0

Após giro pelo Nordeste, Lula entre com os dois pés na campanha de Haddad

fernando_haddad_foto_antonio_cruz_ABr

Após fazer campanha para candidatos do PT e de partidos aliados, na semana passada, nos Estados do Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco, o ex-presidente Lula participou neste domingo (25) do primeiro ato de campanha do prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT), que, segundo o Datafolha, é o quarto colocado na corrida eleitoral e pode ficar fora do segundo turno.

Haddad, que tem 10% de intenções de voto, perde para João Dória (PSDB) que tem 25%, para Celso Russomano (PRB) que 22% e para Marta Suplicy (PMDB) que tem 20%. O 5º colocado é Luiza Erundina (PSOL) com apenas 5%.

Lula desfilou em cima de um carro de som no bairro de São Mateus, na zona leste da capital paulista. Ele tentou “nacionalizar” o discurso em favor de Haddad com críticas ao presidente Michel Temer, a mesma coisa que fez no Recife na última sexta-feira.

Disse ele: “Onde você chega no Brasil, incluindo São Paulo, o povo não aceita um governo que não tenha sido eleito democraticamente. O povo preferia nova eleição já. Mas o que eu acho estranho é que neste momento da história política de São Paulo o povo que grita ‘Fora Temer’ está, nas pesquisas, votando em três candidatos que apoiam o governo dele. Se o povo não quer um, como é que está aceitando três?”, perguntou o ex-presidente referindo-se a Dória, Russomano e Marta.

Segundo ele, entregar a prefeitura a qualquer um deles seria como colocar “a raposa para tomar conta do galinheiro”.

E acrescentou: “A gente sabe que raposa não toma conta de galinha. Tucano, que é menor que raposa, já come filhote de passarinho, imagine uma raposa”.

“O Dória (PSDB) vocês sabem quem ele é e o que ele representa. Ele fica falando do PT, mas o partido dele não fez pelo país 1% do que fez o Partido dos Trabalhadores”.

Sobre o candidato do PRB, disse o seguinte: “O amigo Russomanno, é melhor esperar terminar a campanha e voltar para a televisão e ficar naquele programinha dele, sendo defensor de coisa alguma”.

E sobre Marta Suplicy, alfinetou: “Tem muita gente da periferia que acha que a companheira Marta ainda é do PT. Não é. Ela mudou de lado. Fez opção pelo PMDB”.

Já o prefeito Fernando Haddad declarou o seguinte: “O que a oposição tem a oferecer? Olho para o Doria, para o Russomanno e para a Marta e não vejo nada de novo. Não adianta dizer: ‘sou gestor, sou gestor’, ou ‘vou cuidar de vocês’. Tem que dizer como vai fazer”.

0

Pernambuco fez o terceiro maior número de denúncias pelo aplicativo Pardal

gilmar_mendes - fotostf

Por meio do aplicativo Pardal, a Justiça Eleitoral já recebeu até ontem 32.070 denúncias sobre supostas irregularidades na presente campanha eleitoral, informou a assessoria do presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes.

O aplicativo foi lançado pelo TSE no dia 18 de agosto e por meio dele qualquer cidadão pode fazer denúncia contra candidatos e partidos políticos.

A denúncia pode ser feita pelo próprio aplicativo, através do envio de fotos, vídeos ou áudios que comprovem indícios de crime eleitoral.

O material é encaminhado automaticamente para análise do Ministério Público Eleitoral, que avalia se deve ou não denúncia contra os responsáveis.

Por razões óbvias, de São Paulo chegaram o maior número de denúncias (6.444), seguindo-se Espírito Santo com 3.160 e Pernambuco com 2.841.

0

Mais um petista é xingado num restaurante do Rio de Janeiro

lindbergh_farias - foto waldemir_barreto - agencia senado

Depois do ex-prefeito do Recife, João Paulo, xingado no restaurante “Tio Armênio”, duas semanas atrás, no Shopping RioMar, no Recife, agora foi a vez de o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) passar pelo mesmo constrangimento no Rio de Janeiro.

O ex-presidente da UNE, que integrou a “tropa de choque” de Dilma Rousseff na luta contra o processo de impeachment, foi verbalmente agredido na madrugada deste domingo (25) quando deixava um restaurante na Barra da Tijuca, onde acabara de jantar com familiares.

Ele escreveu no seu Facebook que um cidadão que jantava numa mesa ao lado o desacatou dizendo: “Quem apoia Lula não pode jantar aqui”.

