Câmara Federal presta homenagem ao centenário do JC

Blog de Inaldo Sampaio – 15 de maio de 2019

O centenário do Jornal do Commércio do Recife foi celebrado nesta quarta-feira (15) no plenário da Câmara Federal durante sessão solene sugerida pelo líder da bancada do PSB, deputado Tadeu Alencar (PE). Ele relembrou a trajetória do jornal fundado em 1919 pelo empresário Francisco Pessoa de Queiroz, frisando que hoje ele é líder de circulação no Estado de Pernambuco.

A sessão contou com as presenças do presidente do Sistema JC de Comunicação, João Carlos Paes Mendonça, dos senadores Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB), do presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV, Paulo Tonet, do Diretor Executivo da Associação Nacional de Jornais, Ricardo Pedreira e do presidente do Tribunal de Contas da União, ministro José Múcio Monteiro Filho.

Também estiveram presentes os deputados pernambucanos Raul Henry (MDB-PE), Gonzaga Patriota (PSB-PE), Ossessio Silva (PRB-PE), Renildo Calheiros (PCdoB-PE), Augusto Coutinho (Solidariedade-PE), Felipe Carreras (PSB-PE), Danilo Cabral (PSB-PE) e João Campos (PSB-PE).

O Jornal do Commercio pertence ao Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, braço de mídia do Grupo JCPM, do qual também fazem parte a Rádio Jornal, a TV Jornal, o portal NE10 e vários outros meios de comunicação. É o maior periódico de Pernambuco e também um dos maiores do país.

PATRIOTA DIZ QUE HÁ 60 ANOS VENDIA O JC NAS RUAS DE SERTÂNIA

O deputado Gonzaga Patriota (PSB) também discursou na Câmara, nesta quarta-feira (15), em homenagem ao centenário do Jornal do Commercio. Ele também relembrou a trajetória do jornal e sua importância para o Estado de Pernambuco.

“Eu me lembro da comemoração dos 40 anos do JC. A gente fica feliz numa festa como essa, não apenas por comemorar no plenário da Casa do povo brasileiro, mas também por dividir com o Brasil a importância dos 100 anos deste jornal. As coisas evoluíram, mas o JC superou diversos obstáculos e crises e se adaptou. Por isso, quero parabenizar João Carlos Paes Mendonça pelo trabalho que vem fazendo. O JC tem uma história que merece toda a nossa homenagem”, disse Patriota.

Contou, em seguida, que foi vendedor do Jornal do Commercio nas ruas de Sertânia, sua terra natal, em seus tempos de adolescente. E soltou a seguinte tirada: “Quem foi vendedor há 60 anos do JC, espera que nos 200 anos de comemoração espera ainda estar por aqui para celebrar esta data”.  

TEOBALDO AGREGA MAIS DOIS PREFEITOS A SEU GRUPO POLÍTICO

O deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos) acaba de agregar mais dois prefeitos ao seu grupo político, dando a entender que não pretende disputar a prefeitura de Limoeiro, sua terra, nas eleições do próximo ano. Os prefeitos são Sandro Arandas (Ibirajuba) e Regina Costa (Itaíba). Esta última fazia parte do grupo político do deputado Zeca Cavalcanti (PTB), que não foi reeleito. 

“A incorporação desses dois prefeitos ao nosso grupo é resultado do nosso mandato e do nosso compromisso com a população. Nossa atuação tem garantido a chegada de muitos recursos para os municípios. Além disso, costumo dar assistência aos municípios nos quais sou votado, pois não sou daquele tipo de deputado que só aparece em tempo de eleição. O meu eleitor me encontra, fala comigo, traz o problema da cidade, do seu bairro, diretamente para mim. É essa credibilidade que tem feito a gente ampliar o nosso número de prefeitos”, disse Ricardo Teobaldo. 

Além desses dois novos municípios, Teobaldo tem atuação política em cerca de 30 outras cidades ao Agreste, da Mata e do Sertão.

MINISTRO DA EDUCAÇÃO É VAIADO NA CÂMARA

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi vaiado nesta quarta-feira (15) na Câmara Federal onde compareceu para dar explicações sobre o corte de 30% no orçamento das universidades federais. As vaias começaram quando o ministro, questionado sobre se tinha carteira de trabalho, respondeu que tem “ficha limpa”, ao passo que o ex-presidente Lula está preso acusado de corrupção.

“Fui bancário com carteira assinada, viu? Aquela azulzinha, não sei se vocês conhecem”, declarou o ministro, provocando vaias de parte dos parlamentares. Logo em seguida disse que Lula chegou a telefonar para a direção do Banco Santander, na Espanha, para pedir a cabeça de uma colega bancária que não rezava pela cartilha do PT.

O ministro disse que a prioridade de sua pasta será a educação básica, irritando os parlamentares por não explicar diretamente as razões do corte do orçamento das universidades federais.

A líder da minoria na Câmara, Jandira Feghali (PCdoB-RJ), perguntou se o ministro havia dito que “comunistas mereciam uma bala na cabeça”. “Eu sou comunista e estou aqui, ministro”.

Weintraub respondeu: “Não tenho passagem pela polícia por ameaça, agressão. Não tenho processo trabalhista. Minha ficha é limpíssima, não tenho mácula. Tiveram que voltar 30 anos na minha vida para obter um boletim ruim porque eu tinha arrebentado o meu braço, obtido de forma ilegal. Outra coisa, bala na cabeça quem prega não é esse lado aqui”.

