0

Bolsonaro assina ficha de filiação ao “Patriotas” com data de março de 2018

O deputado Jair Bolsonaro (RJ) deu a primeira demonstração pública de que irá mesmo trocar o PSC pelo “Patriotas”, partido que substituirá o PEN (Partido Ecológico Nacional), para se candidatar a presidente da República nas eleições do próximo ano.

Ele assinou a ficha de filiação ao “Patriotas” com data de 10 de março de 2018, período em que o PEN já deverá ter trocado de nome, segundo exigências feitas pelo próprio deputado.

A troca do nome ainda não foi oficializada pelo TSE mas antes que isso aconteça, o “Patriotas” segue em busca de celebridades para reforçar seus quadros políticos. O cerco mais recente foi feito ao jogador Ronaldinho Gaúcho, que poderia disputar o Senado por Minas ou pelo Rio Grande do Sul.

Assessores de Bolsonaro disseram à “Agência Estado” que ele ainda não se filiou ao PEN porque espera a substituição de alguns dirigentes estaduais.

As peças que ele deseja substituir estão no Distrito Federal, Minas, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Sul. Pernambuco estava também nesta relação, porém a mudança já foi feita na semana passada. Saiu o vereador recifense David Muniz da presidência e no lugar dele entrou o empresário Sílvio Nascimento.

0

Salvador, Natal e Fortaleza são campeãs, no Nordeste, de violência doméstica

Salvador, Natal e Fortaleza são as capitais do Nordeste onde mais de registram casos de violência doméstica e, para gáudio do prefeito Geraldo Júlio (PSB), o Recife ficou fora desta relação.

Esses dados foram constatados pela pesquisa “Condições Sócio-econômicas e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher”, que foi apresentada na tarde de ontem (23) no auditório da representação da ONU, em Brasília.

A pesquisa foi elaborada em parceria com o Instituto Maria da Penha e coordenada pelo professor José Raimundo Carvalho (UFCE). Foram ouvidas 10 mil mulheres nos 9 estados nordestinos, sendo que 27% delas já foram vítimas de algum tipo de violência.

Ao apresentar os números, o professor José Raimundo Carvalho frisou que a violência doméstica existe em todos os países, sem exceção, e custa muito caro aos cofres públicos.

Segundo ele, no Brasil três diferentes ações ajudaram a combater à violência doméstica: os programas Bolsa Família e de Microcrédito e a Lei Maria da Penha.

A pesquisa constatou também que, nos 9 estados nordestinos, 88% das mulheres souberam que suas mães foram agredidas. E quatro em cada 10 também se tornaram vítimas dessa mesma violência.

O levantamento constatou ainda que 55% das mulheres agredidas disseram que as agressões se deram na frente dos seus filhos.

Por outro lado, 7% das mulheres agredidas durante a gestação têm entre 15 e 24 anos e o agressor não leva em consideração o estágio da gravidez.

0

Pressão sobe no território do Complexo de Suape

Por: *Heitor Scalambrini

Perpetua-se o conflito sócio-ambiental no território onde está instalado o Complexo Industrial e Portuário de Suape, localizada a 40 km do Recife.

Destruição e poluição ambiental, expulsões forçadas, presença ostensiva de milícia privada intimidando os moradores – essas são algumas das situações cotidianas às quais estão submetidas as populações tradicionais que ali vivem, quilombolas, pescadores, marisqueiras, agricultores familiares, etc.

Além da inobservância dos direitos básicos, impera a violência física e psicológica praticada pela milícia, denunciada nas audiências públicas realizadas pela Comissão de Cidadania, Direitos Humanos e Participação Popular da Assembléia Legislativa de Pernambuco (9/11/2015 e 1/12/2015).

O Fórum Suape tem buscado dialogar com os setores organizados da sociedade pernambucana, igrejas, órgãos públicos e com a própria empresa estatal na tentativa de encontrar caminhos que levem à discussão ampla e aprofundada das várias questões que afetam diretamente o modo de vida das populações que vivem no entorno do Complexo.

Ao longo das distintas gestões do Complexo, o Fórum Suape procurou seus dirigentes juntamente com lideranças locais para que um canal de diálogo fosse aberto. Ao Governo do Estado foi entregue uma carta assinada pelas lideranças comunitárias, no dia 26/10/2015, com 16 reivindicações.

Lamentavelmente, apesar do discurso pretensamente pró-diálogo por parte do governo e da empresa, na prática nunca houve de fato uma postura realmente dialógica direcionada às comunidades atingidas.

Mais recentemente, na gestão do atual presidente Marcos Baptista, após uma reunião (19/9/2017) que contou com a presença do presidente e vários diretores da empresa, além de várias lideranças de moradores e de entidades da sociedade civil, foi acordada a realização de encontros temáticos entre as partes para discutir questões como moradia, meio ambiente, segurança, sustentabilidade e modos de vida.

