2

Pronto para ir ao cenário nacional

Coluna Fogo Cruzado – Folha de Pernambuco – 31 de dezembro

Conforme as palavras do ex-ministro Fernando Lyra, está ocorrendo hoje no Brasil um rápido processo de transição política para o qual muito pouca gente estaria dando a devida atenção. Esse processo se caracterizaria para saída da cena nacional de veteranos políticos como José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, José Serra, Marco Maciel, Pedro Simon, etc. E a chegada de outros como Aécio Neves, Eduardo Campos, Sérgio Cabral, Eduardo Paes, Beto Richa e Marconi Perillo.

Aécio e o governador do Paraná são, efetivamente, as duas lideranças políticas mais promissoras do PSDB. Aécio, na casa dos 50 anos de idade, já passou pela presidência da Câmara Federal, pelo governo de Minas duas vezes e atualmente está no Senado, já tendo sido indicado informalmente pela direção nacional do seu partido para disputar a presidência da República em 2014. E Beto Richa, que está na casa dos 40, já passou pela prefeitura de Curitiba e hoje governa o Paraná.

Especificamente sobre Eduardo Campos, pode-se dizer que ele chega ao final do ano de 2011 um pouco maior, politicamente, do que quando entrou. Chefia um governo que é apoiado por 16 partidos, implantou um modelo de gestão que lhe deu prestígio e notoriedade nacionais e lidera o “ranking” dos governadores mais bem avaliados do país. Ele está maduro para sair de Pernambuco em direção ao cenário nacional, dando um vôo que seu avô, Miguel Arraes, não quis ou não pôde fazer.

Omissão 1 – À frente do governo estadual, o vice João Lyra Neto esteve na cidade do Cedro, na semana passada, a convite do ministro Fernando Bezerra Coelho, para assistir ao lançamento do programa “Água para todos” que deverá ser executado pelo Ministério da Integração Nacional.

Omissão 2- Anteontem, o ministro esteve em Caruaru, terra do vice-governador, para assinatura de um convênio com a prefeitura e não se lembrou de convidá-lo. Se a omissão foi do ministério trata-se de uma falha imperdoável. E se foi do prefeito José Queiroz (PDT), terá sido pior ainda.

A visita – Mais de 500 pessoas fora à festa de confraternização do PSB, a 1ª que o partido realmente fez com gosto desde que ganhou alma nova em Pernambuco com a filiação de Miguel Arraes. O presidente Sileno Guedes ficou tão entusiasmado com o tamanho da festa, que reuniu representantes de 12 legendas, que decidiu visitar todos os prefeitos do partido até o final do mês de março.

Mãe e filha – A prefeita Graça Lapa (PSB) aproveitou a festa de final de ano em Tracunhaém para doar 450 lotes a famílias de baixa renda. Uma parte das terras já era de propriedade do município e outra foi doada à prefeitura pelo empresário Paulo Petribu. A prefeita encerra o 3º ano do seu mandato com 70% de aprovação para alegria da filha, Carla, ex-deputada estadual.

Férias 1 – O secretário-chefe da Casa Militar, coronel Mário Cavalcanti, tirou 15 dias de férias para descansar aproveitando a viagem do governador Eduardo Campos à Europa. O coronel está nos States (Colorado) visitando um filho que estuda lá e só voltará ao Recife no próximo dia 8.

Férias 2 – Quem também saiu de férias ontem foi o presidente da Compesa, Roberto Tavares, cujo nome está cotado para substituir João Bosco Almeida na Secretaria de Recursos Hídricos. Ele passou a presidência para o diretor Décio Padilha e foi descansar numa praia do litoral sul.

A trinca – A ala petista “Construindo um Novo Brasil” vai oficializar seu apoio ao deputado João Paulo, como candidato a prefeito do Recife, entre os meses de março e abril. Chegou ao conhecimento dela que a oposição vai jogar pesado para tentar conquistar as prefeituras do Recife, Caruaru e Petrolina, onde a base do governo está dividida, o que lhe daria gás para 2014.

Quarta vez – Atendendo a convite do PSB, o ex-prefeito José Pereira vai disputar a prefeitura de Paudalho pela 4ª vez contra o atual prefeito, Fernando Moreira (PTB), que foi seu candidato em 2008. Pereira foi contemporâneo de faculdade de Eduardo e Renata Campos, Sileno Guedes, Pedro Mendes e Aluísio Lessa.

Ano novo – A coluna agradece e retribui os votos de feliz ano novo que recebeu dos seus leitores. E envia um agradecimento especial aos políticos pernambucanos dos mais diferentes credos doutrinários que municiaram este espaço com informações dos seus respectivos partidos. Feliz ano novo para todos!