CCJ DO SENADO APROVA O VOTO ABERTO ATÉ SOBRE CASSAÇÃO DE MANDATO

A Comissão de Constituição do Senado aprovou nesta quarta-feira um projeto de lei determinando que as votações sobre cassação de mandatos, prisão de senadores e eleição da mesa diretora sejam realizadas com o voto aberto.

Hoje, o Regimento Interno do Senado determina que nesses casos as votações sejam secretas. O projeto ainda precisa passar pelo plenário, mas, segundo a senadora Simone Tebet (MDB-MS), dificilmente o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) o colocará em votação.

Abrir o voto nesse tipo de votação não passa de demagogia, pois o voto secreto foi instituído para livrar de pressões os parlamentares.

TEMER DEIXA A PRISÃO E JÁ ESTÁ EM CASA

Beneficiado por uma habeas corpus concedido pela Sexta Turma do STJ, o ex-presidente Michel Temer deixou a prisão nesta quarta-feira e seguiu direto para sua residência em São Paulo.

Ele estava preso, preventivamente, no Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar de São Paulo, por ordem do TRF da Segunda Região, acusado de vários crimes. A prisão foi substituída por medidas cautelares como proibição de falar com outros investigados e sair do país sem autorização judicial. 

A prisão de Temer foi criticada por muitos juristas e também pelo ministro Gilmar Mendes (STF), para quem “não se pode usar a prisão preventiva para antecipar pena”.

“Antecipar a condenação para satisfazer a opinião pública, a prisão preventiva não é para isso. Ela tem pressupostos, é a exceção”, declarou o ministro.

MINISTRO DA CGU DEFENDE PROJETO DE MARCO MACIEL

O ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, defendeu nesta quarta-feira (15) a regulamentação do “lobby” no país a fim de tornar mais transparente a atuação dos grupos de pressão. Projeto do ex-senador Marco Maciel (DEM-PE) regulamentando o “lobby” foi aprovado no Senado na década de 90 e se encontra parado na Câmara Federal.

O ministro participou em São Paulo do 7º Congresso Internacional de Compliance e disse na ocasião que a CGU atua em duas frentes. Uma é apresentar um substitutivo ao projeto de lei de Marco Maciel e outra é elaborar um decreto para regulamentar as agendas do governo sobre reuniões com pessoas que representam grupos de interesses.

“Isso deixará claro quem se reuniu com quem, quem age na modificação das decisões do governo, e deixa às claras que tipo de interesse está sendo colocado na tomada de decisões”, afirmou.

RODRIGO NOVAES RECEBE PREFEITO DE FLORESTA PARA TRATAR DOS FESTEJOS JUNINOS

O secretário estadual do Turismo, deputado Rodrigo Novaes (PSD), recebeu em audiência nesta quarta-feira (15) o prefeito de Floresta e seu adversário político, Ricardo Ferraz (PRP), para tratar dos festejos juninos do seu município.

O prefeito levou em sua companhia o deputado estadual Fabrizio Ferraz (PHS), que pediu o apoio do Governo do Estado para a festa comemorativa da emancipação política do município.


Rodrigo Novaes declarou ao Blog que não mistura divergência política com interesse público. Recebeu o prefeito de Floresta, que é seu opositor político, como de resto receberá qualquer outro que o procure para tratar de assuntos relacionados com a sua pasta.

QUEIROZ REGISTRA NA ALEPE OS 162 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE CARUARU

O deputado estadual José Queiroz (PDT) assinalou hoje (15) na Assembleia Legislativa os 162 anos de emancipação política de Caruaru, cidade da qual foi prefeito por quatro vezes (18 anos).

 “Saudamos esta terra maravilhosa, que muito orgulha todos os seus filhos”, disse o parlamentar. Caruaru tem cerca de 350 mil habitantes, sendo hoje o maior município do interior de Pernambuco.

Queiroz é um dos principais líderes políticos do município. No segundo turno de 2016 apoiou a atual prefeita Raquel Lyra (PSDB) mas logo depois rompeu com ela alegando falta de atenção.

Ele iniciou um “namoro” com o também deputado Tony Gel (MDB), que pode acabar em “casamento”. Tony Gel foi prefeito duas vezes e, apesar de derrotado em 2016, pensa em fazer nova tentativa no próximo ano.

BOLSONARO IRONIZA PROTESTOS CONTRA O CORTE DE VERBAS NA EDUCAÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta quarta-feira (15), nos Estados Unidos, os manifestantes que saíram às ruas em 20 capitais do país para protestar contra o corte nas verbas destinadas à educação. Chamou os manifestantes de “idiotas úteis” e “imbecis” disse que eles não sabem sequer a fórmula da água. 

“A maioria ali é militante que não tem nada na cabeça. Se perguntar sete vezes oito, não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. São uns idiotas úteis e uns imbecis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o lucro de muita universidade federal no Brasil”, disse o presidente.

No Recife, os protestos ocorreram no centro da cidade e reuniram milhares de estudantes das três universidades federais e dos Institutos Federais de Educação.

Bolsonaro chegou a Dallas para receber o prêmio “personalidade do ano” da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. O prêmio seria entregue em Nova York mas como o prefeito Bill de Blasio, do Partido Democrata, protestou contra a presença do presidente brasileiro em sua cidade, ele cancelou a viagem.