No entanto, desde essa data até hoje, a empresa não cumpriu o compromisso tirado na mencionada reunião e não agendou as reuniões temáticas que ficaram combinadas, fechando o diálogo com as comunidades. Mais uma vez a empresa se mostrou insensível aos problemas denunciados pelos moradores.

Sem seriedade, sem compromisso, desrespeitosa com os afetados pelo Complexo, que desde seu nascedouro sofreu e sofre críticas, a empresa “empurra com a barriga” o diálogo.

Enquanto isto, a tensão aumenta no território, pois os moradores e suas lideranças não acreditam mais na promessa de diálogo da empresa quanto às suas reivindicações. A violência da milícia sob as ordens do Complexo. A completa ausência de diálogo continua, agora com previsões de novas dragagens no Porto, sem nenhuma discussão ampla acerca dos seus impactos com os pescadores da região, que serão os mais atingidos.

A palavra de ordem das populações tradicionais que ali vivem é o enfrentamento. Optam por lutar mais incisivamente pelo que consideram seus direitos.

Manifestações públicas estão ocorrendo no território. No último dia 31/10, mais de 150 pessoas ocuparam a Ilha de Cocaia exigindo explicações sobre as obras de dragagem previstas. Novas manifestações estão sendo anunciadas no território.

A pergunta que não quer calar é: até quando o Governo do Estado e as autoridades responsáveis continuaram se omitindo desta grave situação?

*Heitor Scalambrini faz parte do fórum em defesa de Suape.

0

Prefeitura de Goiana vai sinalizar o distrito de Ponta de Pedras

O prefeito em exercício de Goiana, Eduardo Honório (PMDB), informou nesta sexta-feira (24) que a Secretaria de Segurança Cidadã, Trânsito e Transportes irá fazer a sinalização do trânsito no distrito de Ponta de Pedras, cuja população reclama esse tipo de serviço há muitos anos.

Os equipamentos serão adquiridos com uma emenda parlamentar de autoria do deputado Ricardo Costa (PMDB) e com recursos do FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal).

Na última segunda-feira (20), o prefeito em exercício e o secretário de Segurança Cidadã, Ramon Aranha, estiveram reunidos na sede da Agência de Desenvolvimento de Goiana para tratar dessa questão.

Eduardo Honório está substituindo o prefeito Osvaldo Rabelo Filho (PMDB), que tirou licença do cargo para tratamento médico.

0

PP emplaca Cloves Benevides na Secretaria de Desenvolvimento Social

O governador Paulo Câmara empossou nesta sexta-feira (24), no Palácio do Campo das Princesas, o novo secretário de Desenvolvimento Social de Pernambuco, Cloves Benevides, que exercia o a Diretoria de Articulação e Projetos do Ministério da Justiça.

Benevides tem 39 anos, é mineiro de Belo Horizonte e foi indicado para o cargo pelo deputado federal Eduardo da Fonte, presidente do PP em Pernambuco.

Ele iniciou sua militância social na escola de líderes Operários na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, como seu mais jovem aluno.

Depois, atuou também como conselheiro de juventude de Belo Horizonte e assessor parlamentar da Câmara Federal (com o deputado José Elias Murad).

Em 2001,  tornou-se assessor da Superintendência Municipal de Drogas do município de Betim (MG), primeiro órgão municipal temático sobre drogas do País.

Na área social, foi ainda assessor da Secretaria de Desenvolvimento Social e Esportes de Minas Gerais e em 2003 assumiu a Subsecretaria de Políticas Sobre Drogas da Secretaria de Esportes e Juventude.

Também integrou  nesse período o Conselho Estadual de Direitos Humanos de Minas Gerais, o Conselho Estadual de Defesa Social e o Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas.

Em 2015 trabalhou no Governo de Alagoas como secretário-adjunto de políticas sobre drogas e em seguida como secretário executivo de Coordenação das Políticas de Prevenção à Violência.

Em maio de 2017, assumiu o cargo de diretor de Articulação e Projetos da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça.

Cloves Benevides substituiu o advogado Roberto Franca, que foi deslocado para uma assessoria na Casa Civil.

Por sua vez, o presidente do grupo LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e travestis) do Partido Progressista, Mário Ricardo, rebateu acusações de que a legenda só atua no segmento evangélico por abrigar em seus quadros o deputado Cleiton Collins e a vereadora Michelle Collins.

“O que existe no diretório de Pernambuco é muito respeito ao trabalho desempenhado pelas alas do partido. As críticas surgem de pessoas que desconhecem o trabalho do PP neste segmento. O nosso trabalho não é para excluir ninguém e sim para agregar”, afirmou Mário Ricardo.

0

Álvaro Dias estará no Recife no dia 3 de dezembro próximo

Pré-candidato à presidente da República pelo “Podemos”, o senador Álvaro Dias (PR) estará no Recife no dia 3 de dezembro próximo para cumprir extensa agenda de contatos políticos e de entrevistas.

Ele será recebido no Aeroporto dos Guararapes pelo advogado Antonio Campos e pelo presidente regional do partido, deputado Ricardo Teobaldo.

