0

TV Globo divulga neste sábado as últimas pesquisas do segundo turno

William Bonner - reprodução TV Globo

A TV Globo divulgará neste sábado (25), no Jornal Nacional, o resultado de pesquisas do Ibope e do Datafolha sobre as intenções de voto dos brasileiros para Presidente da República e os governadores de 13 estados e do Distrito Federal.

As pesquisas já vão captar o efeito do último debate do segundo turno que a Globo promoveria nesta sexta-feira entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) sob a mediação do jornalista William Bonner.

Nas duas pesquisas divulgadas ontem (23), Dilma Rousseff (PT) apareceu numericamente à frente do seu adversário.

Pela pesquisa do Ibope, Dilma tem 54% dos votos válidos, ante 46% do senador mineiro. Já pela pesquisa do Datafolha, ela tem 53% e Aécio Neves, 47%. A margem de erro dos dois levantamentos é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Considerando-se os votos totais no Datafolha, Dilma tem 48% e Aécio, 42%. Já o número de eleitores que pretendem votar em branco ou anular o voto é de 5% e os que estão indecisos também 5%.

Pelo Ibope, Dilma tem 49% dos votos totais, ante 41% de Aécio. Indecisos somam 3% e os que pretendem votar branco ou nulo, 7%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores entre segunda e quarta-feira desta semana em 203 municípios de todas as regiões do país. O Datafolha ouviu 9.910 pessoas quarta e quinta desta semana.

0

Senador oferece café da manhã a aliados de Dilma Rousseff

CTS - Comissão Temporária destinada a propor soluções ao fin

O senador Humberto Costa (PT), coordenador da campanha de Dilma Rousseff (PT) à reeleição, vai tomar café da manhã neste domingo com lideranças que estão apoiando a candidatura da petista em Pernambuco.

O café será na Rua dos Navegantes, 1515, Boa Viagem, residência do senador. Ele prevê a vitória de Dilma em Pernambuco com uma margem grande de votos em relação a Aécio Neves (PSDB).

O que o leva a acreditar nisto, segundo ele, foram as três grandes manifestações de que a presidente participou na última terça-feira em Pernambuco, tendo falado para aproximadamente 120 mil pessoas: Petrolina, Goiana e Recife.

Para o senador, Pernambuco deu um exemplo de “democracia e mobilização” a todo país”, o que deixou a presidente e seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, profundamente satisfeitos com o que viram no Estado.

“Até nós do PT, que estamos acostumados com grandes manifestações políticas, ficamos encantados com a quantidade de pessoas que saíram às ruas para aplaudir a nossa candidata”, disse o senador pernambucano.

No primeiro turno da eleição, Dilma obteve em Pernambuco 44% dos votos válidos, ante 48% de Marina Silva (PSB). Foi o único Estado do Nordeste em que ela perdeu a eleição.

Para Humberto Costa, a presidente deverá ter o apoio de mais de 20% dos eleitores que votaram na candidata do PSB por terem reprovada a aliança dela com os tucanos.

0

PT deve explicações ao país, diz o senador Aécio Neves

Alberto Youssef - reprodução internet

O senador Aécio Neves (PSDB) declarou no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (24), que o PT “deve explicações ao país” sobre as declarações do doleiro Alberto Youssef de que Lula e Dilma tinham conhecimento das irregularidades na Petrobras.

“Se comprovado isso, é a confirmação de que houve operação de caixa dois na atual campanha presidencial do PT. Repito: é algo extremamente grave, que tem que ser confirmado, mas é preciso que seja também apurado”, disse o candidato do PSDB à Presidência da República.

O candidato disse também ser necessário “estar vigilante” em relação ao acompanhamento das investigações.

“O que eu posso garantir é que, se eleito presidente da República, essas investigações serão ainda mais aprofundadas”, assegurou.

Aécio lembrou que o Supremo Tribunal Federal já homologou o pedido de “delação premiada” de Paulo Roberto Costa, donde se conclui que são verídicas as revelações feitas até agora pelo ex-diretor da Petrobras.

O doleiro também teria dito que repassou dinheiro desviado da Petrobras para o deputado Sérgio Guerra (PSDB) e o ex-governador Eduardo Campos (PSB).

0

TSE julga neste sábado pedidos de “direito de resposta”

Rodrigo Janot - foto agência brasil

Resolução aprovada pelo TSE na última terça-feira prevê o julgamento neste sábado (25) de eventuais pedidos de “direito de resposta” por parte dos dois candidatos à presidência da República, Dilma Rousseff e Aécio Neves.

