0

Ausência do governador não será mais valorizada

Coluna Fogo Cruzado – 28 de julho

O advogado Antonio Campos foi aconselhado por assessores políticos a não valorizar a ausência do governador Paulo Câmara na convenção do PSB de Olinda, que se realizará no próximo domingo. “Tonca” vai disputar a prefeitura e, como neto de Miguel Arraes e irmão de Eduardo Campos, gostaria de ter o governador na sua convenção. Mas entende as razões que ele apresenta para não comparecer. Há outros candidatos que também fazem parte da Frente Popular (Luciana Santos, Ricardo Costa, Izabel Urquisa, João Luiz e Professor Lupércio) e ele não gostaria de contrariá-los. A palavra de ordem no PSB, portanto, a partir de hoje, é esquecer a presença do governador e enfatizar o comparecimento do presidente nacional do partido, Carlos Siqueira. Até porque, independente da presença física do governador na convenção, Antonio Campos continuará sendo, de fato e de direito, o verdadeiro “candidato do governo”.

A palavra de ordem no PSB de Olinda é enfatizar a presença na convenção do presidente nacional Carlos Siqueira

Padrinho forte

Três vereadores da coligação de Antonio Campos (PSB) continuam sem aceitar a mulher que ele escolheu para ser sua vice: a evangélica Conceição Silva (PHS). Eles já agendaram reuniões com Izabel Urquisa (hoje), Professor Lupércio (amanhã) e Ricardo Costa (próxima semana). “Ceça” é líder comunitária no bairro de Peixinhos e foi uma indicação política do deputado federal Pastor Eurico (PHS).

Palanque – Após definir seus palanques no Recife (João Paulo), Jaboatão (Anderson Ferreira) e Olinda (Teresa Leitão), o senador Armando Monteiro (PTB) deve definir até amanhã com quem ficará em Caruaru. Ele está entre Raquel Lyra (PSDB) e o delegado Erick Lessa (PR), ligado a seu suplente Douglas Cintra (PTB).

Orgulho – Se Adalberto Cavalcanti (PTB) e Odacy Amorim (PT) se juntassem em Petrolina, tinham grandes possibilidades de conquistar a prefeitura, mas um não quer ser o vice do outro.

Livre – Depois que o vice Raul Henry (PMDB) foi ao lançamento da candidatura de Betinho Gomes (PSDB), no Cabo, o governador Paulo Câmara liberou-se para ir à convenção de Lula Cabral (PSB).

Convenção – Candidata do PTB à prefeitura de Arcoverde, Nerianny Cavalcanti marcou sua convenção para o próximo domingo e o convidado especial é o senador Armando Monteiro (PTB).

Educação – O vereador André Régis (PSDB) vai apresentar na próxima 2ª, no auditório do Colégio Santa Maria (Boa Viagem), um diagnóstico da situação de todas as escolas públicas do Recife. Ele passou três anos e seis meses realizando esse trabalho, que vai subsidiar a campanha de Daniel Coelho (PSDB).

Espaço – Tota Barreto (PSB), vereador em Carpina e ex-prefeito de Lagoa do Carro, declarou a uma rádio da região: “Paulo Câmara está tendo dificuldades para manter os aliados históricos de Eduardo Campos. Eu, por exemplo, vi meus espaços serem tomados para acomodação de novos e inconfiáveis aliados”.

Apelo – Raul Henry (PMDB) recebeu ontem na sede da vice-governadoria o grupo político de São José do Egito ligado ao ex-deputado José Marcos (PR). O grupo indicou o vice (Elias Borja) do prefeito Romério Guimarães (PT) e por isso está sendo retaliado pelo Palácio das Princesas. Ele tem o apoio dos deputados Caio Maniçoba (PMDB) e Rogério Leão (PR) e exige tratamento de aliado sob pena de migrar (em 2018) para a oposição.

