O caminho dos “Ferreira” é a Frente das Oposições

Coluna Fogo Cruzado – 22 de junho de 2018

O prefeito Anderson Ferreira é quem banca o projeto do irmão, André, para senador

Desde que os “irmãos Ferreira” começaram a acumular forças em Pernambuco, elegendo um vereador na capital (Fred), um deputado estadual (André) e o prefeito de Jaboatão dos Guararapes (Anderson), sabia-se que o próximo passo deles era batalhar uma vaga de senador. Escolheu-se André para ser o candidato por ele ser presidente regional do PSC e ter inserção na comunidade evangélica, que tem representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal, mas não no Senado. Seu irmão, Anderson, foi quem decidiu bancar esse projeto dizendo que o grupo só sentaria para conversar sobre eleição, com o governo ou com as oposições, com a candidatura de André posta na mesa. O governador Paulo Câmara, ao recebê-los, afastou de pronto essa possibilidade. Mas para não perder o apoio do clã, concordava em abrir-lhe espaços no governo. Os “Ferreira” não aceitaram a contraproposta e decidiram romper com o governo. Agora, só lhes resta pleitear a candidatura na chapa das oposições, que mantêm uma vaga de senador em aberto exatamente para este fim: agregar novas forças para o fortalecimento da candidatura do senador Armando Monteiro Neto ao governo estadual. André está crente de que se elegerá com o apoio dos “irmãos” evangélicos. E embora não tenha “cara de senador” por ser um político relativamente jovem, está fazendo valer a força política dele e do irmão.

Ânimo redobrado

Sílvio Costa não respondeu as críticas de que foi alvo do PT-PE por ter anunciado uma aliança com Marília Arraes para que ela dispute o governo estadual e ele uma vaga no Senado. Ontem, ao ser procurado pela imprensa, o irrequieto deputado respondeu: “Estive com o presidente Lula há 15 dias e se já estava animado para disputar o Senado, saí de lá mais animado ainda”.

A bagunça – Como previu o ministro Gilmar Mendes (STF), restringir o foro privilegiado para congressistas iria virar uma grande “bagunça”. Dito e feito. A restrição foi estendida para governadores e desembargadores dos TJs, significando que a “bagunça” está só começando.

Portuário – O sertanejo (de Itapetim) Carlos Villar, nomeado para dirigir o Porto de Suape, é um velho conhecido nessa área. É servidor efetivo do Porto do Recife, o qual já dirigiu 5 vezes.

Espaço – Mesmo afastado da política, o ex-deputado Inocêncio Oliveira (PR) preserva o seu espaço no governo Paulo Câmara. O novo secretário dos Transportes, Antonio Júnior, que era o adjunto de Sebastião Oliveira, é pessoa de sua estrita confiança.

Antecipação – O prefeito Joaquim Neto (PSDB), que realiza em Gravatá uma das maiores festas juninas de Pernambuco, antecipou ontem o pagamento de 50% do décimo terceiro salário dos servidores municipais. Isso representa R$ 2,5 milhões circulando no município.

Toca política – Assim que desembarcar hoje em Caruaru, Geraldo Alckmin (PSDB) seguirá direto para o sítio Macambira, de propriedade de familiares da prefeita Raquel Lyra (PSDB). Foi neste sítio, exatamente no período junino, que Eduardo Campos fez muitas costuras políticas.