0

PTB toma do PSB o comando da UVP

Coluna Fogo Cruzado – 28 de março

Biu Farias era tido como favorito para continuar à frente da UVP, mas foi derrotado pelo candidato da oposição

Assim que acabou ontem na cidade de Triunfo a eleição para a escolha dos novos dirigentes da UVP (União dos Vereadores de Pernambuco), o deputado Beto Accioly postou nas redes sociais: “Amigo Biu (Farias), a derrota foi do PSB”. Biu Farias, vereador em Surubim pelo partido, representava a continuidade de um grupo que estava no poder havia mais de 20 anos. É irmão do ex-senador Antônio Farias e identificado politicamente com as forças que governam Pernambuco. Era tido como favorito. Mas acabou sendo derrotado pelo candidato da oposição, Josinaldo Barbosa, vereador em Nazaré da Mata pelo PTB. Ora, se Biu foi um ótimo presidente e teve o apoio do governo estadual, a frase do deputado Beto Accioly merece uma reflexão: o derrotado foi ele ou o partido a que pertence? Na eleição para a 1ª secretaria da Assembleia Legislativa o vitorioso foi Diogo Moraes, mas o derrotado foi o PSB que apoiou Lula Cabral.

Projeto do PSB para 2016

O PSB reuniu em Brasília os presidentes dos diretórios regionais para começar a discutir 2016. O partido elegeu 432 prefeitos em 2012, cinco dos quais de capitais: Geraldo Júlio (Recife), Roberto Cláudio (Fortaleza), Márcio Lacerda (Belo Horizonte), Mauro Mendes (Cuiabá) e Mauro Naziff (Porto Velho). O projeto do partido é eleger 500 prefeitos, entre os quais Romário (RJ), Marta Suplicy (SP), Beto Albuquerque (Porto Alegre) e Geraldo Júlio (Recife) de novo.

Cobrança – Diogo Moraes (PSB) está à frente de um grupo de deputados que vai acompanhar o andamento das obras federais em Pernambuco que estão à espera de conclusão. A lista é imensa, mas as principais são essas: Transnordestina, transposição do São Francisco, adutoras do Pajeú e do Agreste e duplicação da BR 104. O arco metropolitano nem se fala, pois sequer saiu do papel.

Água – Por conta do “dilúvio” que caiu em Araripina na última 4ª feira (191 milímetros), a prefeitura está aceitando doações para os moradores da periferia que tiveram suas casas danificadas.

Misto – O grupo de estudos que a Associação Comercial de Pernambuco criou para analisar a reforma política vai defender o financiamento misto (publico e privado) das campanhas eleitorais.

Ânimo – A deputada Luíza Erundina (PSB-SP) faz parte do “Raiz Movimento Cidadanista” que ensaia transformar-se em partido político. Ela está com 80 anos, mas tem o ânimo de uma adolescente.

Mediação – Teresa Leitão, deputada estadual e ex-presidente do Sintepe, está fazendo o meio de campo entre o governo estadual e o sindicato da categoria para evitar que estoure uma greve de professores logo após a Semana Santa. Os professores de SP cruzaram os braços desde o último dia 13.

Vagas – Pelos dados do IBGE, a indústria fechou 259 mil postos de trabalho, em fevereiro (60 mil só no Nordeste), em relação ao mesmo mês de 2014. Isso faz aumentar a responsabilidade do ministro Armando Monteiro, que está cuidando não apenas da indústria, mas também do comércio exterior.

Justiça – O prefeito Geraldo Júlio deu um belo presente aos músicos da Orquestra Sinfônica ao sancionar ontem o seu Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos. A Orquestra estava perdendo seus melhores talentos por conta da baixa remuneração. Basta dizer que alguns músicos se aposentaram, após 35 anos de serviço, ganhando menos de três salários mínimos. A PCR com o PCCV corrigiu uma injustiça.

Calmaria – Mesmo o PIB de 2014 tendo crescido apenas 0,1% em relação ao de 2013, dando munição aos oposicionistas Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB), o país vai entrar na Semana Santa menos conflagrado do que saiu do carnaval. A oposição parou de defender o “impeachment” de Dilma Rousseff e os grupelhos que defendem a volta dos militares ao poder são cada veze mais escassos.

