APAC recomenda esvaziamento da barragem de Paudalho

Coluna Fogo Cruzado – 2 de maio de 2019

1- Por causa de uma erosão na área do sangradouro, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) recomendou o esvaziamento da barragem de Bicopeba, no município de Paudalho, Zona da Mata Norte de Pernambuco.

2- No entanto, o esvaziamento esbarra num impasse entre os entes privados e públicos envolvidos na questão.

3- Foi esta a conclusão a que chegaram os parlamentares da Comissão Especial da Assembleia Legislativa que analise os níveis de segurança das barragens de Pernambuco.

4- Os deputados estiveram recentemente no local e constataram que a recomendação da APAC tem razão de ser.

5- “Há uma erosão enorme no sangradouro da barragem. Não precisa ser técnico para ver que o reservatório tem problemas que precisam ser sanados”, disse o deputado Antônio Moraes (PP).

6- De acordo com simulação feita por técnicos da APAC, um possível rompimento da barragem pode afetar a ponte da BR-408 sobre o rio Goitá, próximo ao açude, e também o bairro de Tiúma, em São Lourenço do Mata.

7- É por conta desse risco, aliás, que o empresário Jorge Petribu, dono da usina do mesmo nome e proprietário do terreno onde a barragem foi construída, resolveu esvaziar o reservatório.

8- Ele alega que se não fizer isto, poderia ser responsabilizado civil e criminalmente por danos eventualmente causado por um possível rompimento.

9- “Estamos realizando o esvaziamento de maneira lenta, mas depois será acelerado com a colocação de mais uma bomba”, disse o empresário.

10- Quando a barragem secar, cerca de 12 mil pessoas que vivem no distrito de Guadalajara, em Paudalho, ficarão sem água.

11- Para resolver o problema, Petribu se compromete a ceder o terreno da barragem ao Governo do Estado, em comodato, para que a Compesa encontre uma alternativa.

12- A comissão é formada pelos deputados Antonio Moraes (PSDB), Romero Sales Filho (PTB), Tony Gel (MDB), Gustavo Gouveia (DEM), Clovis Paiva (PP) e Henrique Queiroz Filho (PR).

É isso aí.

PEDIDO DE SOCORRO AO DER

A deputada Roberta Arraes (PP) voltou a pedir apoio ao Governo do Estado para a implantação do projeto “Estradas da Integração” no Sertão do Araripe. Ela defende a pavimentação de trechos das rodovias PE 615 e 630 a fim de interligar municípios e distritos da região. E disse que o DER já abriu processo de licitação para elaborar o projeto de pavimentação de 25 km da PE-615, ligando a cidade de Araripina ao distrito de Socorro, no município de Santa Filomena. Se essa pavimentação for feita, encurtará em quase 100 quilômetros o percurso de quem transporta gesso para o sul do Piauí. Mas o problema é que, em se tratando do DER, é melhor não ter esperança, pois, como disse certa vez o então secretário dos transportes, Sebastião Oliveira ao ex-deputado José Marcos de Lima (PR), esse órgão não tem dinheiro sequer para comprar papel higiênico, quanto mais para construir novas estradas.

EXPRESSÃO CIDADÃO VAI PARAR POR SEIS MESES

O secretário estadual de Administração, José Francisco Cavalcanti Neto, informou por meio de nota que vai suspender temporariamente o atendimento na unidade do “Expresso Cidadão” do bairro do Cordeiro, no Recife. O fechamento, que ocorrerá nos próximos 30 dias, tem por objetivo realizar reparos na unidade a fim de proporcionar maior qualidade e conforto no atendimento. A Secretaria informou também que durante o período da reforma, estimado em 6 meses, o cidadão continuará a ser atendido normalmente nas demais unidades do programa, localizadas no Shopping RioMar, no Shopping Boa Vista e no Shopping Patteo (Olinda).

UM DECRETO SEM UTILIDADE

Respondendo pelo Governo do Estado até o próximo domingo (5), a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) assinou um decreto de eficácia duvidosa. Ele institui um grupo de trabalho para estudar a situação do emprego para mulheres no Estado de Pernambuco. Segundo ela, “o decreto é um caminho que queremos percorrer para tomarmos decisões na direção de gerar mais emprego e renda para as mulheres. O foco no emprego tem a ver com a importância dessa agenda para o Estado de Pernambuco e, nesse contexto, com a luta para que as mulheres se insiram no mercado de trabalho, diante da desigualdade que ainda existe”. Se decreto resolvesse a questão do desemprego, o problema facilmente seria resolvido.

