Moro fica com boa impressão do Compaz de Pernambuco

Coluna Fogo Cruzado – 18 de janeiro de 2019

Moro fica com boa impressão do Compaz de Pernambuco

Há dois anos, esteve no Recife o deputado federal por Minas, Marcelo Álvaro, atual ministro do Turismo do governo Jair Bolsonaro. Viera conhecer o Compaz do Alto de Terezinha a convite do seu amigo Murilo Cavalcanti, secretário de Segurança Urbana da prefeitura da capital. Agora, após sua posse como ministro, Álvaro conversou com o presidente da República sobre a experiência copiada de Medellín, que está dando certo em Pernambuco na prevenção à criminalidade. Foi aconselhado pelo presidente a procurar Sérgio Moro, que ficou tão interessado no assunto que convidou o secretário para uma audiência, em Brasília, na última quarta-feira. Como já fez dezenas de vezes em palestras do gênero, Murilo disse ao ministro que o governo federal não pode querer enfrentar o problema a criminalidade apenas com repressão. Há que se colocar um “braço social” nesse contexto, que seria exatamente o modelo colombiano. O secretário presenteou o ministro com um livro que escreveu sobre a exitosa experiência de Medellín no combate ao crime organizado, sem antes deixar de fazer-lhe uma recomendação: “Vá a Medellin conhecer pessoalmente a experiência de lá”. Moro aceitou de pronto a sugestão e convidou o secretário para fazer uma explanação sobre o tema para toda equipe do Ministério da Justiça e Segurança Pública assim que a equipe estiver constituída.

Sérgio Moro convidou Murilo Cavalcanti para falar sobre o Compaz no Ministério da Justiça

Doutor em Medellín

Após ter-se envolvido de corpo e alma na causa da antiviolência, o secretário municipal Murilo Cavalcanti (Segurança Urbana) já foi 30 vezes a Colômbia estudar o modelo posto em prática pela cidade de Medellín para o combate à criminalidade. O modelo tirou a cidade da relação das mais violentas do mundo para colocá-la num patamar que a ONU considera “civilizado”.

A preferência – Depois da posse no Ministério da Justiça, Sérgio Moro já recebeu pedido de audiência de praticamente todos os governadores e prefeitos de capitais. Mas deu prioridade a um secretário municipal (Murilo Cavalcanti) que estuda o problema da violência há 15 anos.

Pé no Recife – Deputado Waldemar Borges (PSB) marcou presença ontem na inauguração da 1ª agência da Sicoob (Cooperativa de Crédito) no Recife. Fica no bairro de Boa Viagem. O gerente da Sicoob-PE, José Evaldo Campos, promete abrir mais 15 agências ainda este ano.

Um fiasco – Até ser governador do MT, o ex-procurador da República, Pedro Taques (PSDB), posava no Senado como paladino da ética. Sua gestão, no entanto, segundo o novo governador, Mauro Mendes (DEM), foi um fiasco no plano moral e administrativo. Mendes foi prefeito de Cuiabá pelo PSB a convite do então presidente Eduardo Campos.

Voz isolada – Mesmo após o PDT tendo declarado apoio a Rodrigo Maia (DEM-RJ) para presidente da Câmara, o deputado federal eleito, Túlio Gadelha (PDT-PE), continua inclinado a votar em Marcelo Freixo (PSOL-RJ), que vai disputar o cargo só para marcar posição.

É tarde – Manuela D’Ávilla (PCdoB-RS), vice de Haddad em 2018, lamenta o apoio do seu partido à candidatura de Rodrigo Maia capitaneado pela presidente nacional Luciana Santos. Ele defende que PCdoB, PT, PDT, PSB e PSOL se unam para lançar um candidato. Mas agora é tarde.