De acordo com a resolução, rádios e emissoras de TV deverão ficar de “sobreaviso” neste sábado, um dia antes do segundo turno, para eventualmente divulgar “direitos de resposta” que foram deferidos pela Justiça Eleitoral.

O pedido deverá ser feito em até 12 horas a partir da veiculação da suposta ofensa.

Segundo o ministro Dias Toffoli, presidente do TSE, a finalidade da resolução é inibir propaganda ofensiva à honra do adversário.

Ele disse o seguinte: “Se alguém veicular propaganda ofensiva, o direito de resposta terá eficácia bastante ampla, porque será a última manifestação do candidato. Isso é pedagógico no sentido de constranger para que não haja excessos”.

Para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a resolução é inconstitucional porque não respeitou o princípio da “anterioridade eleitoral”, ou seja, regras que interferem no processo eleitoral deverão ser aprovadas até 1 ano antes da realização das eleições. Do contrário, só passará a valer na eleição seguinte.

0

Lula desdenha de “Veja” e diz que não lê a revista

lula-Foto-Ricardo Stuckert-Instituto Lula

O ex-presidente Lula esquivou-se de comentar, nesta sexta-feira, a matéria da revista “Veja” segundo a qual ele e Dilma Rousseff tinham conhecimento do esquema de corrupção que existia na Petrobras.

Durante caminhada em São Paulo, o ex-presidente disse que não falaria sobre a matéria porque há muito tempo deixou de ler a revista.

Já o prefeito de São Bernardo do Campo e coordenador da campanha de Dilma em São Paulo, Luiz Marinho, disse que há três anos não lê a revista “e vou continuar não lendo”.

0

O que o eleitor deve fazer para justificar o voto

Dias Toffoli - foto STF

Eleitor que estiver fora do seu domicílio neste domingo (26) terá até 60 dias para preencher o “Requerimento de Justificativa Eleitoral” a fim de normalizar sua situação perante a Justiça Eleitoral.

O documento pode ser obtido gratuitamente nos sites do Tribunal Superior Eleitoral e dos Tribunais Regionais Eleitorais, cartórios e postos de atendimento ao eleitor.

Caso o requerimento não seja entregue no dia da votação, o eleitor tem até 60 dias, a partir de segunda-feira (27), para levá-lo pessoalmente a qualquer cartório eleitoral ou enviá-lo, via postal, ao juiz da zona eleitoral onde está inscrito.

Nas duas hipóteses, o requerimento deve ser acompanhado de documento comprovando as razões da ausência. Segundo a assessoria do presidente do TSE, ministro Dias Toffoli, serão aceitos como justificativa comprovante de passagem e atestado médico.

Ainda segundo o TSE, quem deixou de votar no primeiro turno, mesmo sem justificar a ausência, poderá votar normalmente no segundo.

0

Carreata e carro de som estão liberados neste sábado

inocencio_oliveira_1_foto_edson_santos

Encerrou-se nesta sexta-feira (24) a propaganda eleitoral gratuita veiculada no rádio e na televisão, mas carreatas, sem comício, poderão ser feitas até este sábado.

Aproveitando essa liberalidade da legislação, o deputado Inocêncio Oliveira (PR) estará em Serra Talhada, sua terra, para participar de uma carreata pró Aécio Neves (PSDB), motivo de sua destituição da presidência do PR em Pernambuco porque o partido, em nível nacional, está apoiando Dilma Rousseff (PT).

Esta sexta também é a data-limite para a divulgação de propaganda eleitoral paga na imprensa escrita e a realização de debates políticos, que deverão se encerrar antes da meia noite.

A TV Globo promoveria a partir das 22h um debate com Dilma Rousseff e Aécio Neves.

No segundo turno das eleições, neste domingo (26), cerca de 143 milhões de eleitores estão aptos a votar para presidente da República e governadores de 13 estados e do Distrito Federal. Apesar do horário de verão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a votação será feita das 8h às 17h, obedecendo ao horário local.

Com o horário de verão, o Acre passou a ter três horas a menos em relação ao horário de Brasília. Por isso, a divulgação dos números das eleições para presidente da República começará às 20h (de Brasília). Os resultados para governador nos 13 estados e no DF serão conhecidos logo após o encerramento da votação.

0

TSE nega pedido de Dilma para tirar reportagem de “Veja” do facebook

veja-241014

O TSE indeferiu hoje (24) pedido feito por Dilma Rousseff (PT) para que a revista “Veja” tire de sua conta no facebook reportagem segundo a qual ela e Lula tinham conhecimento do esquema de corrupção na Petrobras.