0

Dilma escolhe dois novos ministros

A presidente Dilma Rousseff escolheu nesta sexta-feira (27) os novos ministros da Educação e da Comunicação Social.

O novo ministro da Educação será o professor Renato Janine Ribeiro (Unicamp) e o da Comunicação o ex-prefeito de Araraquara (SP) Edinho Silva, que foi o coordenador financeiro da campanha dela em 2014.

Renato Janine Ribeiro substituirá Cid Gomes, que pediu demissão na semana passada, e Edinho Silva o jornalista Thomas Traumann, demitido após vazamento de um documento em que tecia duras críticas à política de comunicação do governo federal.

Edinho Silva foi prefeito de Araraquara (entre 2001 e 2008), deputado estadual (2010-2014) e presidente do PT de São Paulo.

Diferentemente de Traumann, que é jornalista, Edinho é sociólogo pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e tem mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos.

0

“Ciclo do PT acabou”, diz Aécio Neves no Peru

Aécio Neves - foto Orlando Brito-

Ainda ressacado pela derrota, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) declarou em Lima (Peru) nesta sexta-feira (27) que “o ciclo de governo do PT já acabou, para a felicidade dos brasileiros”.

O senador foi um dos participantes de um seminário sobre a América Latina patrocinado pela Fundação Internacional para a Liberdade, presidida pelo escritor Mário Vargas Lhosa.

Ao abrir os debates, o também escritor peruano Álvaro Vargas Llosa – filho de Mário – pediu a Aécio que explicasse aos peruanos “o mistério desse Brasil que não termina de decolar e que todos os latino-americanos precisamos que decole para que se torne a potência da região, como uma Alemanha”.

O senador explicou que um dos motivos da crise brasileira é o “presidencialismo imperial” que vige entre nós e o excesso de partidos políticos representados no Congresso, o que impede o presidente da República de formar uma maioria sólida.

Disse também que há uma enorme indignação dos brasileiros com a taxa de corrupção dentro do governo e que mais de 60% da população reprovam o governo de Dilma Rousseff por ter prometido uma coisa na campanha e estar fazendo outra.

Nada obstante, foi obrigado a reconhecer a competência técnica do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que está à frente do ajuste fiscal proposto ao Congresso no último mês de fevereiro.

0

Temer considera possível a redução do número de ministérios

Renan Calheiros _ foto Agência Brasil

O vice-presidente Michel Temer disse em São Paulo nesta sexta-feira (27) que a redução do número de ministérios de 39 para 20, como propõe o presidente do Senado, Renan Calheiros, é algo que já está sendo considerado dentro do próprio governo.
Segundo ele, se a presidente Dilma Rousseff concordar em reduzir o tamanho da máquina “o PMDB está disposto a conversar e entregar o que seja necessário”.

O partido do vice-presidente comanda oito ministérios e sempre é apontado pela mídia como “insaciável” em matéria de cargos, pois quanto mais tem, mais quer.

Temer disse também que, “pessoalmente”, não faz nenhuma objeção à redução do número de ministérios. Mas fez um alerta: “A questão é saber se isso vai reduzir ou não os custos (da máquina administrativa)”.

Para o chefe da Casa Civil, Aloízio Mercadante, eventual extinção de 19 ministérios teria um impacto insignificante no ajuste fiscal.

0

Deputado do PSOL que propôs trocar o “povo” por “Deus” é suspenso do partido

Edilson Silva - foto João Bita Alepe

A direção nacional do PSOL decidiu nesta sexta-feira (27) suspender o deputado federal Cabo Daciolo (RJ) por descumprimento do programa do partido.

Enquanto durar a suspensão, o parlamentar não pode falar em nome da legenda e nem participar de reuniões da bancada, disse o presidente Luiz Araújo. O PSOL é liderado em Pernambuco pelo deputado estadual Edilson Silva e elegeu seis deputados federais nas últimas eleições.