Em seguida o cidadão o seguiu na saída do restaurante, tirou a camisa e deu um empurrão na esposa do senador, que caiu no chão.

“É inaceitável que fatos como este ocorram. Não podemos achar normal que atitudes fascistas aconteçam sem punição. Não serei intimidado pelos porta-vozes do ódio. É lamentável que as ideias sejam substituídas pela violência, que algumas pessoas sintam-se no direito de perseguir, ofender, ameaçar e agredir fisicamente quem pensa diferente, e que tal episódio tenha ocorrido na presença de meus familiares. Registrei queixa na Delegacia de Polícia e tomarei as medidas cabíveis contra os agressores. Espero que estes sejam identificados e punidos, dando um basta na intolerância”, disse o senador por meio de nota.

Antes dele, também foram agredidos em restaurantes o cantor Chico Buarque e os ex-ministros Guido Mantega (Fazenda) e Alexandre Padilha (Saúde), e o ex-prefeito João Paulo.

0

O domingo pré-eleitoral dos principais candidatos a prefeito do Recife

Processed with Snapseed.

Os candidatos a prefeito Daniel Coelho (PSDB), Geraldo Júlio (PSB), Priscila Krause (DEM), João Paulo (PT) e Carlos Augusto Costa (PV) ocuparam parte das ruas do Recife, neste domingo (25), em busca dos votos dos indecisos.

Daniel fez panfletagem na praia de Boa Viagem em companhia do seu vice, Sérgio Bivar (PSL). Ele disse que está confiante em que manterá o crescimento registrado nas últimas pesquisas e que chegará ao segundo turno junto com o prefeito Geraldo Júlio.

“Desde o início, todas as pesquisas apontam para o nosso crescimento, enquanto o candidato do PT vem caindo. Chegamos à semana decisiva, quando as pessoas realmente decidem seu voto e passam a ficar mais atentas à eleição. Estou muito otimista com esse movimento crescente em torno da nossa candidatura”, disse o candidato do PSDB.

Segundo ele, somente a TV se interessou em realizar um debate entre todos os candidatos na próxima quinta-feira (29). “No entanto, estivemos em colégios e faculdades para debater, mas os candidatos do PT e do PSB sempre fugiram da discussão. É um desrespeito para com o eleitor e com as pessoas que querem ouvir as propostas dos candidatos”, disse ele.

Primeiro colocado nas pesquisas, o prefeito Geraldo Julio (PSB) realizou neste domingo uma minicarreata na zona norte do Recife, percorrendo cerca de 20 Km e disse que cada vez mais fica convencido “de que o povo quer a continuidade do nosso projeto”.

A minicarreata partiu do bairro de Passarinho e seguiu por Dois Unidos, Linha do Tiro, Córrego do Euclides, Bomba do Hemetério, Casa Amarela e Vasco da Gama.

Já a candidata Priscila Krause (DEM), da coligação “O Recife acredita”, realizou um evento na manhã deste domingo (25), no seu comitê, reunindo lideranças políticas como os ex-prefeitos Gustavo Krause e Roberto Magalhães e o ministro Mendonça Filho (Educação).

“Eu jamais partirei para o tudo ou nada, pois o Brasil se encontra nessa situação atual por atitudes como estas. Eu jamais envergonharei vocês e a política brasileira. Jamais passarei por cima dos meus princípios que compartilho aqui, com meus amigos e eleitores. É dessa forma que seguiremos ao segundo turno,” disse ela.

Na ocasião, Gustavo Krause disse o seguinte referindo-se a Geraldo Júlio e João Paulo: “Fugiram ao debate, não se debateu o Recife, não se colocou uma agenda positiva para essa cidade, se perdeu mais uma oportunidade de parar de fazer a mesma mediocridade que cerca a gestão pública desse país”.

Mendonça Filho complementou: “Você, Priscila, honra as cores do nosso partido e a todos nós. Você lidera esse processo com dignidade e responsabilidade, transmitindo para população do Recife os seus compromissos e suas crenças, aquilo em que você acredita e propõe para a capital pernambucana”.

Já o candidato João Paulo (PT) também fez carreata na zona norte da cidade ao lado do seu vice Sílvio Costa Filho (PRB). A carreata passou pelos bairros de Água Fria, Guabiraba, Beberibe, Vasco da Gama, Arruda e Cajueiro.