O título da capa da revista, que antecipou sua circulação para esta sexta-feira, é “Eles sabiam de tudo”.

Em sua representação, a coligação de Dilma acusa a revista de ter antecipado sua edição para esta sexta-feira para “tentar afetar a lisura do pleito eleitoral”.

A representação diz ainda: “a matéria absurda de capa (…) imputa crime de responsabilidade à candidata representante (…) e a mensagem e tem objetivo bem delineado: agredir a imagem da candidata representante”.

Para negar o pedido, o ministro Admar Gonzaga alegou que o artigo da Lei Eleitoral citado na representação (art. 57-D, § 3º, da Lei das Eleições) não está em vigor nas eleições deste ano. Com isso, a representação foi arquivada, sem julgamento de mérito.

“O dispositivo invocado para a suspensão da veiculação (§ 3º do art. 57-D da Lei nº 9.504/1997), consoante entendimento deste Tribunal Superior (Consulta nº 1000-75), não tem eficácia para o pleito de 2014, razão pela qual indefiro liminarmente a petição inicial e extingo o processo sem resolução do mérito, nos termos do art. 267, I, do Código de Processo Civil.”, diz o despacho do ministro.

0

Pesquisa do Sensus prevê vitória de Aécio Neves

Aécio Neves I - Foto Orlando Brito-Coligação Muda Brasil

Pesquisa do instituto mineiro Sensus, encomendada pela revista “IstoÉ” e divulgada nesta sexta-feira (24), aponta o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, com 9 pontos percentuais à frente da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT).

De acordo com a pesquisa, o tucano tem 54,6% das intenções de votos válidos, ante 45,4% da petista.

A pesquisa revela também que 11,9% dos eleitores estão indecisos e que se forem considerados os votos totais, Aécio tem 48,1% e Dilma, 40%.

O instituto Sensus avaliou também o índice de rejeição dos dois candidatos. Segundo ele, 44,2% dos eleitores rejeitam Dilma, ao passo que 33,7% rejeitam Aécio.

O Sensus entrevistou 2 mil eleitores de 136 municípios em 24 Estados entre os dias 21 e 24 de outubro. A pesquisa tem margem de erro de 2,2 pontos porcentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa diverge do Ibope e do Datafolha, que apontam vantagem de Aécio sobre Dilma de quatro a seis pontos percentuais, fora portanto da margem de erro.

0

Partidos que apoiam Aécio querem apuração dos fatos que a “Veja” revelou

Carlos Sampaio - divulgação

Dirigentes dos partidos que apoiam Aécio Neves, à frente o deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP), divulgaram nota nesta sexta-feira (24) cobrando uma “eficaz investigação dos fatos” noticiados em edição especial da revista “Veja” segundo os quais a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula sabiam do desvio de recursos na Petrobrás.

A revista não apresentou provas. Baseou-se num suposto depoimento que o doleiro Alberto Yousseff teria prestado à Polícia Federal mediante acordo de “delação premiada”.

Veja a íntegra da nota das oposições:

As declarações prestadas pelo doleiro Alberto Yousseff para a Polícia Federal e para a Procuradoria da República, reveladas pela Revista Veja, são extremamente graves e exigem das autoridades e das instituições públicas ações efetivas para uma rápida e eficaz investigação dos fatos.

Não só a normalidade das eleições é colocada sob suspeita quando se aponta a possibilidade de uma campanha eleitoral ser irrigada com milhões de reais de origem ilícita, mas, também, e principalmente, a legitimidade dos Poderes constituídos e da democracia brasileira.

Diante desta realidade, no dia de hoje (24/10), o PSDB está apresentando junto à Procuradoria-Geral da República representação para que as investigações dos fatos narrados pelo investigado e delator Alberto Yousseff sejam aprofundadas, para fins de se apurar a prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, lavagem de dinheiro, prevaricação e formação de quadrilha ou bando (associação criminosa), dentre outros.

Na representação também se pede, diante da excepcionalidade dos fatos, por sua gravidade e consequências ao país, que as investigações se realizem com prioridade, para que as respostas aos cidadãos brasileiros se deem no menor prazo possível.

Neste momento em que os procederes da Presidente da República, Dilma Rousseff, e do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva são colocados em dúvida, é preciso que as instituições públicas, notadamente a Polícia Federal, o Ministério Público e o Congresso Nacional cumpram seus papéis institucionais para resgatar, no menor prazo possível, a confiança do povo brasileiro.

Dep. Federal Carlos Sampaio
Coordenador Jurídico Nacional