ATO DE 1º DE MAIO REÚNE POUQUÍSSIMAS PESSOAS NO RECIFE

Como já se esperava, as comemorações pelo 1º de maio reuniram pouquíssimas pessoas na Praça do Derby, no Recife, na manhã desta quarta-feira. O ato, apesar de ter sido convocado por seis centrais sindicais, entre elas a CUT, transformou-se num protesto contra a reforma da previdência, porém sem nenhuma repercussão. Seus líderes sequer leram o projeto do governo e danaram-se a falar besteira sobre uma reforma que é indispensável ao Brasil. Em São Paulo, onde a Força Sindical e a CUT costumavam realizar grandes manifestações, a deste ano reuniu poucas pessoas e o grande ausente foi o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) que não quis se misturar com o PT.

AFRONTA À MEMÓRIA DE PAULO FREIRE

Tramita na Câmara Federal projeto de autoria da deputada Caroline de Toni (PSL-SC) que se propõe a revogar a Lei nº 12.612/2012, que confere ao educador pernambucano Paulo Freire o título de “Patrono da Educação Brasileira”. Detestado pelos bolsonaristas, Freire (1921-1997) foi, reconhecidamente, um dos maiores pedagogos do mundo e seu método de ensino foi aplicado em Pernambuco durante o primeiro governo de Miguel Arraes (1963-1964). Ele recebeu 41 títulos de “Doutor Honoris Causa” de várias universidades, entre elas Harvard, Cambridge e Oxford. Ele foi preso em 1964, após o golpe militar, viveu no Chile durante exílio, e depois na Europa, e só em 1979 retornou ao Brasil após a aprovação da Lei de Anistia.

PRISCILA APONTA A RELAÇÃO DOS DEVEDORES DA COMPESA

A deputada Priscila Krause (DEM) passou a questionar na Assembleia Legislativa o reajuste de 17,66% nas tarifas de água e esgoto de Pernambucano, solicitado à ARPE pela Compesa, após descobrir que os maiores devedores da Companhia são órgãos do Governo do Estado. Juntos, eles devem mais de R$ 40 milhões à companhia. Só para terem ideia do problema, o Palácio do Campo das Princesas deve R$ 64 mil, a Secretaria da Fazenda R$ 48 mil, a de Administração R$ 42 mil, o IRH R$ 159 mil, o Hospital da Restauração R$ 2,2 milhões, o Quartel do Derby R$ 682 mil, e vai por aí. O Governo do Estado deveria editar logo um decreto estabelecendo que órgãos da administração estadual não têm obrigação de pagar conta de água e esgoto, já que a Compesa é órgão estadual.

BOLSONARO CONDECORA OLAVO E O VICE MOURÃO

O presidente Jair Bolsonaro aparentemente encontrou uma saída para reaproximar o vice-presidente, general Hamilton Mourão, do escritor ultradireitista Olavo Carvalho. Ccondecorou ambos com a Medalha da Ordem Nacional de Rio Branco. Recentemente, Olavo chamou o general de “idiota” e foi chamado por este de “astrólogo”.

PSDB TENTA FREAR A FORÇA DE DORIA

Parte do PSDB paulista está inconformada com a decisão do governador João Doria de assumir o controle total do partido, mas está perdendo tempo. Doria já tem o controle do partido na capital paulista e no Estado de São Paulo e seu próximo passo é emplacar o ex-deputado pernambucano Bruno Araújo na presidência nacional da legenda.

JUSTIÇA TEM DIFICULDADES PARA ENQUADRAR RENAN

A pedido de Raquel Dodge, procuradora geral da República, o ministro Édson Fachin (STF) mandou arquivou um dos inquéritos que investigava atos supostamente praticados pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o senador Renan Calheiros (MDB-AL). A investigação teve como base a delação premiada de um dos dirigentes da Odebrecht. Segundo ela, a empreiteira teria repassado R$ 4 milhões para os senadores Romero Jucá (RR) e Renan Calheiros (AL) em troca de apoio a medidas provisórias de interesse dela no Congresso Nacional. Renan foi excluído do processo mas Jucá continua sendo investigado. Mas, como se trata de “cobra criada”, é difícil encontrar o rastro dele nesse tipo de negociata.

SEGURANÇA É A PRIMEIRA PRIORIDADE

Desde que assumiu a Prefeitura de Lajedo, em 2013, o delegado de polícia Rossine Blesmany (PSD) tem priorizado a área de segurança. Recentemente, inaugurou as novas instalações do policiamento do BEPI (Batalhão Especializado de Policiamento do Interior), trouxe a Rocam e a Companhia Independente para o município, transferiu o Batalhão da PM para um local mais apropriado, reformou a Delegacia de Polícia Civil e criou a Guarda Patrimonial. Como já foi reeleito, seu próximo passo, agora, é tentar uma cadeira na Assembleia Legislativa.