0

Desafio de Geraldo Júlio é concluir obras inacabadas

O JC deste domingo publica matéria de página inteira de autoria da repórter Jumariana Oliveira sobre as obras inacabadas da Prefeitura do Recife que são um dos grandes desafios do prefeito Geraldo Júlio (PSB) para o ano de 2015.

De acordo com a reportagem, algumas obras estão paralisadas a outras caminhando a passo de cágado, especialmente as que dependem de recursos do governo federal para serem concluídas.

O JC relaciona as seguintes obras que estão pendentes de conclusão: Hospital da Mulher (primeira obra iniciada pela prefeitura ainda em janeiro de 2013), Canal do Arruda, Centros Comunitários da Paz (prefeito prometeu cinco e iniciou apenas dois), 15 Upinhas (o prefeito prometeu 20 e só conseguiu concluir cinco), Upas Especialidades (o prefeito prometeu seis mas apenas uma, a do Ibura, está em construção), 36 Centros Municipais de Educação (o prefeito prometeu 42 mas só conseguiu concluir seis) e a reforma do Teatro do Parque.

Geraldo Júlio, logo após o segundo turno da eleição presidencial, chegou a defender que o PSB fosse para a oposição à presidente Dilma Rousseff. Mas depois reformulou seu pensamento e está a favor da “independência” do partido em relação ao governo federal.

0

Sem o peso das “notas frias”, Daniel já se prepara para disputar a PCR em 2016

Inocentado no processo das “notas frias”, o ex-vereador, deputado estadual e federal eleito, Daniel Coelho (PSDB), já está se preparando novamente para disputar a prefeitura do Recife daqui a dois anos.

Por 9 votos a favor e 3 contra, a Corte Especial do Tribunal de Justiça o inocentou na última sexta-feira da acusação de uso de notas fiscais “frias” nos anos de 2006 e 2007 quando era vereador do Recife.

A decisão da Corte Especial começou a ser tomada na última segunda-feira (24) quando o julgamento foi iniciado.

Porém, devido a um pedido de vistas do desembargador Leopoldo Raposo, o julgamento foi interrompido.

A sessão de julgamento foi paralisada quando a votação já estava 8 x 3 em favor da absolvição do deputado.

A maioria dos desembargadores acompanhou a decisão do Ministério Público de Pernambuco e do Tribunal de Contas do Estado, que já tinham dado pareceres favoráveis a Daniel Coelho.

A conclusão das investigações por parte do MPPE, inocentando Daniel Coelho, foi decisiva no convencimento da Corte, que também inocentou o parlamentar.

A maior parte dos magistrados seguiu o voto do revisor do processo, desembargador José Fernandes de Lemos.

Segundo ele, a Corte não poderia ter posicionamentos diferentes sobre casos semelhantes, numa referência ao julgamento do deputado estadual Sílvio Costa Filho (PTB), que também foi acusado de uso de notas fiscais “falsas” e inocentado pelo TJPE no primeiro semestre deste ano.

0

PPS abre direito de defesa para os “infiéis”

A direção estadual do PPS começou a notificar no último sábado (29) os detentores de mandato que não votaram nos candidatos a deputado do partido nas últimas eleições.

A notificação, segundo a assessoria do vereador e candidato derrotado à Câmara Federal, Raul Jungmann, está sendo feita pelo Conselho de Ética.

Os “infiéis” terão um prazo de 15 dias para que apresentem sua defesa.

No documento enviado, os 20 denunciados (18 vereadores e dois vice-prefeitos) serão informados de que serão aplicadas as sanções cabíveis, que vão desde a pena de advertência até a desfiliação.

No começo da semana passada, o Conselho de Ética se reuniu para analisar as provas apresentadas pela Executiva Estadual, bem como seu indicativo de punição aos “infiéis”.

Diante da baixa votação em municípios onde esses vereadores e vice-prefeitos atuam, os conselheiros resolveram abrir processo disciplinar, alegando “flagrante indício de descumprimento à orientação partidária”.

“Nós, da Executiva Estadual, indicamos que todos devem ser punidos. Afinal de contas, quem não esteve conosco quando mais precisamos não deve mais fazer parte do PPS. Mas vamos aguardar a entrega das defesas e também o parecer final do Conselho”, ponderou Raul Jungmann.

