, declarou o ex-presidente.

Sobre as recentes pesquisas do Vox Populi e do Ibope que o apontam liderando a corrida eleitoral, o ex-presidente disse o seguinte: “É muito cedo para a gente falar de pesquisa, ainda faltam praticamente dois anos para as eleições. Eu não gosto de comentar pesquisa. Mas etou convencido de que, se eu for convidado, tenho condições de ganhar as eleições porque eu sei como cuidar das pessoas mais humildes. Não é teoria não, é prática”.

0

Ministério da Integração assina contrato para conclusão das obras da transposição

O Ministério da Integração assinou nesta quinta-feira (20) o contrato com o Consórcio Emsa-Siton para conclusão das obras do Eixo Leste da transposição do rio São Francisco.

A previsão é de que as águas do “velho Chico” cheguem ao Estado do Ceará até o final de 2017.

Esse trecho foi projetado para beneficiar mais de 7 milhões de pessoas nos Estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

O passo seguinte do processo será a publicação do extrato de contrato entre o Ministério e o consórcio no Diário Oficial da União.

Após essa formalização, será assinada a ordem de serviço para início das obras, orçadas em R$ 516,84 milhões.

Para agilizá-las, o ministro Hélder Barbalho determinou à sua equipe que a seleção das construtoras fosse realizada por meio do Regime Diferenciado de Contratações – de acordo com a Lei nº 12.462, de agosto de 2011.

0

O Nordeste, de novo, será reduto de Lula

Coluna Fogo Cruzado – 15 de abril de 2017

Na mais recente pesquisa do Vox Populi, 78% dos nordestinos reprovam o governo de Michel Temer

Se o ex-presidente Lula será ou não candidato à sucessão de Michel Temer ainda não se sabe. Vai depender do juiz Sérgio Moro, que o julgará em primeira instância pela acusação de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio, ou do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que tem sua sede em Porto Alegre, em grau de recurso. Caso seja condenado por órgão colegiado, Lula ficará inelegível com base na Lei da Ficha Limpa, obrigando o PT a improvisar outro candidato ou então a dar apoio ao ex-ministro Ciro Gomes. Caso Lula seja candidato, deverá vencer na região Nordeste por larga maioria.Basta ver os números divulgados pela mais recente pesquisa do instituto “Vox Populi”. O governo do presidente Michel Temer é reprovado por 78% dos nordestinos, ante apenas 4% que o aprovam. Como Temer sucedeu Dilma, aliada de Lula, e deverá apoiar o candidato do PSDB, seja ele quem for, o ex-presidente deverá vencer na região por larga margem, a menos que a Justiça o impeça de ser candidato.

O empreiteiro e o “caixa dois”

“Político que disser que se elegeu sem dinheiro de caixa dois está mentindo”, declarou Marcelo Odebrecht ao juiz Sérgio Moro. Curiosamente, nenhum dos 81 senadores e 513 deputados federais contestou a fala do empreiteiro, donde se conclui que a afirmação dele é verdadeira. “Caixa dois” é tido como crime eleitoral e historicamente foi tolerado pela Justiça pátria.

Haja dinheiro! – Para ficar “de bem” com todo mundo, a Odebrecht costumava dar dinheiro a políticos do governo e da oposição. Foi, talvez, das grandes empreiteiras, a única que deu “contribuição de campanha” para o PT (Dilma), PSDB (Aécio) e PSB (Eduardo Campos) na eleição presidencial de 2014.

Arena – O jornalista Evaldo Costa, assessor político do Governo de Pernambuco, diz haver “zero chance” de Eduardo Campos, Paulo Câmara, Geraldo Júlio e Tadeu Alencar aparecerem na lista de culpados por eventual superfaturamento da Arena Pernambuco.

Em bloco – O líder da Oposição na Assembleia Legislativa, Sílvio Costa Filho (PRB), tem evitado “faturar” sozinho o desgaste do governo estadual na área de segurança. Faz questão de dividir os louros com os outros membros da bancada, que vai do PT (Teresa Leitão) ao DEM (Priscila Krause).

Quem é? – Houve correria nas redações de Brasília quando se divulgou na última terça-feira (11) a chamada “lista Fachin” com os nomes dos políticos que serão investigados pelo STF. É que consta dela um tal de José Ivaldo Gomes, que ninguém sabia de quem se tratava. Só depois é que se soube que era “Vado da Farmácia”, ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho.

Mergulho – O deputado Eduardo da Fonte (PP) “mergulhou” desde que foi denunciado pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, ao STF. Mas está convicto de que será inocentado porque não existe nenhuma prova no processo de que tenha recebido dinheiro do esquema de propina da Petrobras.

Delação – Circulam versões em Pernambuco de que o ex-presidente da Copergás, Aldo Guedes, que foi sócio de Eduardo Campos na compra de uma fazenda no município de Brejão (Agreste), teria feito delação premiada. Mas nem ele nem seu advogado Ademar Rigueira confirma este fato.

Paladino – O deputado Sílvio Costa (PTdoB) não escondia sua satisfação ao ler o nome do seu colega Ônix Lorenzoni (DEM-RS) na lista dos políticos que teriam recebido dinheiro de “caixa dois” da Odebrecht. Costa diz ter horror àqueles que se julgam “paladino da ética”, algo que Lorenzoni sempre se considerou desde que chegou ao Congresso.

Festival – Garanhuns fará este ano, pela quarta vez, o festival “Viva Dominguinhos”, mas apenas com dinheiro da prefeitura. Segundo o prefeito Izaías Régis (PTB), o projeto foi enviado à Fundarpe e à Empetur, mas nenhum dos dois deu qualquer resposta.

Homenagem – Em seu recente show no teatro do Shopping RioMar, o cantor Sérgio Reis, que também é deputado federal por São Paulo, prestou uma homenagem ao cantor e compositor pernambucano (de São José do Egito) Delmiro Barros, de quem ficou amigo após visitar o Sertão do Pajeú.