0

“Anonimato é o abrigo dos covardes”, diz ex-governador João Lyra Neto

joao lyra neto - reprodução internet

Por meio de nota divulgada nesta quarta-feira (27), o ex-governador João Lyra Neto (PSDB) contesta versões que circularam na imprensa do Recife e de Caruaru segundo as quais ele teria feito “corpo mole” na campanha de Paulo Câmara ao Governo do Estado por não ter sido escolhido candidato.

Esta não é a primeira vez que João Lyra Neto é atacado de forma anônima por supostos líderes da Frente Popular. Ele esperava um desmentido do governador Paulo Câmara. Como o desmentido não foi feito, divulgou a seguinte nota:

I- Repudio a forma anônima e covarde com que integrantes da Frente Popular atacam a forma transparente como governei o Estado, inconformados com o crescimento da candidatura de Raquel Lyra à prefeitura de Caruaru.

II- A história política de nossa família tem 60 anos de compromissos com o povo de Pernambuco. Construímos amigos em todos os grupamentos políticos, mas nunca nos afastamos dos nossos ideais de honestidade, lealdade e de luta pelas liberdades públicas e a democracia.

III- Tenho a consciência tranquila de que posso explicar todos os meus atos. Nunca me escondi no anonimato, que é o abrigo dos covardes.

As insinuações de que João Lyra teria feito “corpo mole” na campanha do governador voltaram a ser “plantadas” com intensidade depois que sua filha e pré-candidata a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), iniciou conversas com o senador Armando Monteiro visando à obtenção do apoio do PTB.

0

Bom Conselho nunca reelegeu um prefeito mas o atual quer quebrar essa tabu

Dannilo Godoy

O PSB de Bom Conselho marcou para o próximo domingo (31), às 15h, a convenção municipal que oficializará a candidatura do prefeito Dannilo Godoy à reeleição.

A convenção se realizará na Escola Frei Caetano de Messina, na Praça do mesmo nome, no centro da cidade, com participação dos líderes dos partidos que compõem a coligação (15 partidos).

Desde que foi aprovada a emenda da reeleição em 1997, nenhum prefeito de Bom Conselho conseguiu reeleger-se. Godoy vai tentar quebrar esse tabu.

Além do PSB, apóiam a reeleição do atual prefeito os seguintes partidos: PR, PHS, PP, PTB, PT, PSDB, PTC, PSD, SD, PROS, PMDB, PRP, PV e PPS.

Dannilo Godoy é o presidente municipal do PSB e foi eleito em 2012 (pelo PSDB) com 11.017 votos. Sua travessia para o PSB foi articulada pelo ex-presidente do Lafepe Luciano Vasquez, membro do diretório estadual do partido.

0

Justiça eleitoral multa Miguel Coelho por causa de postagem no Facebook

Priscila Krause - divulgação

A exemplo do que fez no Recife com a deputada e pré-candidata a prefeita Priscila Krause (DEM), a Justiça Eleitoral de Petrolina aplicou uma multa ao também deputado e pré-candidato a prefeito, Miguel Coelho (PSB), pelo mesmo motivo.

Ele disse que vai recorrer da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral por considera injusta a penalidade. Priscila Krause também recorreu, mas seu recurso foi indeferido por unanimidade.

A propósito da multa aplicada ao candidato do PSB, o diretório municipal do partido divulgou hoje (27) a seguinte nota:

I- Sobre a multa aplicada ao nosso presidente e pré-candidato a prefeito, Miguel Coelho, o PSB de Petrolina informa que respeita a decisão tomada pela instância jurídica local, mas entende que é injusta. A multa aplicada se refere a uma postagem no Facebook de nosso presidente municipal, que apenas manifesta agradecimento as 40 mil pessoas que curtiram a página oficial nas redes oficiais.

II- É importante lembrar que a mesma a página fez agradecimento similar quando atingiu 10 mil, 20 mil e 30 mil curtidas, sem ter, portanto, qualquer vinculação eleitoral ou de caráter partidário.

III- Tal prática é comum e universal a todos os políticos, pessoas públicas, grupos, clubes entre outras páginas de Facebook, reforçando então a inexistência de caráter político ou eleitoral nesse procedimento.