A presidente do Diretório Estadual, Débora Albuquerque, garante que, embora a diretoria tenha se pronunciado em favor da desfiliação, será garantida a imparcialidade no processo, com autonomia dos conselheiros para tomarem a decisão mais justa.

0

Prefeitura divulga lista de sorteados no Minha Casa, Minha Vida

A Prefeitura de Petrolina divulgou neste sábado (29) a relação dos sorteados do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

De acordo com a assessoria do prefeito Júlio Lossio (PMDB), participaram do sorteio 9.150 candidatos, dos quais 481 são idosos, 496 portadores de deficiência e 8.173 pertencem ao cadastro geral.

O conjunto habitacional “Vivendas Petrolina I”, que está localizado próximo à Vila Marcela, é composto por 1.432 casas e já esta pronto para ser ocupado.

A relação completa dos sorteados pode ser acessada no site da Prefeitura de Petrolina (www.petrolina.pe.gov.br) e na Secretaria Extraordinária de Habitação ( Av. Guararapes, nº 2.288, Centro).

0

Sob o comando de Sérgio Guerra, o PSDB elegeu seis deputados e agora elegeu apenas um

O deputado estadual Claudiano Filho (PSDB) estranhou declarações do deputado Daniel Coelho, também tucano, publicadas na imprensa no final de semana, segundo a qual o ex-deputado Sérgio Guerra, quando comandava o partido, não se preocupou em renová-lo.

Segundo Claudiano, “Daniel estava isolado dentro do PV e foi por meio de Sérgio Guerra que entrou no PSDB, foi candidato a prefeito do Recife e conseguiu expressiva votação nas eleições de 2012 (277 mil votos). Assim é fácil falar em renovação”.

Sustenta ainda Claudiano Filho que Sérgio Guerra, no comando do PSDB, apoiava a eleição de todos os candidatos, sem qualquer tipo de discriminação.

Tanto isso é verdade, garante, que na eleição de 2012 o partido obteve a segunda maior votação do Estado, perdendo apenas para o PSB.

“Sob o comando de Sérgio Guerra”, acrescentou, “o PSDB tinha seis deputados estaduais e hoje só tem um (que é o próprio Claudiano)”.

Dos atuais deputados estaduais do PSDB, dois vão para a Câmara Federal: Betinho Gomes e Daniel Coelho. E não conseguiram renovar o mandato Terezinha Nunes, Eduardo Porto e Antonio Moraes.

0

Paulo Câmara encerra congresso de vereadores em Surubim

O governador eleito Paulo Câmara (PSB) esteve ontem (sábado) em Surubim para encerrar um Congresso Estadual de Vereadores e Servidores de Câmaras Municipais.

Ele foi convidado para encerrar o evento pelo presidente da União dos Vereadores de Pernambuco, Severino Farias Filho (PSB-Surubim).

Em seu discurso, Câmara prometeu manter as parcerias com as Prefeituras e Câmara Municipais iniciadas pelo ex-governador Eduardo Campos.

Também palestraram no evento o deputado federal reeleito Danilo Cabral (PSB), que é filho de Surubim e foi o majoritário no município e o procurador geral de Justiça, Aguinaldo Fenelon de Barros.

A UVP prestou uma homenagem ao ex-governador Eduardo Campos com a entrega de uma placa que foi recebida pelo seu filho homem mais velho, João Campos.

0

Dilma diz que a Oposição ainda não desceu do palanque

A presidente Dilma Rousseff criticou nesta sexta-feira (28), em Fortaleza, durante reunião do diretório nacional do PT, o comportamento das Oposições após o segundo turno da eleição presidencial.

Segundo ela, “eles (do PSDB, DEM e PPS) não nos perdoam por estarem tanto tempo fora do poder”.

Disse que “golpistas” sempre existiram na história do Brasil, cabendo ao PT encará-los com “serenidade” e não cair em provocações.

“Vamos lutar com tranquilidade e serenidade. Nós não podemos cair em nenhuma provocação. Nós não podemos esquecer uma coisa que o povo nos confiou: um mandato de quatro anos. E nós vamos exercê-lo – tentando, buscando, lutando e fazendo o melhor governo possível”, declarou a presidente.

