0

Betinho Gomes votará pela admissibilidade da denúncia contra Michel Temer

O deputado Betinho Gomes (PSDB-PE), que integra a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal, anunciou que, no colegiado do qual faz parte, votará pela admissibilidade da denúncia do procurador Rodrigo Janot contra o presidente Michel Temer.

A denúncia já chegou à Câmara e, antes de ser apreciada pelo plenário, passará primeiro pela CCJ, para apreciação da admissibilidade. Betinho é um dos muitos tucanos do parlamento que defendem o rompimento do partido com o presidente da República.

Enquanto isso, o governo resolveu lançar mão do seu poderio para tentar arquivar a denúncia na CCJ e por esse motivo o PMDB indicou hoje (30) o deputado Carlos Marun (MS) para uma das vagas de suplente na Comissão.

Marun substituiu o deputado Valtenir Pereira (MT), que foi eleito pelo PMDB mas atualmente está no PSB. A CCJ tem 66 membros, donde se conclui que o governo vai precisar de 34 votos para o arquivamento da denúncia.

0

Greve geral convocada pelas centrais sindicais reúne poucas pessoas no Recife

A greve geral “decretada” para esta sexta-feira (30) pelas principais centrais sindicais, para protestar contra as reformas trabalhista e previdenciária, foi um fiasco no Recife.

Poucos trabalhadores “queimaram” o expediente e menos de duas mil pessoas compareceram à Praça do Derby, local da concentração, para saírem em passeata pela Avenida Conde da Boa Vista, a principal da capital pernambucana.

Houve protesto também em Petrolina, com poucas pessoas participando, mas o deputado estadual Odacy Amorim (PT) estava lá.

A concentração ocorreu na Praça do Bambuzinho, no centro da cidade, por convocação das centrais sindicais e da Frente Brasil Popular.

Segundo o deputado petista, que já foi prefeito de Petrolina, “ninguém consegue entender como é que o Brasil, uma das maiores potências do mundo, ainda tem gente na pobreza porque a riqueza não é bem distribuída”.

“Nós vamos combater a compra de votos porque o dinheiro fácil na campanha é o dinheiro difícil para o povo ao longo do mandato. Toda conta das grandes campanhas respingam nas costas do povo, pois é ele que paga e que desembolsa em até 10 vezes aquele valor gasto nas campanhas”, disse o deputado sertanejo.

Ele disse também que “Lula vem aí” para colocar ordem no governo e recolocar o país no rumo do desenvolvimento.

0

Serra Talhada terá vôos regulares da Azul

O secretário estadual dos Transportes, Sebastião Oliveira, informou nesta sexta-feira (30) que até o final do mês de outubro o município de Serra Talhada receberá voos comerciais da companhia aérea Azul.

Oliveira assinou ontem (29) com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, que é do mesmo partido dele (PR), o convênio que garante o repasse, por parte do Governo Federal, de R$ 20 milhões para a construção do novo terminal do aeroporto daquele município sertanejo.

Serão investidos na obra R$ 35 milhões, dos quais R$ 15 milhões serão bancados pelo Governo de Pernambuco. A pista terá capacidade para receber aviões de até 70 passageiros a exemplo do que a Azul já faz na linha Recife-Juazeiro do Norte (CE).

Os recursos do Governo Federal serão aplicados  na construção do terminal de passageiros, no pátio de estacionamento de aeronaves, no serviço de prevenção a incêndio e na aquisição de equipamentos.

Segundo o ministro Maurício Quintella, “o Programa de Aviação Regional pretende deixar cada brasileiro a 150 quilômetros de distância de um aeroporto, que é um instrumento indutor da economia, pois além do transporte de pessoas, possibilita também o transporte de cargas, alavancando o desenvolvimento de uma região”.

O prefeito do município, Luciano Duque (PT), disse que a construção do aeroporto “é a realização de um sonho, um divisor de águas que vai encurtar distâncias e trazer desenvolvimento para o Sertão”.

A assinatura do convênio teve a presença dos prefeitos José Patriota (Afogados da Ingazeira), João Batista Rodrigues (Triunfo) e Ricardo Ferraz (Floresta), do superintendente regional do DNIT, Cacildo Cavalcante e do diretor de Operações do DER-PE, Silvano Carvalho.

0

Empossado nesta sexta-feira o 3º secretário de Defesa Social do governo Paulo Câmara

O governador Paulo Câmara empossou nesta sexta-feira (30) o terceiro secretário de Defesa Social do seu governo. Trata-se do delegado da Polícia Federal, Antonio de Pádua Vieira Cavalcanti, que entrou no lugar do também delegado federal Ângelo Gioia, que pediu exoneração na última quarta-feira (28).