“O sentimento hoje foi muito forte porque foram centenas de manifestações espontâneas pedindo a volta, dizendo que estão conosco, e isto vai de idosos a jovens. É um claro reconhecimento do que nós fizemos na prefeitura. A perspectiva, agora, é ganhar a eleição, mais uma vez, com a força do povo!”, disse o candidato do PT no terminal de ônibus do Córrego do Jenipapo, onde encerrou a carreata.

O candidato do PV, Carlos Augusto Costa, realizou neste domingo o maior evento de sua campanha, intitulado: o “Passeio pelo Recife”. Foi uma carreata com cerca de 200 carros, que percorreu sete vias da cidade, entre a zona sul e o centro.

Para evitar prejuízos à natureza, o PV providenciou a compensação ambiental, adquirindo créditos de carbono em quantidade superior à quantidade (de CO2) emitida durante a manifestação.

0

Elias assume comando da campanha de Heraldo Selva

250916-foto-greg-rosa

O prefeito de Jaboatão, Elias Gomes (PSB), assumiu de vez, nesta reta final, o comando da campanha de Heraldo Selva (PSB) à sua sucessão.

Neste domingo, o candidato, ao lado do prefeito e do deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB), fez uma grande caminhada nas comunidades dos Guararapes e do Cajá.

A caminhada partiu do Pecom e seguiu até o Córrego das Rosas, num percurso de cerca de 4 km. Cerca de 2 mil pessoas acompanharam o candidato.

“Temos oito dias para continuar nas ruas pedindo votos. Vamos juntos construir uma grande vitória e fazer um governo para todos os cidadãos” disse o candidato do PSB.

“Sou o candidato mais preparado por toda a minha história e experiência que acumulei ao longo dos 32 anos de serviço público. Precisamos seguir em frente com as mudanças em nossa cidade”, acrescentou.

O deputado Jarbas Vasconcelos acrescentou: “Não podemos vacilar. Temos que escolher o melhor. Estamos a uma semana da eleição para dizer que a melhor opção é Heraldo. Jaboatão é uma cidade importante e precisa de uma pessoa preparada e competente. Vocês que se engajaram até agora precisam buscar o voto dos indecisos, dos que não escolheram ainda seu candidato e conquistar a vitória”.

“Temos percorrido a cidade, levando a mensagem de Heraldo e seus projetos e propósitos. É uma semana intensa nas redes sociais, fazendo o porta a porta, convencendo que nós vamos fazer Heraldo o prefeito dos avanços e das mudanças”, disse o prefeito Elias Gomes.

Pela última pesquisa do Ipespe/Folha de Pernambucano, o candidato do PSB está na quarta colocação, perdendo para Anderson Ferreira (PR), Manoel Neco (PDT) e Cleiton Collins (PP).

O prefeito contesta essa pesquisa dizendo que ela foi “manipulada” e que nos levantamentos para consumo interno da campanha o 1º colocado é Cleiton Collins e o 4º Manoel Neco.

Cleiton, por sinal, fez uma carreata neste domingo (25) pelos bairros de Prazeres, Cajueiro Seco, Jardim Piedade, Dom Hélder, Piedade, Candeias, Barra de Jangada, Guararapes, Córrego da Batalha e Jardim Jordão. Cerca de uma centena de veículos o acompanharam.

“Próximo domingo será confirmado nas urnas o desejo de mudança do jaboatonense. Agradeço todo o apoio, orações e carinho”, disse ele, que estará lançando nesta segunda (26) o seu plano de governo no Hotel Blue Tree Towers, em Piedade.

O candidato Manoel Neco (PDT) também fez carreata neste domingo. A concentração foi no bairro de Cavaleiro, em frente ao abrigo Cristo Redentor, de onde seguiu até Barra de Jangada com cerca de 500 automóveis entre carros e motos.

0

Três candidatos a prefeito de Olinda investem em carreatas

250916-divulgacao_

Três dos 9 candidatos a prefeito de Olinda investiram em carreatas neste domingo (25) visando à conquista dos eleitores que ainda se declaram indecisos: Ricardo Costa (PMDB), Teresa Leitão (PT) e Professor Lupércio (SD). Todos são deputados estaduais.

Ricardo Costa, ao lado do deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB), percorreu em carreata dezenas de ruas do município.

O ato teve início na Avenida Presidente Kennedy e passou depois por Peixinhos, Vila Popular, Jardim Brasil, Varadouro, Bairro Novo e Casa Caiada.
Junto com candidatos a vereador da coligação “Inova, Olinda” e do candidato a vice, André Luís de Farias, Ricardo Costa distribuiu ao longo do percurso cópias do seu plano de governo.