IV- Diante disso, respeitosamente já recorreremos dessa decisão no Tribunal Regional Eleitoral e estamos confiantes em que a multa revertida.

V- Por fim, reforçamos o nosso compromisso com uma política ética, justa e propositiva, que sempre seguirá as leis e o interesse público.

0

PV do Recife realizará no próximo sábado a sua convenção municipal

Eduardo Jorge  - foto PV divulgação

A direção municipal do Partido Verde marcou para o próximo sábado (30), a partir das 15h, a realização da convenção que vai homologar a candidatura de Carlos Augusto Costa à prefeitura da capital.

O evento se realizará na quadra do Colégio Equipe, à Rua Demóstenes de Olinda, no bairro da Torre. O ex-deputado Eduardo Jorge, que foi o candidato do partido à Presidência da República em 2014, confirmou presença na convenção.

Esta a primeira vez que o PV lança candidato próprio à Prefeitura do Recife e que Carlos Augusto Costa disputará uma eleição.

Antes de lançar-se, Carlos Augusto andou 200 quilômetros de bicicleta por todos os bairros da capital (90) como parte do projeto “Recife Bom Para Viver”. Ele pretende anunciar o vice até o final desta semana.

0

TCE aprova as contas de Eduardo Campos/João Lyra Neto relativas ao ano de 2014

Eduardo Campos - Foto Portal UOL

O Tribunal de Contas do Estado emitiu parecer prévio nesta quarta-feira (27) recomendando à Assembleia Legislativa a aprovação das contas dos ex-governadores Eduardo Campos e João Lyra Neto relativas ao ano de 2014.

À exceção da conselheira substituta Alda Magalhães que votou pela aprovação das contas, com ressalvas, pelo fato de a Seduc não ter prestado contas de recursos repassados às Gerências Regionais de Educação, todos os outros conselheiros acompanharam o voto da relatora.

Foram eles: Dirceu Rodolfo, Ranilson Ramos, Marcos Nóbrega (substituto de João Campos) e Ricardo Rios (substituto de Valdecir Pascoal). Alda Magalhães substituiu o conselheiro Marcos Loreto, que, a exemplo de Valdecir Pascoal e João Campos, estão de férias.

O parecer oral do procurador geral do Ministério Público de Contas, Cristiano Pimentel, também foi pela aprovação das contas. O auditor geral Carlos Pimentel também participou da sessão, mas não teve direito a voto. Já o presidente Carlos Porto só votaria em caso de empate.

Esta foi a primeira prestação de contas do Governo do Estado enviada ao TCE por meio eletrônico, tendo sido também a primeira vez que o relator fez uso de gráficos para apresentar os números aos conselheiros através de um data-show.

Foram analisados 11 aspectos da prestação de contas, a saber: a) Conjuntura socioeconômica; b) Gestão Administrativa; c) Gestão Orçamentária; d) Gestão Financeira e Patrimonial; e) Gestão Fiscal; f) Gastos com educação; g) Gastos com saúde; h) Gastos com publicidade; i) Previdência dos servidores públicos; j) Terceiro setor (Organizações Sociais e Oscips), e l) Parcerias Público-Privadas.

Duere afirma em seu relatório as áreas em que o Estado avançou naquele exercício (a educação foi uma delas), assim como os aspectos em que retrocedeu, frisando, no entanto, que o Governo conseguiu cumprir os limites constitucionais e legais estabelecidos (com pessoal, saúde, realização de operações de crédito, etc.), daí o seu opinativo pela aprovação das contas.

Apesar disto, determinou à Controladoria de Controle Externo que formalize de imediato quatro processos de Auditoria Especial: um para fiscalizar os recursos repassados às Gerências Regionais de Educação, outro para fiscalizar as Organizações Sociais da área de saúde, o terceiro para fiscalizar todas as outras OSs (exceto as da área de saúde) e o quarto para fiscalizar subvenções sociais repassadas a entidades privadas.

