Humberto diz no Senado que Brasil retrocedeu 20 anos em 2 no governo Temer

O senador Humberto Costa (PT-PE) criticou duramente nesta terça-feira (15) as comemorações feitas no Palácio do Planalto para assinalar os dois anos de governo do presidente Michel Temer.

Segundo ele, Temer foi responsável por um “retrocesso de 20 anos em dois”, e não por um avanço de 20 em dois, como diz a propaganda governista.

Para o senador, durante esse período houve retrocessos nas áreas de educação, saúde e direitos humanos, sem contar também o desemprego que é um dos maiores de nossa história.

Disse também que somente o presidente Lula, “com o apoio massivo do povo brasileiro”, será capaz de tirar o país da crise em que se encontra.

“Os brasileiros reagem a isso tudo de forma muito viva, como demonstram as pesquisas de opinião. O sujeito mais detestado do país (Temer) está no Palácio Planalto, enquanto o líder mais amado (Lula) está preso em Curitiba injustamente”, disse o senador pernambucano.

Segundo ele, “a gasolina subiu mais de 20% só este ano e já é a segunda mais cara do mundo, ao paso que o gás de cozinha aumentou 70%, 15 vezes mais que a inflação, levando 400 mil nordestinos de volta ao fogão de lenha por não conseguirem comprar um botijão”.