Após a carreata, todos seguiram para a casa de shows Manny Deck onde foi servida uma feijoada.

Lá, o candidato peemedebista disse o seguinte: “Esse mesmo pessoal que está aqui, os nossos candidatos a vereador, o deputado Jarbas Vasconcelos e o vice-governador Raul Henry, será esse pessoal que vai nos levar ao segundo turno”.

De acordo com pesquisa do Ipespe, Ricardo Costa é 5º colocado na corrida eleitoral. Perde para Luciana Santos (PCdoB), Antonio Campos (PSB), Izabel Urquiza (PSDB) e Professor Lupércio (SD).

Para Jarbas Vasconcelos, Ricardo Costa “é o candidato mais preparado para retirar a cidade desse descaso de 16 anos de desgoverno. Ele tem programa para mudar a situação do município”.

A candidata Teresa Leitão (PT) também fez carreata neste domingo por seis bairros de Olinda e conseguiu arregimentar 313 veículos.

Pelo menos seis candidatos a vereador fizeram carreatas em seus respectivos bairros que depois se juntaram à grande carreata da chapa majoritária, intitulada “Olinda, quero avançar”.

O candidato Professor Lupércio também fez uma carreata neste domingo. A carreata partiu de Rio Doce, seu principal reduto eleitoral, e percorreu os seguintes bairros: Jardim Atlântico, Casa Caiada, Bairro Novo, Bultrins, Ouro Preto, Varadouro, Peixinhos, Aguazinha, Águas Compridas, Alto do Sol Nascente e Caixa D’Água.

A carreata contou com a participação do candidato a vice Márcio Botelho e de vários candidatos a vereador.

0

Paulo Câmara e Bruno Araújo fazem o maior evento da campanha de Jorge Alexandre

250916-foto-aline-sales

O governador Paulo Câmara (PSB) e o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), participaram neste domingo do maior evento de campanha do prefeito de Camaragibe e candidato à reeleição Jorge Alexandre (PSDB).

A caminhada, que reuniu milhares de pessoas, foi no bairro de Tabatinga, um dos mais populosos do município. O vice-prefeito Bosco Silva (PMN) também esteve no evento ao lado de todos os candidatos a vereador.

Jorge Alexandre disputa a reeleição pela coligação “’Somos todos Camaragibe” com apoio do governador, do ministro e do deputado estadual Beto Accioly (PSL), que é filho da terra.

Ele disse que ficou surpreso com a grande quantidade de pessoas que estavam no evento, bem como com o carinho recebido por parte dos seus eleitores, o que lhe dá a certeza de “uma grande vitória nas eleições do próximo domingo”.

A oposição disputa a prefeitura com dois candidatos: Demóstenes Meira (PTB) e Vinicius Lemos (PCdoB). Na véspera, o governador esteve em São José do Egito (Pajeú) participando de um comício do ex-prefeito Evandro Valadares (PSB) no bairro Planalto.

Neste domingo, o prefeito e candidato à reeleição Romério Guimarães (PT) fez o maior evento de sua campanha até agora no distrito de Riacho do Meio ao lado do candidato a vice Elias Borja (PMDB), o “Nenê de Zé Dudu” e do ex-deputado José Marcos de Lima (PR).

0

Armando sai de Araripina empolgado com a campanha de Raimundo Pimentel

250916-divulgacao

O senador Armando Monteiro (PTB) fez um giro pelo interior neste final de semana e voltou de Araripina muito empolgado com a campanha do ex-deputado Raimundo Pimentel (PSL).

No sábado, o senador passou por seis municípios dos sertões do São Francisco e do Araripe, priorizando Araripina (Raimundo Pimentel) e Petrolina (Adalberto Cavalcanti).

“Foram atos carregados de grande simbolismo. A gente sente essa vibração nas pessoas, o engajamento, a militância aguerrida nas ruas, e isso tem que ser triplicado nessa última semana de campanha. Quero ampliar a parceria com esses companheiros a partir do dia 1º de janeiro de 2017, lá no Senado, para trabalharmos juntos, fazendo projetos e trazermos os recursos federais de que esses municípios tanto precisam. Mas para isso é preciso fazermos escolhas certas, agora, no dia 2 de outubro”, disse o senador pernambucano.

Ele iniciou o segundo périplo pelo Sertão em Petrolina, onde participou de caminhada e comício do deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB), que é candidato a prefeito e está na terceira colocação, segundo o Ibope, perdendo para Miguel Coelho (PSB) e Odacy Amorim (PT).