O presidente Carlos Porto determinou que os relatórios sejam enviados aos conselheiros das respectivas áreas. E, no caso das subvenções sociais, que dizem respeito a várias Secretarias, que os relatórios sejam encaminhados ao setor de distribuição.

Consta ainda do voto da conselheira 10 recomendações ao Governo do Estado no sentido de aprimorar as próximas prestações de contas e evitar a repetição das falhas identificadas nas anteriores.

Uma das recomendações é para que o Governo Estadual faça um levantamento de suas necessidades de pessoal, objetivando a consolidação de um quadro efetivo de servidores, tendo em vista que cerca de 50% da mão de obra da Secretaria de Educação é constituída por servidores contratados.

Outra recomendação é para que se faça uma “análise acurada”, à luz da Súmula Vinculante nº 43 do Supremo Tribunal Federal, do enquadramento de 244 servidores cedidos à Funape (Fundo de Aposentadorias e Pensões), à Procuradoria Geral do Estado e à Arpe (Agência de Servidos Regulados de Pernambuco).

0

MP na cola de servidores que se candidatam apenas para ficar 90 dias sem trabalhar

Antonio Carlos Barreto Campelo

Por orientação do procurador regional eleitoral Antonio Carlos Barreto Campelo, promotores eleitorais de Pernambuco deverão enviar recomendações a prefeitos, presidentes das Câmaras Municipais e dirigentes de empresas públicas no sentido de coibir candidaturas irregulares de servidores públicos na eleição deste ano.

De acordo com o Ministério Público, muitos servidores se inscrevem em partidos políticos para se candidatar com a única finalidade de obter licença remunerada por 90 dias.

Isso é fraude e pode resultar na responsabilização do servidor, diz o alerta do Ministério Público Eleitoral.

De acordo com a lei, servidores públicos que desejam concorrer a cargo eletivo precisam se desincompatibilizar três meses antes das eleições, com direito à licença remunerada nesse período.

No entanto, alerta o Ministério Público, a candidatura “deve ser encarada com seriedade, com o verdadeiro objetivo de conquistar um mandato, e não como um pretexto para que o servidor receba salário sem o cumprimento de sua jornada de trabalho”.

Agora, atenção: jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral estabelece que é desnecessária a desincompatibilização se o servidor público exercer suas atividades em local diferente daquele em que pretende se candidatar.

Exemplo: se ele mora no Recife e pretende ser candidato por Olinda, não é necessária a desincompatibilização 90 dias antes da data das eleições.

Candidaturas fraudulentas configuram “infração administrativa” no âmbito do órgão a que o servidor público está vinculado, bem como ato de improbidade administrativa.

0

Anderson continua aglutinando as forças de oposição em Jaboatão dos Guararapes

Luciano Bivar - reprodução internet

Um dia após receber o apoio do PTB e do PTN a sua candidatura a prefeito de Jaboatão, o deputado federal Anderson Ferreira (PR) comemorou a adesão de mais um.

O mais novo partido que decidiu apoiá-lo é o PSL, que é presidido nacionalmente pelo ex-deputado Luciano Bivar. Em Recife, no entanto, o PSL apóia Daniel Coelho (PSDB), que pertence ao mesmo partido ao qual está filiada a candidata a vice (Conceição Nascimento) de Heraldo Selva (PSB), adversário de Anderson.

Heraldo é candidato do governador Paulo Câmara e do prefeito Elias Gomes (PSDB).

Com mais este novo apoio, a coligação encabeçada pelo deputado do PR já totaliza oito partidos, mas ele espera fechar com 10.

Presidente do PSL em Jaboatão, Kaká Accioly teve o aval de Bivar para fechar com Anderson Ferreira.

De acordo com o presidente estadual do partido, Marco Amaral, “foi uma escolha unânime, com aval da executiva nacional. Anderson está construindo bem a sua coligação e tem tudo para sair vitorioso nas eleições deste ano”, disse ele.