Pádua estava à frente da Corregedoria Geral da SDS desde janeiro deste ano. Antes dele, passaram pela SDS os delegados federais Ângelo Gioia e Alessandro Carvalho.

A solenidade de posse ocorreu às 10h da manhã no Palácio do Campo das Princesas e contou com a presença de secretários de estado e de diversos parlamentares de partidos governistas.

Em breve discurso, Paulo Câmara declarou que “o secretário Antônio de Pádua vem com a certeza de que terá o apoio necessário, como teve o secretário Ângelo Gioia, para dar continuidade a um trabalho que a gente acredita que vai render muitos frutos em favor da paz de Pernambuco”.

O governador disse também que se despedia de Ângelo Gioia “agradecendo pelo trabalho profissional e bem planejado que ele, com sua experiência, realizou nos últimos meses à frente da Secretaria de Defesa Social”.

Antonio de Pádua, após ser empossado, afirmou que o seu antecessor “construiu um trabalho muito bem feito nos alicerces da nossa nova política de segurança pública”, e que continuará atuando com determinação, junto com os comandos das Polícias Militar, Civil, Científica e com o Corpo de Bombeiros “para combater a violência em Pernambuco”.

“Volto para o Rio de Janeiro, mas deixo parte do meu coração aqui em Pernambuco, onde fiz muitos amigos. E vou com a certeza de que as bases do planejamento estão consolidadas. O governador sempre nos ofereceu o apoio e nos comandou com firmeza, dando todo o suporte necessário para avançarmos. E não só falo isso como secretário, mas também como homem de polícia: em um país de tantas mazelas, de tantas dificuldades, Pernambuco está de pé porque tem uma liderança preocupada com a população”, declarou Ângelo Gioia.

O novo secretário nasceu no Recife em 27 de junho de 1977. É bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (turma de 2002). Integrou o Ministério Público de Pernambuco como oficial de Promotoria, entre os anos de 2000 e 2003, e em 2003 assumiu o cargo de delegado da Polícia Federal.

0

Mendonça Filho lança no Porto Digital o programa “Nordeste Conectado”

Na presença do presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro da Educação, Mendonça Filho, lançou nesta sexta-feira (30), no Porto Digital, no Recife, o programa “Nordeste Conectado”.

Este programa irá interligar, em alta velocidade, instituições federais de educação e de pesquisa à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa nas capitais e no interior do Nordeste.

Além disso, vai possibilitar que instituições de educação superior e estadual de pesquisa se interliguem à internet de alta velocidade.

O programa pretende alcançar 12,6 mil escolas públicas, beneficiando uma população de 16 milhões de pessoas nos nove estados da região. Com o “Nordeste Conectado”, essas instituições terão acesso a uma rede de internet com possibilidade de alcançar uma velocidade de 100 Gbps.

“Num tempo em que a internet e a tecnologia contribuem ainda mais para o avanço da Ciência, seja por meio de pesquisas ou de troca de conhecimento, vamos conectar, em alta velocidade, as principais universidades, institutos, centros de pesquisas e parques tecnológicos à RNP do Nordeste”, declarou o ministro.

Dos 39 campi, três terão acesso pela primeira vez à internet de alta velocidade. Para implantar a fase 1 do “Nordeste Conectado”, prevista para operar a partir do mês de dezembro, o MEC vai investir R$ 25 milhões em 2017.

O programa é fruto de uma cooperação técnica firmada entre o MEC, a RNP e o Ministério de Minas e Energia por meio da Chesf (Companhia Hidroelétrica do São Francisco).

Seu principal objetivo é o compartilhamento de infraestrutura ótica em toda região Nordeste, tendo como suporte as linhas de transmissão da Chesf.

Uma das metas do MEC com este programa é preparar a rede acadêmica nacional para os próximos 20 anos e reduzir, até 2020, o custo anual da RNP em R$ 7,6 milhões pela substituição de conexões atualmente alugadas por essa infraestrutura compartilhada de alto desempenho.

0

PP de Pernambuco lança mais um candidato a deputado estadual

A convite do deputado federal Eduardo da Fonte, presidente do Partido Progressista (PP) em Pernambuco, o vereador de Carpina conhecido como “Delegado Resende” disputará um mandato de deputado estadual nas próximas eleições.

Ele foi o vereador mais votado do município nas últimas eleições em que o então deputado Manoel Botafogo (PDT) foi eleito para o cargo de prefeito.
Segundo Eduardo da Fonte, “o Delegado Resende é uma grande revelação na Câmara Municipal de Carpina e conta com o respaldo de toda a bancada do partido para dar continuidade ao excelente trabalho que ele já desenvolve”.