Em seguida, visitou cinco municípios do Araripe. Em Trindade, se reuniu com lideranças políticas que apoiam a candidatura de Helbinha de Rodrigues (PSL). Em Bodocó, esteve com o candidato Túlio Alves (DEM), em Exu, com o ex-prefeito Jailson Bento (PTB) e em Ipubi com Valdemar Filho (PMDB).

O evento de Araripina reuniu milhares de pessoas, sendo Raimundo Pimentel o candidato favorito porque está à frente em todas as pesquisas. O vice é o vereador Bringel Filho (PSDB).

Neste domingo, o senador fez uma caminhada em São Lourenço da Mata com o candidato Bruno Pereira (PTB) e outra em Camocim de São Félix, com o prefeito Uilson de Teté (PTB), que disputa a reeleição.

A agenda foi encerrada em Santa Cruz do Capibaribe, onde participou de uma grande caminhada, seguida de comício, do candidato Fernando Aragão (PTB), que enfrenta o prefeito e candidato à reeleição Édson Vieira (PSDB).

0

Ratton teme que Compaz se transforme em “clube de bacana” em áreas pobres do Recife

José Luiz Ratton - reprodução internet

O sociólogo José Luiz Ratton, coordenador do Núcleo de Segurança da UFPE e um dos principais idealizadores do “Pacto pela vida”, principal programa antiviolência do governo Eduardo Campos, analisa o avanço da violência em Pernambuco em longa entrevista ao JC deste domingo (25/9).

Segundo ele, “o Compaz (Centro Comunitário da Paz) poderia ser uma iniciativa interessante para a construção de políticas públicas de controle e redução da violência, mas não é”.

E diz por quê: “Ele se parece com os antigos Centros Sociais Urbanos com outra roupagem. Deveria ser um espaço para programas permanentes de mediação de conflitos, de prevenção da violência voltada para os mais vulneráveis entre os vulneráveis na sua área de abrangência, mas não apresenta um conceito adequado de prevenção no curto, médio e longo prazo, nem realiza programas integrados com esta concepção”, disse o sociólogo pernambucano, para quem o “Pacto pela Vida” já morreu.

Ele disse também que o Compaz corre o risco de só atrair aqueles que dele não precisam, quando deveria ser um espaço para oferecer alternativas “àqueles que estão em situação limite de envolvimento com a violência ou já se envolveram com ela”.

E conclui: “Meu receio é que o Compaz se transforme em um clube bacana em áreas pobres, sem aderência alguma a projetos específicos de redução de violência”.

O Compaz foi copiado da Colômbia pelo prefeito Geraldo Júlio por sugestão do seu secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti (PMDB).

O então candidato Geraldo Júlio prometeu construir cinco no Recife, mas fez apenas um no Alto de Santa Terezinha. O prédio, imponente, que se chama “Eduardo Campos”, acabou se transformando na principal vitrine do seu governo nesta campanha eleitoral ao lado do Hospital da Mulher.

0

Pesquisa do IPMN: oposições, juntas, têm 10 pontos percentuais acima de Geraldo Júlio

Geraldo Júlio - foto Andrea Rego Barros_

O JC deste domingo divulgou mais uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN) sobre a corrida eleitoral pela prefeitura do Recife.

Não houve nenhuma novidade em relação à pesquisa anterior, do dia 18 de setembro. Se a eleição fosse hoje, o prefeito do Recife e candidato à reeleição, Geraldo Júlio (PSB), chegaria em 1º lugar com 33% das intenções de voto.

No entanto, não venceria no 1º turno porque seus adversários, somados, têm 10 pontos percentuais a mais.

O 2º colocado é João Paulo (PT) com 25%, o 3º Daniel Coelho (PSDB) com 12%, o 4º Priscila Krause (DEM) com 3%, o 5º Edilson Silva (PSOL) com 2% e o 6º Carlos Augusto Costa (PV) com 1%. Panteleão (PCO) e Simone Fontana (PSTU) não pontuaram.

Não houve alterações em relação à pesquisa anterior porque todos os candidatos oscilaram dentro da margem de erro. No levantamento passado, Geraldo Júlio tinha 34,2%, João Paulo 24,8%, Daniel Coelho 10,4%, Priscila Krause 4,4%, Edilson Silva 2% e Carlos Augusto Costa 0%.

Votos brancos e nulos somam 21% e não sabem ou não quiseram responder a pesquisa 4%. A pesquisa foi feita com 816 questionários entre os dias 21 e 22 deste mês de setembro.