De lá, fará uma visita ao Instituto Miguel Arraes e em seguida participará de um almoço com correligionários e representantes da Imprensa.

Às 16h irá à Ilha do Retiro para assistir ao jogo Sport x Corinthians e no dia seguinte, pela manhã, participará de um debate com o movimento “Ética e Democracia” e dará uma entrevista a Geraldo Freire (Rádio Jornal).

Álvaro Dias começou sua carreira política como deputado federal pelo MDB. Foi governador do Paraná por esse partido e depois se transferiu para o PSDB, de onde saiu para o PV devido a divergências políticas com o governador Beto Richa.

Mais recentemente se filiou ao Podemos para ser o candidato desse partido a presidente da República.

0

Prefeitura do Cabo vai pagar três folhas em 30 dias

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PSB), informou nesta sexta-feira (24) que vai pagar o 13º em parcela única (8/12) para os seis mil servidores da prefeitura, o mês de novembro no próximo dia 28 e o mês de dezembro antes do Natal.

Segundo ele, serão injetados na economia do município cerca de R$ 90 milhões em menos de 30 dias, “gerando emprego e renda e animando o nosso comércio”.

Disse também que mesmo tendo recebido o município com sérias dificuldades financeiras, inclusive herdando “restos a pagar” da ordem de R$ 59 milhões, o Cabo de Santo Agostinho vem dando sinais de “boa gestão”, pois vem realizando obras importantes e mantido o pagamento dos salários em dia.

0

Expulsão de Kátia Abreu é recado para Pernambuco

Coluna Fogo Cruzado – 24 de novembro

Dissolução do PMDB de Pernambuco poderá ocorrer no dia 17 de dezembro próximo

A expulsão da senadora Kátia Abreu, ontem, pelo Conselho de Ética do PMDB dos quadros do partido, seria o primeiro recado do presidente Romero Jucá de que a executiva nacional não está para brincadeira. Ou os seus membros fazem o que ela determina ou serão sumariamente excluídos dos quadros da legenda. Kátia e o senador Roberto Requião foram advertidos em 2016 que deveriam votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ambos votaram contra e ela com muito mais razão porque tinha feito parte do governo como ministra da Agricultura. Agora, é pouco provável que vá brigar internamente para ficar e seu destino deverá ser outra legenda pela qual pretende disputar a reeleição ou o governo de Tocantins. A expulsão da valente senadora pode ter sido o primeiro sinal da nova executiva de que a dissolução do atual diretório de Pernambuco estaria se aproximando, não por descumprimento de diretriz partidária e sim porque Jucá prometeu ao senador Fernando Bezerra Coelho que o controle do partido seria dele e não mais do deputado Jarbas Vasconcelos, de quem sempre manteve distância regulamentar. O próprio Jucá ensinou a Bezerra Coelho o caminho da dissolução: a representação de um filiado (Orlando Tolentino) e do resto ele se encarregaria. O desfecho está previsto para o dia 17 de dezembro próximo.

Ausência de provas

O ministro José Múcio foi alvo de incompreensões no próprio TCU, do qual faz parte, por ter determinado o arquivamento de uma sindicância interna que investigou a conduta dos colegas Raimundo Carreira e Aroldo Cedraz, acusados de tráfico de influência em favor da construtora UTC. “A comissão trabalhou durante 16 meses e me mandou um relatório dizendo que não achou provas. Queriam que eu fizesse o quê?”

Atricon – O conselheiro Fábio Nogueira (TCE-PB) foi eleito ontem Goiânia (GO), ontem, por aclamação, presidente da Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). Substituirá Valdecir Pascoal (PE). A posse será em Brasília, em fevereiro próximo.

Filiação – O deputado Alexandre Baldy (GO), que substituiu Bruno Araújo (PSDB) no Ministério das Cidades, foi expulso do Podemos e se filiará amanhã ao PP na fazenda de um amigo no interior de Goiás. O presidente Ciro Nogueira (PI) estará presente.

Praga – O nome de Jair Bolsonaro (PSC) continua se espalhando pelo interior do Brasil feito praga de gafanhoto. Sua mais nova conquista foi o título de cidadão aprovado pela Câmara Municipal do Crato (CE).

Reforma – Sílvio Costa (Avante) tem consciência de que a reforma previdenciária no Brasil é urgente e necessária mas diz que votará contra por não reconhecer “legitimidade” no governo de Michel Temer para levá-la adiante.

História – Poucos pernambucanos lembram disto. Mas Garotinho foi candidato a presidente da República em 2002 pelo PSB, com apoio de Arraes, então presidente nacional do partido, e obteve 15 milhões de votos (17,86% dos votos válidos). Ficou em 3º lugar, perdendo apenas para Lula e Serra.

Homenagem – Foram homenageados no TCU com o Grande Colar do Mérito os pernambucanos José Jorge (ex-ministro daquela Corte) e Liana Ventura (Fundação Altino Ventura). Antes, Ariano Suassuna já tinha recebido a mesma comenda.