Daciolo, ignorando que o Brasil é um estado laico, apresentou uma PEC na última quarta-feira alterando a redação do parágrafo único do artigo 1.º da Constituição Federal.

Pele PEC de autoria dele, o texto da Carta Magna passaria a ter a seguinte redação: “Todo poder emana de Deus” e não “Todo poder emana do povo” tal qual foi definido pelos constituintes de 1988.

“A legitimidade do povo para votar e exercer a cidadania conquistada através do instrumento da democracia não exclui a autoridade de Deus sobre as nossas vontades e desígnios. Se Deus pode nos proteger de algum mal, logo subtende-se que o poder está em suas mãos”, afirma Daciolo em sua exposição de motivos.

É o que dá partido político aceitar gato e cachorro nos seus quadros, como forma de “inchá-lo”, sem saber se essas pessoas têm compromisso ou não com o ideário da legenda. Esse cabo seguramente não tem.

0

Biu Farias perde disputa pela UVP para vereador de Nazaré da Mata

biu_farias_foto_marilia_auto

Pela diferença de apenas 10 votos, o vereador Severino Farias Filho (PSB-Surubim), o Biu Farias, perdeu para o colega Josinaldo Barbosa (PTB-Nazaré da Mata) a disputa pela presidência da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP).

Biu Farias era candidato à reeleição com apoio do ex-presidente João Batista Rodrigues (PTB), do senador Fernando Bezerra Coelho e da totalidade dos deputados federais e estaduais do PSB.

Já Josinaldo, que é presidente da Abrascam (Associação Brasileira das Câmaras Municipais), teve o apoio de alguns deputados do PTB e de simpatizantes da oposição.

A eleição se realizou no Hotel do Sesc, em Triunfo, junto com o Congresso Estadual de Vereadores e Presidentes de Câmaras.

Josinaldo Barbosa obteve 419 votos, ante 409 do candidato do PSB. Influiu bastante na vitória do petebista os seus compromissos de campanha, entre os quais uma única reeleição para presidente e prestação de contas a cada três meses.

Sua plataforma de candidato foi elaborada pela empresa de consultoria do professor e cientista político Adriano Oliveira.

Esses mais de 800 vereadores que participaram da eleição são a prova de que a UVP é uma das instituições mais vivas de Pernambuco.

0

Vice-governador vai apresentar Fred Amâncio aos “amigos da educação”

Raul Henry - foto roberto pereira - SEI

O vice-governador Raul Henry (PMDB) realizará na próxima segunda-feira, dia 30, no Palácio do Campo das Princesas, o encontro dos “amigos da educação”.

Seu propósito é aproximar o secretário estadual de Educação, Fred Amâncio, que é fazendário e não tem vinculação com essa área, com personalidades nacionais que se dedicam ao assunto.

A pauta das discussões será: “Como melhorar a qualidade da educação?”.

O encontro terá início às 13h com um almoço oferecido pelo governador Paulo Câmara aos convidados.

Fazem parte da lista de convidados representantes do “Todos pela Educação”, Fundação Lemann, Instituto Ayrton Senna, Instituto Natura, Instituto Unibanco, Instituto de Co-Responsabilidade da Educação, Universidade de São Paulo (USP) e Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (Iets).

A partir das 14h30, o grupo assistirá à apresentação do secretário sobre os avanços que Pernambuco realizou nos últimos anos na área de educação e seu programa de trabalho para o próximo quadriênio.

0

OAB sai em defesa do advogado Maurício Albuquerque

eduardo_da_fonte_foto_edson_santos

Por meio de nota oficial, a OAB de Pernambuco saiu em defesa nesta sexta-feira (27) do advogado Maurício Albuquerque, pai do deputado federal Eduardo da Fonte (PP), cujo nome foi citado ontem (26) como um dos supostos envolvidos na operação da PF contra uma quadrilha que vinha atuando dentro da Receita Federal.

Veja a íntegra da nota da OAB-PE:

I) A OAB – Seccional Pernambuco, a respeito das informações divulgadas na mídia sobre a “Operação Zelotes”, deflagrada no dia de ontem, vem reafirmar seu incondicional apoio ao combate à corrupção, destacando o papel das investigações conduzidas pela Polícia e pelo Ministério Público Federais.