0

Governador desiste de desapropriação de imóveis no entorno do presídio Aníbal Bruno

Pedro Eurico - foto divulgação Alepe]

Após receber apelo nesta quarta-feira (27) de familiares de detentos que se encontram cumprindo pena no presídio Aníbal Bruno, no Recife, o governador Paulo Câmara divulgou nota oficial comunicando ter desistido da desapropriação de imóveis situados no entorno do complexo.

Familiares dos presos já tinham feito um apelo ao secretário de Justiça, Pedro Eurico, no sentido de que os imóveis não fossem desapropriados. Muitos moram nesses locais exatamente para ficarem perto dos apenados.

Veja a íntegra da nota oficial:
I- O governador Paulo Câmara recebeu hoje (27) no Palácio do Campo das Princesas integrantes da comissão de moradores do bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife, para informar sua decisão de revogar o Decreto de n.o 42862 de 06 de abril de 2016, que previa a desapropriação, por interesse público, de alguns imóveis no entorno do Complexo Prisional do Curado para ampliar a segurança na área.

II- “Chegamos a este momento com diálogo, que foi fundamental para a gente encontrar uma solução que atenda ao interesse de todos. E vamos construir os próximos passos em conjunto. Tudo o que pactuamos nestes 90 dias foi cumprido”, declarou Paulo Câmara.

III- O governador afirmou que a revogação visa a reforçar que toda e qualquer intervenção que venha ser feita no local será previamente trabalhada com os integrantes desta comissão.

IV- Tal decisão vem sendo construída nos últimos três meses, entre os moradores e o Governo, via Secretaria da Casa Civil e Secretaria de Desenvolvimento Social.

V- Nesse período, as ações práticas do decreto ficaram suspensas e o diálogo foi intensificado com a comunidade.

VI- Na manhã da última segunda-feira (18.07), representantes da gestão estiveram no Sancho garantindo aos moradores que uma solução positiva seria apresentada esta semana. O que se confirmou no dia de hoje.

VII- O governador criou uma comissão paritária composta por integrantes do Governo do Estado, Prefeitura do Recife, e moradores, para discutir os próximos encaminhamentos.

VIII- Estiveram presentes na reunião de hoje, no gabinete do governador, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, o secretário Executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto, o secretário de Desenvolvimento, Isaltino Nascimento, e a comissão de moradores do Sancho.

0

Advogado Antonio Campos ainda não contornou a rebelião na sua aliança

Antônio Campos - divulgação

Até o final desta quarta-feira (27), o advogado e pré-candidato do PSB a prefeito de Olinda, Antonio Campos, ainda não tinha conseguido contornar a rebelião de quatro partidos de sua aliança contra a escolha do vice da chapa: a líder evangélica Conceição Silva.

O nome da líder evangélica, casada com o vereador Algério Nossa Voz (PSB), foi anunciado ontem (26) pelo “Movimento Muda Olinda” no escritório político da campanha, no Largo do Amparo.

“A opção pelo nome de Ceça representa a importância da mulher, do ativismo social e da educação no ‘Movimento Muda Olinda’. Ceça conhece as necessidades do povo e vai dar uma contribuição inestimável à nossa gestão”, declarou Antonio Campos.

“Esta missão (vice) veio confirmar a minha vocação política e social. Com Antônio, estamos construindo este novo modelo de pensar as demandas da cidade, escutando a população”, disse a candidata.

Enquanto isso, dirigentes do PSL, PMB, PMN e PRONA continuam contrários à indicação do nome de Ceça. Eles alegam que Antonio Campos não ouviu ninguém e que vai perder o apoio de quatro partidos.

Eles examinam a possibilidade de apoiar um desses três candidatos que também fazem oposição ao prefeito Renildo Calheiros (PCdoB): Professor Lupércio (SD), Ricardo Costa (PMDB) ou Izabel Urquisa (PSDB).

A primeira reação contra o nome de Conceição Silva partiu do vereador Arlindo Siqueira (PSL), que é o comandante da rebelião. Ele admite marchar com “Ceça” desde que o marido dela, Algério, não seja candidato à reeleição. Mas, ainda que fique com ela, acha que ela não tem “expressão política” para ser vice-prefeita.