O PP tem seis representantes na Assembleia Legislativa e a meta do seu presidente regional é eleger pelo menos oito, entre eles o próprio Resende e o médico e ex-candidato a prefeito de Araripina Aluísio Coelho.

0

A princesa e o infante

Por: *José Paulo Cavalcanti Filho

Conta a lenda que dormia/ Uma Princesa encantada. São os primeiros versos de um dos mais instigantes poemas de Fernando Pessoa, “Eros e Psique”. Publicado, na revista Presença, em maio de 1934. Como epígrafe, palavras de um Ritual dos Templários (“Assim vêdes, meus irmãos…”). Nada a estranhar. Que Pessoa era dado ao misticismo. Ele mesmo confessou, em carta a sua tia Anica (24/6/1916), ter começado a ser médium. Era capaz de prever o futuro. O suicídio do amigo Sá Carneiro, em Paris. O fim de Salazar. E sua própria morte. Não se poderia esperar é que fosse também capaz de prever o que se passa hoje, no Brasil.

A Princesa encantada, nos versos, penso que é Dilma. Dando-se que dita Princesa encontra Um Infante que viria/ De além do muro da estrada (todas as citações são do poema). E esse Infante, penso é Temer. De outro partido (De além do muro). Só que dito Infante tentava deixar O caminho errado/ Por que à Princesa vem. Nenhuma novidade. Que até bilhetinhos queixosos mandou, para ela. Enfim O Infante, esforçado/ Rompe o caminho fadado. Com o impeachment. E acabaram se afastando. A partir daí, Ele dela é ignorado/ Ela para ele é ninguém. Sugerindo, Pessoa, que Cada um cumpre o Destino. Mas qual será tal Destino?, eis a questão.

A Princesa Dilma parece não ter ânimo para novas aventuras eleitorais. Devolveu a seu mentor, e criador, o comando. Não será suficiente. Lula jamais a perdoará por não lhe ter cedido lugar antes, em 2014. Tanto que já publicamente atribui, às medidas desastrosas tomadas pela Princesa, a crise de seu partido. Sem piedade. E aposta todas as fichas em um improvável “Diretas Já”. Que teria que vir antes de ficar inelegível, por conta da Lei da Ficha Limpa (LC 135/2010).

Enquanto isso o Infante Temer, depois dos últimos acontecimentos, já não parece ter condições para governar. Tornou-se um espantalho. Uomo de paglia, como dizem os italianos. Era carne, hoje é só palha seca. Rocha Loures, amigo íntimo que amava passear com malas endinheiradas, está preso. O Infante diz “duvidar de sua delação” (Folha SP, 3/6). Rezando pelo silêncio do assessor. Palavras erradas, senhores meus. O Infante deveria pedir é que dissesse tudo. Quem seria o desconhecido beneficiário dessa propina. Porque, fora disso, é legítimo acreditar fosse o próprio Infante.

Resumindo, hoje, dito Infante quer só permanecer no cargo. As reformas vão sendo desfiguradas, em busca de apoios. O fim do imposto sindical, por exemplo, já foi trocado por apoio das centrais sindicais. E familiares têm seus imóveis restaurados com grana suja. Tudo como já vimos, antes, com outros.

Seu governo, a cada dia, fica mais parecido com o daquela Princesa que sucedeu. Melancolicamente igual. Semana passada chamou o rei da Noruega de rei da Suécia. Frase digna da própria Dilma. Até ministros e assessores são os mesmos. E a gula por grana é a mesma. Só a equipe econômica se salva, graças ao bom Deus. Se o Infante aceitar conselhos, talvez pudesse ouvir o de Pablo Neruda (na sua “Canção Desesperada”): “É hora de partir. Oh Abandonado”.

O final do poema de Pessoa é profético. Ele imagina o Infante olhando para sua Princesa. Com A cabeça em maresia, ainda pensa que seus destinos poderiam ser diferentes. Embora saiba, no íntimo, que vão ser iguais. Todos sabemos. Afinal, como anunciado por Pessoa nos versos finais do poema, o Infante Ergue a mão, e encontra hera,/ E vê que ele mesmo era/ A Princesa que dormia.

*José Paulo Cavalcanti Filho é advogado (Transcrito do Diário de Pernambuco de 30/06/2017).

0

Raul Henry será reconduzido à presidência estadual do PMDB

O PMDB de Pernambuco fará neste sábado (1º) a sua convenção regional, na própria sede do partido, no bairro do Recife Antigo (Rua Dona Maria César, nº 170, 1º andar, sala 101).