Ela afirmou também – num claro recado aos correligionários – que este mandato não exclusivamente do PT, mas também dos partidos aliados, dos movimentos sociais e de todos os brasileiros, eleitores do partido ou não.

“Eu fui eleita para continuar mudando o Brasil, defendi as nossas realizações. Não teria vencido se não fosse pelo apoio da militância, do PT, dos partidos aliados e dos movimentos sociais”, acrescentou.

A presidente fez essas declarações ao lado do presidente nacional do PT, Rui Falcão, do governador eleito Camilo Santana (PT) e do ministro das Relações Internacionais, Ricardo Berzoini.

0

Congresso promulgará na próxima terça a PEC do FPM

O Congresso Nacional marcou para a próxima terça-feira dia 2, às 11 horas, a realização de uma sessão solene para promulgar a Emenda Constitucional 84, que garante o aumento de um ponto percentual dos repasses do IPI e do Imposto de Renda para o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

De acordo com os termos da emenda, a partir de julho de 2015 o FPM terá um acréscimo de 0,5% dessas receitas e partir de julho de 2016 mais 0,5%.

A emenda tem origem na PEC 426/14, aprovada na última quarta-feira pela Câmara dos Deputados.

O principal batalhador pela aprovação desta PEC foi Paulo Ziulkoski, presidente da Confederação Nacional dos Municípios.

A Constituição determina que a União repasse para o FPM um total de 23,5% do produto líquido da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Com a nova emenda, o total passa a ser de 24,5%.

Na última previsão da Secretaria do Tesouro Nacional, serão creditados este ano para o FPM R$ 65,9 bilhões.

Até outubro, o Tesouro Nacional já havia repassado R$ 49,7 bilhões.

Pelos cálculos da CNM, 86% dos municípios brasileiros, que têm população inferior a 56 mil habitantes, dependem dos recursos do FPM para sobreviver.

0

Novo protesto contra a vitória de Dilma reúne poucas pessoas em SP

Mais uma vez, a Avenida Paulista, no coração de São Paulo, foi alvo de uma manifestação, neste final de semana, pelo “impeachment” da presidente reeleita Dilma Rousseff (PT).

O ato reuniu cerca de mil pessoas, bem menos que o anterior realizado no sábado seguinte ao segundo turno das eleições.

Os manifestantes portavam faixas com dizeres tipo “Fora PT”; “Dilma, tira a mão do STF (Supremo Tribunal Federal), TCU (Tribunal de Contas da União) e PF (Polícia Federal)”; “Lula ladrão, cadeia já”; “Grande Pátria Bolivariana”, entre outros.

O movimento foi organizado pelas redes sociais e teve como um de seus protagonistas o empresário Marcelo Reis.

Segundo ele, o protesto foi fundamentalmente contra o PT, que, para os manifestantes, é a principal causa de corrupção no país.

0

Mesmo tarde, o PT promete expulsar os “comprovadamente corruptos”

Durante reunião do seu diretório nacional, em Fortaleza, neste final de semana, o Partido dos Trabalhadores aprovou um documento pelo qual assume o claro compromisso de não dar tréguas à corrupção.

No texto, apresentado pelo presidente nacional da legenda, deputado Rui Falcão, o partido se compromete a expulsar qualquer filiado que esteja envolvido comprovadamente em escândalos de desvios de dinheiro público.

A resolução, todavia, não fala em “expulsão imediata” porque o estatuto garante a todos o direito à defesa e ao contraditório.

No documento, o partido se diz a favor do prosseguimento das investigações de denúncias de corrupção na Petrobras.

“Concluídas as investigações, queremos que os corruptos comprovadamente provados possam ser punidos. Se houver alguém do PT implicado com provas, ele será expulso”, afirmou Rui Falcão.

No primeiro dia de evento, na sexta-feira, o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, foi ovacionado pelos integrantes do partido, com palmas puxadas por Rui Falcão, ao dizer o seguinte: “Nunca fiz nada de errado. Tudo o que foi arrecadado foi contabilizado. Eu sei o que fiz”, defendeu-se Vaccari perante os correligionários.

Ele foi acusado pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, de ter recebido dinheiro do “esquema” para os cofres do partido.