II) De igual modo, ao tempo em que reafirma sua crença na liberdade de imprensa como pilar fundamental do Estado Democrático de Direito, vem externar sua preocupação com o teor das matérias veiculadas em relação ao Dr. Francisco Maurício Rebelo Albuquerque, ex-conselheiro e ex-presidente do Tribunal de Ética e de Disciplina desta Seccional, com inúmeros e relevantes serviços prestados à advocacia pernambucana, muitas das quais, ignorando a garantia constitucional da presunção de inocência, formulam juízo precipitado sobre os fatos investigados, imputando responsabilidades que só serão estabelecidas ao término de apurações submetidas às garantias inerentes ao devido processo legal.

III) Por esses motivos, a OAB-PE alerta para o risco que a divulgação imprecisa de matérias relativas a tais investigações policiais, em fase inicial, pode causar à honra dos cidadãos, a partir da exposição do nome de pessoas sequer ainda indiciadas, com consequências pessoais e profissionais por vezes irreparáveis, apelando, assim, ao legítimo exercício da liberdade de imprensa com respeito aos direitos fundamentais da presunção de inocência e da proteção da honra, assegurados no artigo 5º, incisos X e LVII da Constituição de 1988.

0

Bezerra Coelho propõe mudanças na Lei de Responsabilidade Fiscal

fernando bezerra coelho - foto valter campanato - ABr

Já está tramitando no Senado o projeto de Lei Complementar de autoria do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) que propõe alterações na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Segundo o projeto do senador, mudanças relacionadas com o cálculo do superávit primário (economia que o governo faz para pagamento de juros) só poderão ser apresentadas até o final do primeiro semestre.

E, mesmo assim, em decorrência de cenários não previstos no momento de aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) como calamidade pública, guerras ou crises internacionais.

De acordo com o senador, o objetivo do seu projeto é evitar situações como a ocorrida no final do ano passado quando o Executivo enviou ao Congresso, no mês de novembro, proposta de alteração da LDO às vésperas do final do exercício financeiro.

Fernando Bezerra afirma também que nas avaliações que as agências internacionais de risco fazem do Brasil a nossa credibilidade é medida em boa parte pelo seu rigor fiscal.

0

Líder da minoria critica o baixo crescimento do PIB

Bruno Araújo - foto reprodução facebook

O líder da minoria na Câmara Federal, deputado Bruno Araújo, culpou hoje a presidente Dilma Rousseff pelo baixo crescimento do PIB (0,1%) no ano de 2014.

Trata-se, disse ele, de “mais um vexame para a enorme coleção (de insucessos) do governo Dilma Rousseff”.

“Só não tivemos crescimento negativo por causa da mudança de metodologia adotada este ano pelo IBGE. O crescimento de 0,1% significa que, em média, cada brasileiro ficou 0,7% mais pobre no ano passado devido ao crescimento da população”, escreveu o deputado em seu facebook.

Ele disse que esse “resultado pífio” não pode mais ser debitado à crise internacional como insiste em fazer a presidente Dilma.

“Em média, o mundo tem crescido muito mais que o Brasil. E, infelizmente, quando outros países divulgarem seus índices, iremos cada vez mais para o fim da fila”, acrescentou.

Já o deputado Betinho Gomes (PSDB) disse que a “incompetência e irresponsabilidade” levaram o Brasil à estagnação econômica e fizeram com que Dilma Rousseff, em seu primeiro mandato, amargasse o pior desempenho econômico de um presidente da República desde Collor de Mello.

“A presidente quebrou o Brasil. A irresponsabilidade econômica do governo Dilma, que fez uma gestão temerária e incompetente, foi o que levou o Brasil à lona. Quem paga o preço é o setor produtivo – porque a economia está desacelerando – e o cidadão comum – que paga por um ajuste fiscal fruto de uma ação irresponsável do governo do PT, que gastou mais do que devia”, acrescentou.