O vice-governador Raul Henry será reconduzido à presidência para mais três anos de mandato. Ele sucedeu o advogado e ex-deputado Dorany Sampaio, que permaneceu durante 25 anos como dirigente estadual da legenda.

Também serão escolhidos neste sábado os novos membros do diretório regional e dele deverão fazer parte os deputados estaduais Ricardo Costa, Tony Gel e Gustavo Negromonte e os prefeitos Clebel Cordeiro (Salgueiro) e Altair Júnior (Palmares).

0

Deputado Ricardo Teobaldo será mantido na direção estadual do “Podemos”

A presidente nacional do “Podemos”, Renata Abreu, confirmou em Brasília nesta sexta-feira (30) que o deputado federal Ricardo Teobaldo será mantido na presidência do partido em Pernambuco.

Neste sábado, no Distrito Federal, o “Podemos” será oficialmente lançado como sucedâneo do PTN (Partido Trabalhista Nacional). A substituição já foi autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Hoje (30), Teobaldo reuniu-se em Brasília com o senador Álvaro Dias (PR), a deputada federal e presidente nacional do “Podemos”, Renata Abreu e o advogado pernambucano Antônio Campos. Dias e Campos vão se filiar ao “Podemos” no evento deste sábado. Campos será candidato a deputado federal e Dias a presidente da República.

Segundo Teobaldo, “a filiação de Antônio Campos ao ‘Podemos’ marca um novo momento do partido em Pernambuco com a chegada de novos prefeitos, vereadores e lideranças políticas sem mandato”.

“Hoje, diante da crise de representatividade que assola o país, o ‘Podemos’ surge com um DNA de coletividade, transparência, participação e democracia”, acrescentou.

O lançamento do ‘Podemos’ acontecerá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, a partir das 10h da manhã.

0

Fachin manda soltar Rocha Loures e Marco Aurélio devolve Aécio Neves ao Senado

O ministro Edson Fachin mandou soltar nesta sexta-feira (30) o ex-deputado e ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que estava preso em Brasília sob acusação de corrupção passiva.

Ele foi flagrado pela Polícia Federal recebendo R$ 500 mil de propina do grupo JBS em troca de um favor no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

No entanto, o ministro do STF impôs uma série de restrições ao ex-deputado, que pertence a uma das famílias mais ricas do Paraná, Estado onde Fachin fez carreira profissional: deverá ficar em casa das 20 horas às 6h da manhã nos fins de semana e feriados e usar tornozeleira eletrônica.

Além disso, está proibido de se comunicar com outros investigados ou réus da Operação Lava Jato e deverá entregar à Justiça o seu passaporte.
Rocha Loures, segundo o procurador geral da República, Rodrigo Janot, recebeu os R$ 500 mil da JBS mas o verdadeiro destinatário da propina seria o presidente Michel Temer.

Já o ministro Marco Aurélio Mello (STF) também decidiu nesta sexta-feira (30) não acatar um novo pedido de prisão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) solicitado por Janot e ainda restabeleceu o mandato dele que havia sido suspenso por ordem do ministro Edson Fachin.

Marco Aurélio cancelou ainda outras restrições que haviam sido aplicadas ao senador pelo ministro Édson Fachin, relator no STF dos processos da Lava Jato, entre elas a proibição de falar com outros investigados e de viajar para fora do Brasil.

Segundo o ministro, “críticas à atuação do Ministro da Justiça (feitas pelo senador) são normais, esperadas e, até mesmo decorrentes do exercício legítimo da função do Legislativo, não revelando perigo concreto de influência nas atividades do Presidente da República ou de embaralhamento de investigações em curso”.

Ele entende que a suspensão do mandato do senador poderia pôr em risco a harmonia que deve haver entre os poderes Legislativo e Judiciário, frisando que caberia ao Senado afastá-lo do mandato e não ao Supremo Tribunal Federal.

Aécio estava afastado do mandato desde o último mês de maio e já na próxima segunda-feira (3/7) poderá retornar ao Senado. Ao tomar conhecimento da decisão do ministro Marco Aurélio, o senador divulgou a seguinte nota:

“Recebo com absoluta serenidade a decisão do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, da mesma forma como acatei de forma resignada e respeitosa a decisão anterior. Sempre acreditei na Justiça do meu país e seguirei no exercício do mandato que me foi conferido por mais de 7 milhões de mineiros, com a seriedade e a determinação que jamais me faltaram em 32 anos de vida pública”.